Tag: Tipos de peeling

PEELING QUÍMICO NA GRAVIDEZ: RISCOS E BENEFÍCIOS

O interesse das gestantes por procedimentos estéticos vem crescendo cada vez mais. Eis que surge a dúvida: posso fazer peeling químico na gravidez? Continue lendo este post e aprenda tudo sobre peeling e seus efeitos na saúde da pele das mamães e dos bebês!

peeling químico

O que é peeling?

O peeling é um procedimento seguro que provoca descamação da pele, derivado do inglês “to peel”, que significa descamar. Assim, esse procedimento renova as células mortas da pele através da esfoliação, trazendo muitos benefícios como clareamento de manchas de acne, melasma e outras manchas escuras causadas por diversos fatores. Além disso, aumenta a produção de colágeno para uma pele mais firme e radiante, com menos rugas e linhas de expressão. A esfoliação também é muito eficaz em casos de acne, pois desobstrui os poros e reduz a oleosidade e a inflamação da pele. 

Diferença entre peeling químico e físico

Podemos dividir o peeling em duas categorias: físico e químico. Os peelings físicos funcionam por meio de agentes que atuam na chamada descamação mecânica. Esses agentes vão desde aparelhos e cremes que realizam microdermoabrasão na pele através do fluxo de cristais, conhecidos como peelings de cristal, ou pontas de diamante, também chamados de peelings de diamante.

O peeling químico é um tratamento que aplica ácidos sobre a pele, como os ácidos que fazem parte dos AHA (alfa-hidroxiácidos) e BHA (beta-hidroxiácidos) para remover as camadas danificadas e promover uma regeneração de uma nova camada, lisa e suave.

Pode usar peeling químico na gravidez?

Sim, mas não todos os tipos. Os peelings químicos possuem 4 subdivisões, que podem ajudar na escolha do melhor para cada tipo de pele. No caso de gestantes, os peelings muito superficiais e superficiais são ideais, pois eles se limitam a remover apenas as células mortas da epiderme, renovando a camada cutânea mais externa, sendo altamente indicado para o tratamento de manchas escuras, marcas de acne e rugas. Por não atingir a derme, não existe nenhum risco para mulheres na gestação, portanto é possível usar esse peeling químico na gravidez, pois a epiderme é uma camada da pele que não possui vasos sanguíneos e vasos linfáticos.

Além dos tipos de peeling, vale destacar os ácidos usados no procedimento, responsáveis pela descamação e renovação cutânea. Dentre os ácidos usados, o peeling de fenol e retinol são altamente perigosos para as gestantes, afinal, esses dois peelings tratam e atingem a derme (camada da pele vascularizada), por isso jamais devem ser utilizados por gestantes. Esses peelings possuem substâncias que podem prejudicar o desenvolvimento do bebê em sua composição, podendo provocar diversos problemas na gestação que vão afetar a vida do bebê para sempre.

Tipos de peeling químico

A gama de tratamentos de peeling é muito ampla, portanto, os tratamentos na versão química precisam de subdivisões para auxiliar na escolha daquele que funciona melhor para seu tipo ou condição de pele.

Peeling químico muito superficiais:

Os peelings muito superficiais limitam-se a remover apenas as células mortas da pele, afinando o estrato córneo (camada mais externa da pele). É adequado para o tratamento de pequenas marcas de acne e rugas finas, além de poder ser usado em gestantes por ser muito superficial.

Peeling químico superficial:

Refere-se a um tratamento leve, que remove as camadas mais superficiais da pele atingindo as células vivas da epiderme, apropriado para clarear manchas e combater marcas de acne ou rugas superficiais, e tem como vantagem a rápida recuperação da pele. Também pode ser usado durante a gravidez devido a sua superficialidade de tratamento.

Peeling químico médio:

O objetivo deste peeling é romper e esfoliar intensamente a epiderme, muito além do estrato córneo, causando descamação intensa para reduzir rugas finas e médias e algumas imperfeições mais superficiais da pele, além de estimular o aumento da produção de colágeno. Um peeling químico médio tem maior penetração na pele, tornando-o mais doloroso, mas a dor, em última análise, varia de paciente para paciente. Normalmente, neste tipo de peeling, é utilizado o TCA (ácido tricloroacético). Esta categoria de peeling não é recomendada para gestantes, pois atua mais profundamente na pele, podendo causar danos para a mamãe e para o bebê.

Peeling químico profundo:

No tratamento de peeling profundo, as camadas internas da pele são renovadas, sendo muito utilizado em casos de cicatrizes profundas de acne ou acidentes e rugas profundas. O peeling químico profundo atinge a derme reticular, a camada mais profunda da pele, e são feitos inteiramente por tratamentos com fenol, por isso, jamais deve ser usado em gestantes.

Benefícios do peeling químico

O processo de peeling químico é versátil e traz diversos benefícios para a saúde da pele, como:

• Combate rugas e linhas de expressão;

• Reduz cicatrizes de acne e acidentes;

• Clareia manchas da idade ou manchas causadas pela exposição solar;

• Melhora a aparência da pele renovando as camadas cutâneas;

• Reduz a oleosidade da pele;

• Aumenta a produção de colágeno;

• Previne cravos e espinhas.

Todos esses benefícios dependem do tipo de peeling que será realizado, superficial, médio e profundo, bem como do seu tipo de pele, pois esse procedimento cosmético tem resultados satisfatórios para peles com tons mais claros.

Tratamentos e produtos com peeling químico

Todos os produtos da ADA TINA possuem o selo Mother Friendly, atestando serem completamente seguros e podendo ser utilizados por gestantes, pois não possuem substâncias que podem causar problemas na saúde da mamãe ou do bebê.

peeling químico

O X-Peel Glycolic Ultra Peeling é um sérum anti-idade e clareador, formulado com Tecnologia Duplo Peeling com uma ação sinérgica entre ácidos de AHA + BHA 11,25% que renova, rejuvenesce intensamente e clareia manchas escuras, inclusive o melasma, proporcionando uma pele muito mais jovem, bonita e uniforme, se encaixando na categoria de peeling químico superficial, ou seja, completamente seguro para gestantes. Aplique de 4 a 6 gotas de X-peel Glycolic Ultra Peeling sobre a pele do rosto limpa e seca, somente a noite.

PEELING: SAIBA O QUE É E PARA QUE SERVE

Peeling: O que é?

Peeling: saiba o que é e para que serve

Você provavelmente já ouviu falar do peeling, certo? Ele é um procedimento capaz de promover a renovação celular, clareando diversos tipos de manchas na pele, além de ter um papel importante no tratamento de rugas e linhas de expressão. Saiba mais sobre como o peeling funciona e como utilizá-lo a seu favor com as dicas da ADA TINA.

Você sabe o que é peeling e para que serve?

O peeling é um procedimento seguro, capaz de renovar as células mortas da pele através da esfoliação, trazendo inúmeros benefícios como o clareamento de diversas manchas provenientes de acnes, melasma, e outros fatores. Além disso, ele é capaz de aumentar a produção de colágeno, tornando a pele mais firme, rejuvenescida, iluminada, com menos rugas e linhas de expressão. O peeling também é muito eficaz em diversos casos de acne, pois age desobstruindo os poros, reduzindo a oleosidade e a inflamação da pele.

Tipos de peeling

Existem dois tipos de peeling: químicos (feitos a partir do uso de ácidos, como o ácido glicólico, salícico ou mandélico por exemplo), e os físicos, também chamado de peeling mecânico, que são aqueles feitos a partir de esfoliantes (presentes em gel ou sabonetes), com os quais é preciso massagear a pele para que ocorra o processo de remoção das células mortas, renovando as células e agindo de forma a clarear as manchas existentes.

Os benefícios do peeling e como ele age em nossa pele

Existem diferentes tipos de peeling e cada um age de maneira espevifica na pele,e é muito importante sempre consultar um profissional que encaminhe o tipo adequado para a sua pele.

Os benefícios do peeling são muitos, dentre eles está o clareamento e tratamento do melasma, renovação celular, tratamento da acne, redução da oleosidade da pele, desobstrução dos poros e aumento da produção do colágeno, tornando a pele rejuvenescida, eliminando rugas e deixando-a mais firme.

Quais os produtos da ADA TINA que oferecem algum tipo de peeling e porque?

A ADA TINA possui os produtos ideais para o tratamento da sua pele, mantendo-a mais jovem, bonita e saudável. No caso do peeling, o Glicolic K da ADA TINA, é um sérum formulado com ácido glicólico que atua removendo as células mortas da pele através da microesfoliação, rejuvenescendo, reduzindo a oleosidade e a acne, além de ajudar a clarear as manchas pois possui ácido kójico em sua formulação, um potente clareador.

Cuidados necessários para antes e após realizar o peeling

O peeling é um tratamento muito eficaz, mas pode se tornar prejudicial se não realizado da forma correta. É preciso tomar os cuidados necessários durante o seu uso.

Conforme orienta o Farmacêutico Especialista Dr. Maurizio Pupo, jamais associe o peeling com outros esfoliantes, sua pele pode ficar muito sensível e causar danos sérios. Lembre-se também que não é recomendado aplicar o peeling sobre regiões sensibilizadas, com rosácea, queimadas do sol, entre outros tipos de comprometimento da estrutura celular. Além disso, jamais se exponha ao sol de forma intencional durante o tratamento, consideramos intencionais as exposições em praia ou piscina, no dia a dia é necessário se expor em trajetos corriqueiros, lembre sempre de utilizar o protetor solar com 12 horas de proteção e evite permanecer exposto de forma excessiva.

Peeling: Mitos e Verdades

O peeling, apesar de muito conhecido pelas pessoas, engloba alguns mitos, como a maioria dos procedimentos estéticos, então trouxemos aqui a maioria das dúvidas e esclarecemos com o Dr. Maurizio Pupo o que é realmente verdade sobre esse tratamento.

– Para ser efetivo, o peeling precisa descamar a pele? Mito. Nem sempre o peeling causa descamação excessiva, e nem por isso ele deixa de ser efetivo. Os peelings modernos podem ser feitos até mesmo diariamente com o uso de produtos cosméticos microesfoliantes (como exemplo, citamos o Glicolic K anteriormente), que não descamam aparentemente, e fazem o tratamento ter os resultados esperados sem danificar a aparência da pele no dia a dia.

– O peeling sempre deixa a pele vermelha e irritada? Mito. Nem todos causam vermelhidão, os peelings modernos são feitos diariamente com a aplicação de ácidos, de forma controlada, como no caso do Glicolic K, que com o ph equilibrado não causa irritações na pele.

– O peeling sempre dói muito? Mito. O peeling não arde a pele e não causa dor, caso isso aconteça é preciso averiguar as possíveis causas dessa irritação. Os peelings modernos dificilmente causam esses efeitos colaterais.

– O peeling pode ser feito diariamente em casa? Verdade. O tratamento é feito a partir da esfoliação da pele, que causa a renovação celular e pode ser realizado diariamente em casa, com a aplicação de ácidos (peeling químico) ou através do uso de tipos de gel e sabonetes esfoliantes (peeling físico).

Protocolo para esfoliação química e física em casa

É muito simples realizar esses procedimentos de cuidados da pele em casa, basta se atentar aos detalhes e ao seu tipo de pele para que a esfoliação física ou química seja feita corretamente e não cause danos a sua pele.

A higienização é um dos principais cuidados que devemos ter diariamente. No caso do peeling físico, esse cuidado pode ser feito até mesmo no banho (sempre com a água morna, jamais utilizar água muito quente). Você aplica o gel ou sabonete esfoliante, massageando suavemente, depois basta enxaguar e, com a pele seca, aplicar o seu hidratante.

No caso do peeling químico, é preciso utilizar após a etapa de higienização. Você faz a limpeza da sua pele como de costume e, com a pele já limpa e seca, aplica o produto para o peeling. Basta deixar durante o tempo necessário, depois é só retirar o produto e aplicar o seu hidratante. Faça esse processo semanalmente, para que a sua pele não fique agredida com a quantidade de aplicações. Isso deve ser feito no caso de peelings mais agressivos, pois no caso do Glicolic K, é permitido o uso todos os dias, por se tratar de um produto com formulação pensada no tratamento gradual, com ph equilibrado, ele não irrita a pele e pode ser aplicado diariamente antes de dormir ou durante o dia também.

Sérum Clareador Anti-idade Glycolic K | ADA TINA

Lembramos sempre que, é necessário em ambos os casos, utilizar o protetor solar com 12 horas de proteção, mantendo a sua pele protegida durante o dia todo e evitando o surgimento de manchas ou inflamação.