Tag: tratamento para estria

ESTRIAS: TIPOS E TRATAMENTOS

Se existe um problema que atrapalha na beleza e na autoestima da mulher, esse problema são as estrias. Apesar de serem mais comuns em gestantes, essas marcas na pele tem diversos motivos e tratamentos diferentes, podendo se encaixar em dois tipos: vermelhas e brancas. Continue lendo o post e saiba tudo sobre o tratamento para estrias!

O que é estria?

As estrias são áreas atróficas que se formam devido ao estiramento das fibras de colágeno e elastina na superfície da pele. Quando ocorre um processo inflamatório na derme (camada intermediária e mais espessa da pele), essas fibras de colágeno que garantem sustentação para pele se rompem, gerando marcas e atrofiando.

Um dos motivos desse rompimento das fibras colagênicas é crescimento acelerado do corpo, aumento súbito de peso ou massa muscular, ressecamento de pele, predisposição genética e a gestação. É mais comum encontrar estrias em locais mais propensos ao alongamento e esticamento da pele, como coxas, braços, seios, costas, nádegas e quadril.

Quais os tipos de estrias?

É importante saber identificar os diferentes tipos de estrias, afinal, sua coloração pode indicar o tempo de existência da marca na pele. A identificação também auxilia no tratamento, pois diferentes tipos de estrias exigem diferentes tratamentos. Com isso, podemos classificá-las em duas categorias:

Estrias vermelhas

Apresentam tons vermelhos ou rosados e se caracterizam por serem marcas mais recentes. A coloração avermelhada se dá pelo processo inflamatório, visto que a pele se estica e esse estiramento lesiona a pele, gerando um processo inflamatório na derme.

Estrias brancas

As cicatrizes brancas de estrias são mais antigas, presentes na pele por um período maior de tempo. Possui essa cor pois a pele já passou pelo processo inflamatório e as células já se regeneraram, deixando apenas a cicatriz esbranquiçada. A estria branca possui uma falta acentuada de colágeno e elastina na derme, além de causar um atrofiamento da epiderme.

Principais causas que levam ao surgimento de estrias

  • Gravidez;
  • Crescimento acelerado;
  • Ganho de peso;
  • Exercício físico;
  • Cirurgia para implantação de próteses mamárias;
  • Uso de medicamentos corticosteroides oral e tópico.

Tratamento para estrias

Como dito anteriormente, o tratamento depende do tipo de estria presente na pele. Para as estrias vermelhas, o procedimento de recuperação cutânea deve ser iniciado o quanto antes, para que a pele não se regenere e deixe cicatrizes que evoluirão para as estrias brancas, mais complexas e demoradas de se curar. Ainda sim, a capacidade de cura e recuperação da pele é grande, pois os ingredientes presentes em produtos dermocosméticos para a recuperação de colágeno dão uma ótima resposta. Para estrias vermelhas, invista em produtos com ácido linoleico, alfa-linolênico e vitamina E, que aumentam a produção de colágeno e reintegram a pele danificada pelas estrias.

Para as estrias brancas, o tratamento é mais extenso e exige mais persistência no procedimento de aplicação de cosméticos de uso tópico com ácido linoleico, alfa-linolênico e vitamina E, pois existe a possibilidade de a marca ser reduzida, mas não desaparecer por completo.

Melhor produto para estrias

O STRISKIN é um potente creme para estrias, formulado e desenvolvido com ácido linoleico e alfa-linolênico, vitamina E e manteiga de karité, indicado para prevenção e tratamento intensivo das estrias brancas e vermelhas, altamente recomendado para ser aplicado em todas as áreas do corpo onde já existem estrias brancas e vermelhas, ou que possuem tendência ao surgimento de novas estrias, tais como seios, braços, barriga, coxas, nádegas e costas.

Aplique STRISKIN pelo menos 3 vezes ao dia, apenas nas estrias que deseja tratar topicamente, massageando o produto sobre as estrias até que seja totalmente absorvido.