Tag: tratamentos medicamentosos

QUEDA DE CABELO: CAUSAS E TRATAMENTOS

Saiba o que causa a queda de cabelo e como tratar

Queda de Cabelo: Causas e Tratamentos

A queda de cabelo é um problema muito comum entre homens e mulheres podendo ser conhecida como queda de cabelo feminino ou queda de cabelo masculino. Vários fatores são envolvidos nas causas da queda de cabelo, como a herança genética e o fator hormonal, que envolve a testosterona, hormônio masculino que se liga ao receptor no couro cabeludo levando à diminuição dos fios.

O estresse comum a homens e mulheres também é um fator chave associado à queda de cabelo. Ele provoca uma desordem da circulação sanguínea e do sistema nervoso que causa danos ao cabelo e ao couro cabeludo podendo resultar em diminuição do volume e aumento da queda dos cabelos.

Por fim, porém não menos importante, o fator ambiental também é primordial quando tratamos de queda dos cabelos. Os diferentes tipos de poluição ambiental e produtos químicos agridem o couro cabeludo gerando inflamações locais que podem causar a queda de cabelo, o aumento ou surgimento da caspa, inflamação aguda, entre outros.

Recentes estudos têm mostrado a possibilidade de tratamentos alternativos e eficazes utilizando-se de produtos cosméticos (Shampos e Loções Antiqueda) com alta eficácia e segurança que apresentam resultados iguais ou superiores aos tratamentos medicamentosos atualmente conhecidos.

Cafeína Estimula Alongamento dos Folículos Pilosos

A cafeína é um conhecido estimulante contido no café, cujos efeitos são principalmente mediados através da inibição da fosfodiesterase, que leva ao aumento da atividade da enzima adenilato ciclase intracelular e aumento dos níveis da adenosina 3‘,5‘-monofosfato cíclico (cAMP), fornecendo assim níveis de energia mais elevados para promover o aumento da atividade metabólica e proliferação celular podendo ser associado à contenção da diminuição do folículo piloso em pacientes com alopecia androgenética (AGA) mais conhecida como queda de cabelo masculina.

Cafeína Estimula Proliferação dos Queratinócitos

Foram analisados folículos capilares humanos de couros cabeludos de voluntários dos sexos masculino e feminino tratados com testosterona (0·5 μg mL(-1)) e testosterona com cafeína (0·005-0·0005%) por 120 horas. Os testes realizados foram a avaliação no alongamento da haste capilar por meio da (imuno) histomorfometria quantitativa, proliferação dos queratinócitos da matriz capilar, expressão do indutor chave da fase catágena (fator de crescimento transformador (TGF) -β2) e expressão do fator de crescimento semelhante à insulina que promove o prolongamento da fase anágena (IGF) -1.

Após avaliação dos resultados, constatou-se que a cafeína estimulou o alongamento das hastes do cabelo, prolongou a fase anágena e estimulou a proliferação de queratinócitos da matriz capilar demonstrando que a cafeína é um dos melhores ativos para o tratamento da queda capilar. Os folículos capilares femininos mostraram maior sensibilidade à cafeína que os folículos masculinos podendo sugerir que pode-se obter resultados no tratamento da queda de cabelo feminino e queda de cabelo masculino. Também houve aumento da expressão da proteína IGF-1.

Cafeína Promove Crescimento Capilar

Os cientistas concluíram que existem novos efeitos promotores do crescimento capilar associados à cafeína nos folículos capilares humanos em indivíduos de ambos os sexos (queda de cabelo feminino e queda de cabelo masculino) com alongamento das hastes, prolongamento da fase anágena e estímulo da proliferação de queratinócitos da matriz capilar mostrando-se um ativo promissor em produtos para queda de cabelo e crescimento.

Cooper Tripetide-1, peptídeo bioidêntico, Estimula Crescimento de Novos Fios

O Cooper Tripetide-1, peptídeo bioidêntico, é um complexo de cobre natural que aumenta o folículo capilar levando à melhorara na queda de cabelo e aumentando o número de novos fios.

Este peptídeo também é capaz de ativar uma infinidade de processos relacionados à remodelação de feridas, ações anti-inflamatórias, aumento na síntese de proteínas, proliferação celular e promoção da sobrevivência das células-tronco basais na pele.

Um estudo publicado pela Ellead Skin Research Center, Korea, avaliou sobre a estimulação do crescimento de novos fios, aumento da densidade dos mesmos e melhora visual do couro cabeludo, provocado pelo tratamento com o Cooper Tripetide-1, peptídeo bioidêntico.

Cooper Tripetide-1, peptídeo bioidêntico, Melhora Aparência e Diâmetro dos Fios

O estudo foi realizado com 7 voluntários dos sexos feminino e masculino (queda de cabelo feminino e queda de cabelo masculino) com idades entre 40 e 60 anos que apresentavam casos de queda de cabelo aplicando-se 10 ppm de Cooper Tripetide-1, peptídeo bioidêntico, duas vezes ao dia. Foram realizadas análises visuais por dermatologistas além de análise instrumental por fototricograma.

Após a utilização do Cooper Tripetide-1, peptídeo bioidêntico, houve um aumento do número de novos fios de cabelo em 8,33% e um aumento de 8,92% no diâmetro dos fios. A melhora visual avaliada pelos dermatologistas foi de 0 para um score de 0,57 representando mais de 100% de melhora na queda de cabelo.

Tratamento Alternativo e Eficaz para Queda de Cabelo – Cooper Tripetide-1, peptídeo bioidêntico

Por conseguinte, os cientistas concluíram que o tratamento para queda de cabelo com Cooper Tripetide-1, peptídeo bioidêntico no couro cabeludo estimula o crescimento de novos fios além de melhorar a aparência e o diâmetro dos fios existentes no couro cabeludo.

Carnitina Pode Diminuir Inflamação da Alopecia Androgenética

A carnitina, molécula endógena envolvida no metabolismo dos ácidos graxos, possui muitos benefícios, como por exemplo a redução do estresse oxidativo e também o efeito anti-inflamatório, podendo diminuir a inflamação associada à queda de cabelo masculino (alopecia androgenética), de acordo com um estudo publicado revista Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine demonstrando ser um promissor ativo para queda de cabelo.

Carnitina Reduz Expressão dos Genes CCL17, CXCL6 e LTB(4)

Este estudo foi realizado com uma cultura de queratinócitos humanos tratados com uma associação de ativos antioxidantes e Carnitina e os genes inflamatórios foram avaliados por meio de RT-PCR.

Após avaliação dos resultados, constatou-se que o blend contendo carnitina apresentou redução da expressão dos genes CCL17, CXCL6 e LTB(4) associados à inflamação associado à alopecia androgenética (queda de cabelo masculino).

Carnitina – Ativo Anti-inflamatório Contra Queda de Cabelo

Sendo assim, os cientistas concluíram que a utilização de inibidores dos processos inflamatórios associados à queda de cabelo masculino (alopecia androgenética) podem representar uma abordagem frente ao tratamento deste tipo de queda de cabelo hormonal e estar presente em produtos para queda de cabelo e crescimento.