ADA TINACabeloQueda de Cabelo

Tipos de calvície: quais as características e como tratar?

Rate this post

Tipos de calvície: quais as características e como tratar?

Também conhecida como alopecia, essa condição capilar causa queda de cabelo e pode se manifestar em qualquer pessoa. Mas, é uma condição mais comum entre os homens, onde cerca de 50% deles possui algum tipo de calvície.

Ainda existem muitos tabus que cercam esse assunto. Por isso, vamos entender melhor neste texto algumas informações importantes que podem melhorar o bem-estar de quem convive com a calvície.

Confira!

O que causa calvície?

As causas principais da calvície são: genética através de herança familiar, hipotireoidismo, transtornos emocionais, alterações de hormônios, anemia e outras condições de saúde que podem acelerar a queda de cabelo.

Além dessas causas, existe um grande gerador para o processo da queda de cabelo, a testosterona que é convertido em DHT – di-hidrotestosterona. Esse hormônio altera os folículos pilosos, que é onde fica a raiz do fio de cabelo, isso faz com que os fios fiquem mais finos, o que pode levar à perda definitiva dos fios.

Mas, essa condição como já citamos acima não é uma condição exclusiva dos homens, a testosterona pode também levar a calvície feminina, uma vez que as mulheres também produzem esse hormônio em seu organismo.

Alguns fatores externos também podem estar relacionados aos tipos de alopecia, esses são:

  • Oleosidade em excesso no couro cabeludo 
  • Dermatite ou caspa;
  • Uso de cosméticos inadequados ou procedimentos químicos;
  • Falta de vitaminas no organismo;
  • Alimentação desequilibrada com ausência de sais minerais, vitaminas e proteínas prejudicam a estrutura do cabelo;
  • Má qualidade do sono.

Essas condições externas contribuem para a queda de cabelo, mas não são determinantes para essa condição. Por isso, é muito importante conseguir diferenciar a alopecia da queda natural dos cabelos.

É natural que se perca cerca de 100 a 150 fios por dia durante o processo de renovação capilar, e isso é absolutamente normal.

Então, quando se notar que o cabelo está caindo mais do que o considerado normal, o ideal é entender as causas procurando um profissional de saúde especialista, como o dermatologista.

Quais os principais tipos de calvície?

A calvície pode se manifestar de diversas maneiras e através de diferentes motivos, é preciso entender cada um para encontrar os tratamentos mais adequados para cada um.

Os tipos de calvície mais conhecidos são: alopecia androgenética, alopecia areata, alopecia difusa, alopecia total e alopecia cicatricial.

Alopecia androgenética

Como o próprio nome já deduz, a alopecia androgenética ocorre devido a fatores genéticos de herança familiar, seja de pai ou mãe.

Quando se tem esse grau de parentesco com pessoas que possuem essa condição capilar, a possibilidade dos filhos ou filhas terem também é de 50%, número que chega a 75% quando se tem a herança genética de ambos (pai e mãe).

A alopecia androgenética tem relação com a produção do hormônio testosterona de cada pessoa, o que é geneticamente determinado.

O que caracteriza esse tipo de calvície é a queda dos fios aos poucos, na região das entradas e também na área do topo da cabeça, e embora não haja cura para esse tipo de alopecia, é possível desacelerar a queda de cabelo com o tratamento certo.

Alopecia areata

Esse tipo específico de calvície está associado a transtornos emocionais e provoca queda capilar em círculos pequenos e médios no couro cabeludo.

Esta condição de queda de cabelo também pode acontecer em outras partes do corpo como braços, pernas e barbas.

Essa alopecia pode levar à queda total do cabelo, porém sua natureza é instável e permite que os fios voltem a crescer.

Alopecia cicatricial

Essa condição ocorre quando há algum tipo de agressão ao couro cabeludo ou qualquer outro motivo que leva ao fechamento dos folículos pilosos, por isso o nome de alopecia cicatricial, que remete a cicatriz.

A alopecia cicatricial é bem comum em casos de cirurgias, radioterapias e queimaduras, mas pode ocorrer também através de doenças autoimunes.

Alopecia difusa ou eflúvio telógeno

A alopecia difusa ou eflúvio telógeno pode surgir a partir de doenças crônicas, situações de estresse extremo ou condições febris.

Os fios acabam enfraquecendo e desprendendo do couro cabeludo de forma contínua ou intensa, os fios de cabelo ficam mais finos e espaçados entre si, mas não ocorre a calvície completa.

Existem ainda outras causas para esse tipo de alopecia, e essas são: alterações nas glândulas endócrinas (principalmente na tireoide), uso de medicamentos ou alimentação desequilibrada.

Alopecia total

Tudo leva a crer que os motivos que levam à calvície total (queda total dos cabelos) possuem relação com doenças autoimunes, influência genética e estresse elevado.

Nesses casos específicos, a perda dos cabelos, mesmo que completa, acontece apenas no couro cabeludo, diferente da alopecia universal onde ocorre a queda dos fios de cabelo e pelos de toda a região do corpo, incluindo cílios e sobrancelhas.

Tratamentos para os tipos de queda de cabelo

homem calvo

Apesar de essa condição não possuir cura efetiva, existem formas de tratamento para a alopecia.

Dependendo do diagnóstico, pode ser necessário o uso de medicamentos diretamente na raiz dos fios, em outros casos, pode-se indicar tratamentos clínicos como o microagulhamento por exemplo.

O objetivo de qualquer tratamento contra a calvície será conter o avanço da queda.

O mais importante é consultar um profissional da saúde (dermatologista) em casos de queda não natural antes de tomar qualquer ação.

Fortalecer os fios vai ajudar!

Os cabelos mais frágeis e quebradiços tendem a demorar mais para crescer, e por isso é preciso ter cuidados extras com a saúde desses fios em específico.

Mesmo que esses cuidados com a saúde dos fios não sejam para calvície, alguns dermocosméticos possuem a capacidade também de fortalecer e acelerar o crescimento dos fios de cabelos.

Um bom exemplo é o Amplexe Loção Antiqueda, uma potente loção capilar eficaz contra as principais causas da queda de cabelo masculina e feminina, que promove o fortalecimento da raiz dos cabelos e o crescimento de novos fios, deixando-os mais fortes.

Para resultados ainda mais surpreendentes contra a queda de cabelo, nossa indicação fica também para o uso do Amplexe Shampoo Antiqueda que trata a queda de cabelo, seja ela hormonal ou por estresse, promovendo o crescimento de novos fios, deixando-os mais fortes, resistentes e inibindo a queda sem ressecar. Eleito 4x consecutivas como o melhor Shampoo Antiqueda do Brasil.

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *