ADA TINACabeloQueda de CabeloSem categoria

Tudo que você precisa saber sobre a calvície

Rate this post

Popularmente conhecida como calvície, a alopecia é uma condição caracterizada pela perda de cabelos de forma rápida e aguda.

Alguns tipos de alopecia se caracterizam não apenas pela perda de cabelos no couro cabeludo, mas também em outras partes do corpo como a barba por exemplo.

Vamos entender melhor o que leva a essa condição e como tratar a calvície.

Confira!

O que causa a calvície?

De acordo com estudos, é normal perder cerca de 50 a 200 fios de cabelo diariamente, isso porque os fios de cabelo possuem um ciclo natural de crescimento e queda. Mas, quando essa normalidade de queda é ultrapassada pode sim significar que a estrutura capilar em um todo precisa de atenção desde a raiz no couro cabeludo até as pontas dos cabelos.

O primeiro sinal de que algo pode estar errado é quando os fios se tornam fracos e quebradiços. Muitos fatores vão interferir na saúde do nosso cabelo.

Fatores que podem interferir na saúde dos cabelos:

  • Procedimentos químicos excessivos (ex: coloração);
  • Estresse e alterações hormonais;
  • Anemia;
  • Faltas de vitaminas;
  • Tabagismo e excesso no consumo de bebidas alcóolicas;
  • Dermatite Seborreica, conhecida como caspa.

O que de fato causa a queda de cabelo?

Os fatores que vimos anteriormente são também causadores da queda de cabelo, uma vez que interferem na saúde do cabelo de forma geral.

Mas, além deles, alguns podem ser mais pontuais, resultando em uma queda capilar mais acentuada, como pós-cirurgias, infecções, e febres por exemplo.

Em casos muito extremos é indispensável procurar a ajuda de um profissional especialista capacitado.

A falta de vitaminas no corpo que muitas vezes derivada de uma má alimentação, as alterações hormonais e o uso de calor constantemente (secador e chapinha) também vão danificar a saúde do cabelo levando-o a queda intensiva.

Quando falamos em estresse, podemos acentuar os traumas emocionais, como a ansiedade por exemplo, que implicam grandemente na perda de minerais e vitaminas essenciais para a saúde e crescimento dos fios de cabelo.

O uso de alguns medicamentos também podem ter como reação adversa a queda de cabelo. Assim também funciona com o tabagismo e excesso no consumo de bebidas alcoólicas.

Como evitar a queda de cabelo?

Primeiramente evitar o que for possível dos fatores que falamos acima, e tentar sempre manter os fios desde a raiz até as pontas fortalecidos e saudáveis.

Veja, com certeza você já reparou que quando fica muitos dias sem lavar os cabelos, na próxima lavada ocorre uma queda dos fios fora do normal não é?

Por isso, uma das maneiras mais importantes de manter a saúde dos cabelos é manter os fios sempre limpos, pois, a higienização correta ajuda a raiz se manter presa ao couro cabeludo.

A caspa (dermatite seborreica) também pode ser tratada com shampoos anti-caspa, que geralmente são indicadas para tratar o couro cabeludo e reduzir então essa condição.

Na ausência de vitaminas, procurar um médico é a melhor opção, ele com certeza irá receitar a reposição oral que você necessita naquele momento para ajudar a fortalecer os fios de cabelo, ou pode até indicar medicamentos para aplicação direto no couro cabeludo para auxiliar nos crescimento dos fios evitando a queda.

Ainda assim, se com o tratamento a queda de cabelo persistir, procure um dermatologista, pois a perda intensa de fios de cabelo pode levar à calvície (alopecia).

A calvície é exclusivamente masculina?

Essa condição não é exclusiva masculina, mulheres também podem sofrer com a alopecia, porém, é mais comum em homens. Cerca de 50% deles de modo geral sofrem com a calvície e a que mais os atinge é a alopecia androgenética, causada pela hereditariedade genética.

Estima-se que entre 20 e 30 anos pelo menos 30% dos jovens homens já apresentam algum grau de calvície.

Na faixa dos 50 anos essa porcentagem sobe para 50% e entre 70 e 80 anos para 80%.

Nas mulheres essas porcentagens são mais baixas, de 30 a 40% delas apresentam queda de cabelo em torno dos 50 anos.

Os sinais indicativos da alopecia, independente do gênero, são:

  • Perda excessiva dos fios de cabelos por dia;
  • Possíveis falhas nas áreas do couro cabeludo (entradas e topo da cabeça).

Como identificar a calvície?

Existem períodos do ano, como por exemplo, no verão e no outono em que o cabelo costuma cair mais e períodos em quem ele cai menos, mas uma pessoa considerada saudável perde naturalmente em média de 50 a 200 fios por dia.

Existem situações em que a queda de cabelo ultrapassa essa normalidade, e é nesse momento que a situação pode se tornar preocupante.

Especialistas sugerem que, a forma mais clara de observar a queda excessiva é através do cuidado com os hábitos do dia a dia. Os fios estão saindo com mais facilidade no momento da escovação? E no banho? Notou uma queda fora da normalidade na hora de lavar os cabelos? Eles têm ficado na superfície do travesseiro? 

Além de colocar atenção nesses pontos, é interessante também analisar se houve alguma mudança na textura dos fios.

Geralmente, a queda excessiva acompanha o afinamento do fio, portanto, nesses casos é sempre bom conferir se o fio está mais fino do que o costumava ser normalmente.

A queda capilar não precisa ser necessariamente localizada. Quando falamos em calvície, provavelmente será notada uma redução no volume do cabelo, que começa pelo topo da cabeça e se espalha pelas pontas do cabelo.

Os fios também ficam mais fracos conforme o volume vai diminuindo, principalmente na área afetada pela queda capilar.

Tem cura ou tratamento?

shampoo anti queda

Apesar de essa condição não possuir cura efetiva, existem formas de tratamento para a queda de cabelo.

Dependendo do diagnóstico, pode ser necessário o uso de medicamentos diretamente na raiz dos fios, em outros casos, pode-se indicar tratamentos clínicos como o microagulhamento por exemplo.

O objetivo de qualquer tratamento contra a queda será conter o avanço da mesma.

O mais importante é consultar um profissional da saúde (dermatologista) em casos de queda não natural antes de tomar qualquer ação.

Fortalecer os fios vai ajudar!

Os cabelos mais frágeis e quebradiços tendem a demorar mais para crescer, e por isso ter cuidados extras com a saúde desses fios em específico.

Mesmo que esses cuidados com a saúde dos fios não sejam para calvície, alguns dermocosméticos possuem a capacidade também de fortalecer e acelerar o crescimento dos fios de cabelos.

Um bom exemplo é o Amplexe Shampoo Antiqueda que trata a queda de cabelo, seja ela hormonal ou por estresse, promovendo o crescimento de novos fios, deixando-os mais fortes, resistentes e inibindo a queda sem ressecar. Eleito 4x consecutivas como o melhor Shampoo Antiqueda do Brasil.


Para resultados ainda mais surpreendentes contra a queda de cabelo nossa indicação fica também para o uso do Amplexe Loção Antiqueda, uma potente loção capilar eficaz contra as principais causas da queda de cabelo masculina e feminina, que promove o fortalecimento da raiz dos cabelos e o crescimento de novos fios, deixando-os mais fortes.

produtos anti queda
Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *