Tag: peles ressecadas

PELE SECA: 6 DICAS PARA RECUPERAR A HIDRATAÇÃO NATURAL!

Quem tem a pele seca costuma sofrer de uma série de incômodos no dia-a-dia, como a sensação constante de repuxamento, coceira, vermelhidões, sensibilidade, descamação e ocasionais inflamações. Resolver esses problemas é uma tarefa delicada e exige cuidados especiais. Continue a leitura e confira o que preparei para te ajudar a recuperar a boa aparência da pele!

Por que ficamos com a pele seca?

A pele seca é um dos mais característicos tipos de pele, identificada especialmente pela baixa produção de oleosidade, poros muito fechados, baixa concentração de lipídios e agentes bióticos trabalhando sobre sua superfície. Isso acaba causando uma série de sensibilidades, deixando sua pele vulnerável, já que a produção normal do sebo está abaixo do necessário.

Esse tipo de pele pode ser comparado a um campo árido, onde pouca vida se prolifera. Com isso, as bactérias boas não conseguem agir criando uma proteção extra para sua pele, ela começa a se tornar incapaz de reter a hidratação, perdendo a elasticidade, proteção, brilho e resistência.

A pele pode se tornar seca por uma série de condições chaves:

1. O clima do ambiente

O clima pode deixar a pele ressecada temporariamente, mas quando a perda de hidratação se prolonga, a situação pode se tornar crônica. Ambientes secos, frios e com muito vento são os principais fatores para o surgimento da pele ressecada. O excesso de calor, por sua vez, associado ao fotoenvelhecimento, também pode ser um agente do envelhecimento precoce.

2. Condições hormonais

Em especial o hipotireoidismo, quando a produção hormonal tem uma queda relevante, as condições hormonais afetam consideravelmente a saúde da pele, causando ressecamento, bolsões nos olhos e perda do viço da pele.

3. Produtos, roupas e ambientes

Usar muitos produtos químicos agressivos para a pele com frequência, como sabão, álcool e afins, causa um ressecamento acentuado na pele, removendo lipídeos mais rápido do que ela é capaz de repor.

Roupas muito pesadas ou acessórios, como máscaras mal vedadas e locais mal ventilados podem ser fatores que facilitam o ressecamento que, assim como no caso do clima, podem ser temporários ou se tornarem crônicos quando a cútis atinge certo nível de desidratação.

4. O Sol

Apesar de todos os benefícios, o sol também pode ser um dos principais vilões, pois ativa a produção sebácea na pele. Em tecidos mais enfraquecidos, pode ser o grande vilão do fotoenvelhecimento, causando processos inflamatórios, irritações e especialmente o aparecimento de manchas escuras, como o melasma.

5. Banhos muito quentes

O vapor de água quente é ótimo para cuidar dos poros da pele, mas com cautela. Em excesso, o banho quente causa prejuízos para o rosto até o couro cabeludo, trazendo consigo caspas e outros processos inflamatórios como a dermatite seborreica, por exemplo.

6. Idade

Com a idade, a produção de estrogênios aumenta, especialmente entre mulheres passando pela menopausa, e é natural que a pele perca sua elasticidade e tenha dificuldades de repor a sua hidratação e proteção natural com o passar dos anos.

Como tratar a pele seca?

O primeiro passo para tratar a pele seca é identificar a causa. Não é raro que isso seja um conjunto de fatores que acabam dificultando o equilíbrio da hidratação. O inverno, por exemplo, é a estação com condições relativamente desfavoráveis, exigindo cuidados especiais com a cútis para que os prejuízos não acabem se transformando na sua condição natural.

Mais do que identificar as circunstâncias na acentuação do ressecamento, é importante criar uma rotina de hidratação para ajudar a recuperar mais rápido a capacidade de reter o líquido sobre a pele. Não deixe de escolher produtos especiais para o seu tipo de pele, que no caso da pele seca envolve:

1. Cremes mais emolientes

Aproveite para usar cremes que tenham maior consistência e oleosidade, criando assim uma camada extra de proteção no estrato córneo, que é a parte mais superficial. A hidrofobia (não se mistura com a água) desse tipo de creme dificulta a perda de líquido.

Vale a pena buscar especialmente por princípios ativos como ceramidas essenciais, poderosos umectantes, ou seja, ativos que criam uma camada protetora evitando assim a perda de água transepidermal (perder água da pele) e a niacinamida, que tem uma atividade antioxidante importante para evitar a perda de elasticidade.

2. Sabonetes suaves

Por acumular menos óleo, esse tipo de pele também precisa de menos lavagens. É importante se proteger dos agentes poluentes e do suor do dia-a-dia, mas igualmente importante é escolher bem como ter esse cuidado. Evite sabonetes que secam a pele, e também o excesso de esfoliação. Uma vez a cada duas semanas costuma ser o suficiente.

Devido à sensibilidade na pele, é provável que durante o dia você sinta a necessidade de lavar o rosto, e você deve, desde que use um sabonete suave.

3. Demaquilantes e tonificadores

Os demaquilantes e tonificadores devem ser uma parte importante da sua rotina de skincare: evite ao máximo usar maquiagens comedogênicas. Devemos usar as não-comedogênicas, isto é, que não entopem os poros.

Ao demaquilar, use componentes sem álcool e com ação gentil com a pele, como as águas micelares, por exemplo. Então é hora da tonificação, que regula o pH da pele, o que é indispensável, afinal, esse é um dos fatores que ajudam na regulação dermatológica.

4. Séruns

Os séruns podem e devem ser usados em conjunto com o hidratante, já que têm absorção rápida. O mais interessante é que eles vêm turbinados com um princípio ativo especial para diferentes especialidades, como a vitamina C, o ácido hialurônico e a niacinamida, com propriedades anti-envelhecimento e de reconstrução dos tecidos muito importantes.

Lembre-se: o ideal é usar o sérum antes do creme hidratante.

5. Maquiagens com fator de proteção

Algumas maquiagens produzidas atualmente ajudam especialmente a dar um aspecto mais uniforme na pele, corrigindo a aparência rachada ou mesmo avermelhada, tudo isso sem causar danos ou afetar a saúde da pele.

Recupere o brilho e proteção da sua pele no dia a dia com as maquiagens Ada Tina.

6. Proteção solar

Por último e mais importante, garanta a proteção solar. No caso da pele seca, é comum que esse problema afete todo o corpo, exigindo um cuidado especial com os pés, mãos, cotovelos e ombros.

É importante usar protetor solar mesmo em dias sem sol. O FPS faz diferença quando falamos de proteção solar para peles secas, que devem começar a partir do fator 50.

A exposição ao sol pode piorar consideravelmente o envelhecimento e também o aparecimento de manchas escurecidas. Vale a pena ainda escolher um protetor especial para o tipo de pele seca, como o Normalize Hydra Comfort FPS 90, que conta com um alto fator de proteção, além de efeito calmante contra irritações que a exposição ao sol causa.

Outros cuidados essenciais com a pele seca

Além da rotina diária de cuidados com a pele, vale a pena ter alguns cuidados complementares:

– Beba muita água: estamos falando de hidratação, então nunca é demais reiterar o quanto a água é vital para recuperar o nível de hidratação.

– Cuide da alimentação: consuma alimentos ricos em vitamina A e E, frutas cítricas, peixes e vegetais ricos em água, como pepinos e melancia. Fuja de alimentos muito gordurosos, especialmente para evitar criar oleosidade na zona T do rosto.

– Evite acessórios e roupas abrasivas: a pele seca é muito sensível ao toque, e usar roupas pouco confortáveis ou acessórios que repuxem o cabelo ou a pele podem aumentar seu desconforto.

– Pratique exercícios: os benefícios dos exercícios para a pele seca são muitos, já que a boa oxigenação dos tecidos garante o melhor trabalho deles e maior retenção de hidratação, especialmente para pessoas com diabetes, já que o ressecamento da pele é um dos efeitos colaterais.

– Use sabonetes com efeito hidratante: troque a barra por um sabonete em gel e escolha álcoois em gel com fator hidratante, que preservem a textura da pele e não criem irritações prolongadas.

– Maneire na temperatura do banho: o banho quente é um grande vilão. Se não se acostumar com banhos mais frios, ao menos tente reservar água fria para lavar o rosto e os cabelos, isso já vai fazer uma boa diferença.

Gostou das dicas? Você pode fazer muito por sua pele seca, o importante é ter disciplina, boas informações e especialmente escolher produtos de qualidade. Na Ada Tina você encontra tudo isso e muito mais. Aproveite o blog Ada Tina para aprender mais sobre cuidados avançados com a pele.

RESSECAMENTO DA PELE MASCULINA

O ressecamento da pele é resultado natural do seu processo de envelhecimento e do próprio avanço da idade. Este fenômeno, também conhecido como xerose senil, é marcado pela perda gradual da capacidade da pele em reter água. Assim, a água responsável pela hidratação da pele é perdida facilmente para o ambiente, deixando-a cada vez mais desidratada e suscetível a descamações, fissuras, vermelhidão e, ocasionalmente, sangramentos.

O entenda a xerose senil no homem

envelhecimento da pele masculina é influenciado por fatores biológicos que contribuem para esta perda progressiva da hidratação da pele. Confira:

Diminuição da espessura da pele.

pele do homem é mais espessa quando comparada a pele feminina, devido à grande produção de hormônios andrógenos. A maior produção de testosterona no homem incentiva a produção de queratina, deixando a pele mais grossa. No entanto, como avanço da idade e a queda natural destes níveis hormonais, a pele masculina tende a ficar mais fina.

Aumento da perda de água através da pele.

A pele envelhecida é mais fina e sensível e não consegue reter a água presente nas camadas mais profundas da pele. Dessa forma, a perda de água através da cútis envelhecida é maior, comprometendo sua hidratação e ressecando a pele.

O envelhecimento da pele do homem é mais sutil.

Nos homens, a queda na produção dos hormônios andrógenos ocorre de maneira mais gradual, o que não causa alterações marcantes na aparência da pele de forma muito agressiva. Já no corpo feminino, o envelhecimento segue o caminho contrário sendo influenciado pela queda repentina na produção hormonal, resultado da menopausa, levando a um processo de envelhecimento mais drástico e perceptível.

Pele seca: O que fazer?

A melhor solução para cuidar da pele ressecada é investir em hidratantes semioclusivos ou, em casos mais extremos, hidratantes oclusivos. Estes produtos são uma boa pedida já que auxiliam na retenção da água na pele através da formação de uma barreira hidratante, impedindo ou reduzindo a perda de água através da pele que se torna mais saudável e hidratada a cada dia de uso do produto.