Tag: pele do homem

RESSECAMENTO DA PELE MASCULINA

O ressecamento da pele é resultado natural do seu processo de envelhecimento e do próprio avanço da idade. Este fenômeno, também conhecido como xerose senil, é marcado pela perda gradual da capacidade da pele em reter água. Assim, a água responsável pela hidratação da pele é perdida facilmente para o ambiente, deixando-a cada vez mais desidratada e suscetível a descamações, fissuras, vermelhidão e, ocasionalmente, sangramentos.

O entenda a xerose senil no homem

envelhecimento da pele masculina é influenciado por fatores biológicos que contribuem para esta perda progressiva da hidratação da pele. Confira:

Diminuição da espessura da pele.

pele do homem é mais espessa quando comparada a pele feminina, devido à grande produção de hormônios andrógenos. A maior produção de testosterona no homem incentiva a produção de queratina, deixando a pele mais grossa. No entanto, como avanço da idade e a queda natural destes níveis hormonais, a pele masculina tende a ficar mais fina.

Aumento da perda de água através da pele.

A pele envelhecida é mais fina e sensível e não consegue reter a água presente nas camadas mais profundas da pele. Dessa forma, a perda de água através da cútis envelhecida é maior, comprometendo sua hidratação e ressecando a pele.

O envelhecimento da pele do homem é mais sutil.

Nos homens, a queda na produção dos hormônios andrógenos ocorre de maneira mais gradual, o que não causa alterações marcantes na aparência da pele de forma muito agressiva. Já no corpo feminino, o envelhecimento segue o caminho contrário sendo influenciado pela queda repentina na produção hormonal, resultado da menopausa, levando a um processo de envelhecimento mais drástico e perceptível.

Pele seca: O que fazer?

A melhor solução para cuidar da pele ressecada é investir em hidratantes semioclusivos ou, em casos mais extremos, hidratantes oclusivos. Estes produtos são uma boa pedida já que auxiliam na retenção da água na pele através da formação de uma barreira hidratante, impedindo ou reduzindo a perda de água através da pele que se torna mais saudável e hidratada a cada dia de uso do produto.

OS PERIGOS DA POLUIÇÃO NA PELE DO HOMEM

Os perigos da poluição na pele do homem: efeitos dos radicais livres na saúde da pele masculina

A saúde e a beleza da pele masculina também sofrem grandes influências da ação dos radicais livres. Estas moléculas maléficas causam a danificação direta da pele e de suas estruturas e podem, inclusive, causar alterações no DNA celular.

A pele possui um sistema de defesa antioxidante, os chamados antioxidantes endógenos, que combate a ação dos radicais livres. Mas alguns fatores, como a poluição, os raios solares e o envelhecimento, podem gerar um desequilíbrio e criar o chamado estresse oxidativo. Dessa maneira, o organismo se torna incapaz de bloquear a ação destes radicais livres, levando ao envelhecimento da pele masculina de maneira acelerada.

A pele masculina em especial, apresenta uma menor produção de agentes antioxidantes devido a fatores hormonais. A alta presença de antioxidantes na pele da mulher está ligada aos hormônios comuns ao corpo feminino, como o estradiol e estrogênio, presentes em quantidades muito reduzidas no homem. O estrogênio possui ação antioxidante equivalente ao da vitamina E.

Esta deficiência no sistema antioxidante masculino pode ser agravada por maus hábitos de exposição ao sol ou até mesmo tabagismo e alimentação desbalanceada. Além disso, o avanço da idade também atua de maneira negativa, já que a produção natural de radicais livres se intensifica naturalmente.

Danos causados pela poluição

Os poluentes presentes no meio ambiente comprometem a saúde e a beleza da pele e, em conjunto com a exposição solar, agravam a produção de radicais livres e a consequente degradação da saúde da pele com destruição das fibras de sustentação e redução do conteúdo de colágeno e elastina, causando rugas profundas e flacidez.

Também a maior produção de sebo e oleosidade na pele do homem é uma desvantagem. O fato é que a maioria das partículas poluentes do meio ambiente se aderem ao sebo e à oleosidade, aumentando a produção de radicais livres na pele masculina.

Ainda, homens com pele sensível, ou aqueles que sofrem com as agressões causadas pela lâmina de barbear, são mais suscetíveis às ações dos poluentes ambientais relacionadas ao excesso de poluição atmosférica. Por isso, atenção aos cuidados diários com a pele masculina, que deve ser sempre cuidada com produtos suaves e ricos em antioxidantes, além de ser mantida limpa e seca o dia todo.

OLEOSIDADE DA PELE DO HOMEM: DUAS VEZES MAIS OLEOSA

A oleosidade da pele é, com certeza, uma das diferenças principais entre a pele do homem e a pele da mulher. Os homens possuem glândulas sebáceas em maior número e tamanho que, sob a influência da testosterona, produzem mais sebo. Esta produção é, em média, duas vezes maior nos homens quando comparada às mulheres e, como resultado, a oleosidade no rosto masculino aumenta, garantindo aspecto mais brilhante e gorduroso.

O drama da acne

Segundo dados divulgados pela Revista Surgical And Cosmetic Dermatology e Indian Journal of Dermatology Venereologyand Leprology, a acne vulgar – tipo de acne mais comum – atinge cerca de 95% dos adolescentes podendo persistir na idade adulta.

Os homens acabam sendo mais afetados pela acne durante a puberdade, época em que tendem a apresentar as formas mais graves desta doença de pele pois, segundo especialistas, a acne do adolescente está ligada a ação dos hormônios masculinos que, como o próprio nome já diz, está presente em quantidades muito maiores nos homens.

Acne: o que causa?

A produção excessiva de sebo pelas glândulas sebáceas é um dos principais fatores que contribuem para o agravamento da acne no homem. Esta condição está diretamente relacionada ao aumento dos níveis de hormônios andrógenos. Além disso, a alteração no processo de queratinização pode ocasionar a formação dos comedões, pois a produção de queratina em grande quantidade obstrui a pele e forma os famosos cravos no rosto.

A presença de micro-organismos também é um fator de influência. Na acne, existe uma grande concentração do propionibacterium acnes, uma bactéria associada à formação da acne no rosto. Por fim, o quarto e último motivo para o aparecimento da acne seriam os fatores hereditários. Filhos de pais que tiveram acne na adolescência têm 50% ou mais de chance de desenvolverem também esta doença de pele.

Como cuidar da pele masculina

Com características próprias e muito perceptíveis, a pele do homem possui particularidades que exigem atenção especial. O farmacêutico e especialista em cosmetologia, Dr. Maurizio Pupo, explica que a variação na textura e características da pele entre os sexos se dá, em especial, pela concentração alta de diferentes hormônios. O homem possui maior concentração de testosterona, enquanto a mulher produz estrogênio em maior quantidade.

Dessa maneira, ambos os hormônios interferem na pele de maneira diferente. “A interferência ocorre de tal maneira que a testosterona alta, fundamental para a formação dos caracteres masculinos, também afeta a glândula produtora de sebo, causando seu aumento”, explica.

O drama da oleosidade

Com grande influência da testosterona em excesso, a pele masculina é mais oleosa e, como consequência, ganha também poros dilatados e sofre ainda mais com a temida acne. A acne do homem é sempre mais grave do que no sexo feminino, sendo ainda mais incidente durante os anos da adolescência.

Este excesso de oleosidade no rosto também deixa a pele mais escura devido à exposição a poluição, por exemplo. Outra característica marcante masculina é a sua pele mais grossa — com maior quantidade de queratina, a pele é menos flexível e mais áspera quando comparada a feminina.

A oleosidade afeta também a saúde dos cabelos e pode até mesmo desencadear a dermatite seborreica, caracterizada pela descamação do couro cabeludo devido ao excesso de sebo. Por outro lado, a testosterona pode também causar a queda de cabelo no homem, contribuindo para o desenvolvimento da calvície.

Pele do homem: como cuidar

Apesar da longa lista de efeitos, lidar com a pele oleosa masculina é mais simples do que imaginamos. A alimentação saudável é um fator importante: o ideal é evitar a ingestão de alimentos gordurosos ou com gorduras de baixa qualidade, como carnes e embutidos.

Uma boa rotina de cuidados inclui a limpeza da pele do homem, utilizando-se sabonetes suaves e livres de sabão. A esfoliação do rosto também é uma boa pedida e os produtos com microesferas abrasivas (responsáveis pela esfoliação mecânica) também ajudam no processo de rejuvenescimento celular. Além disso, a esfoliação também ajuda na diminuição da foliculite da barba, infecção no folículo em que o pelo nasce.“A testosterona tende a aumentar a espessura da pele e a esfoliação atua na eliminação da queratina excessiva, enquanto limpa profundamente os poros”, explica Dr. Maurizio.

O farmacêutico também recomenda o uso de produtos à base de zinco, componente escasso na pele do homem que pode atuar como antioxidante potente. Outra opção é o uso do ácido salicílico, produto que, em concentrações corretas, atua como um esfoliante suave para a pele.

O fantasma do envelhecimento

Em relação ao temido envelhecimento da pele, as mulheres ganham com grande vantagem. Com a alta concentração de estrogênio, hormônio com forte poder antioxidante, a pele da mulher é mais protegida diante dos efeitos da idade. Dessa maneira, a pele masculina sofre uma influência ainda mais intensa dos agentes externos, como raios do sol, poluição e o cigarro, por exemplo.

Segundo Maurizio Pupo, o envelhecimento da pele do homem é mais intenso e enérgico quando comparado ao feminino. Por isso, a melhor solução contra os efeitos da idade é o uso de cremes antioxidantes. Substâncias como a vitamina C, delta viniferina e a vitamina E são boas opções, conforme o farmacêutico.

Quebra de padrões

Apesar do aumento no uso de cosméticos e a procura crescente por médicos dermatologistas, o homem é mais indisciplinado quanto aos cuidados diários com a pele. O homem tende a abusar mais do cigarro e da má alimentação, além de se expor mais ao sol. “Homens tendem a apresentar manchas na pele, rugas e sinais de envelhecimento bastante salientes, fazendo um contraponto àquela mulher que se cuida mais e chega a uma certa idade ainda com a pele muito bonita: por isso, os homens precisam se cuidar mais”, conclui Maurizio Pupo.

Pele Masculina: cuidados durante o verão

Com a pele naturalmente mais espessa e oleosa, a pele masculina requer cuidados diferenciados. Mas como cuidar deste tipo de pele durante o verão? Conversamos com o farmacêutico e especialista em cosmetologia, Dr. Maurizio Pupo, para entender quais são os efeitos do verão na pele masculina e como mantê-la protegida durante esta estação. Confira!

Os efeitos do verão na pele masculina

Segundo Dr. Maurizio Pupo, a pele do homem sofre mais durante o verão, já que o calor desta temporada induz a uma produção maior de sebo pelas glândulas sebáceas. Como consequência, a oleosidade da pele masculina aumenta ainda mais, e este processo pode levar ao aparecimento de acne e deixar os poros mais dilatados.

Além disso, a pele do homem é mais suscetível ao envelhecimento devido à produção menor de antioxidantes naturais quando comparada a pele feminina. O aumento da radiação solar e dos raios ultravioleta faz com que a pele do homem seja mais predisposta aos efeitos maléficos dos radicais livres nesta estação. Dessa maneira, o verão torna a pele masculina ainda mais sensível ao aparecimento de manchas, rugas e linhas de expressão, por isso, sua pele precisa de mais atenção e mais proteção.

Cuidados com a pele masculina

Durante o verão, época em que a oleosidade da cútis aumenta naturalmente, o homem deve cuidar ainda mais da pele, dando atenção especial a limpeza diária. O ideal é utilizar produtos livres de sabão, permitindo uma limpeza intensa e purificante da pele, sem ressecá-la.

O Dr. Maurizio também sugere que a esfoliação da pele masculina deve ser feita com maior frequência, mas sempre com suavidade. A esfoliação da pele, quando realizada com produtos adequados, estimula a renovação celular, deixa a pele mais clara, desobstrui os poros e ainda diminui a oleosidade.

Investir em produtos secativos, como máscaras ou loções matificantes, é uma boa pedida. Estes produtos podem auxiliar na diminuição da oleosidade da pele, combatendo a acne e o brilho excessivo, mais comum na pele do homem.

O uso de um bom protetor solar também é necessário: fotoprotetores com ação mais duradoura podem ser uma opção para quem não tem tempo de reaplicar o produto ao longo do dia. O fator mais indicado para a pele do homem é o FPS 30, fator de proteção que já protege contra mais de 96% da radiação solar. Optar por produtos com ação matificante também é uma sugestão interessante, já que protegem a pele enquanto auxiliam no controle da sua oleosidade.

O farmacêutico aconselha também a escolha de produtos dermocosméticos com ativos antioxidantes para a pele, já que a pele do homem tende a sofrer mais com os radicais livres produzidos pela incidência dos raios do sol.

ENVELHECIMENTO DA PELE DO HOMEM É DIFERENTE DA PELE DA MULHER

O processo de envelhecimento da pele pode ser determinado pelo gênero. Na verdade, o gênero é um dos mais importantes fatores que influenciam a anatomia facial e também o comportamento de cada pessoa que, por sua vez, irá influenciar muito no processo de envelhecimento cutâneo. Esta é a conclusão de um estudo publicado no Dermatologic Surgery, em julho de 2016, e chega a conclusões importantes quando se deseja compreender as diferenças no processo de envelhecimento da pele dos gêneros estudados.

A pele do homem é diferente

Existem diferenças importantes, tanto nos fatores intrínsecos como extrínsecos, que levam ao envelhecimento da pele masculina. Os homens possuem a epiderme e a derme mais espessa e com mais apêndices cutâneos (pelos e unhas) quando comparado à pele feminina. Um ponto muito interessante é que a pele do homem possui menor capacidade antioxidante e, uma vez exposta à radiação solar, sofre mais com a imunossupressão UV induzida. Também apesar de ser maior e mais quadrada, a face do homem possui menos tecido subcutâneo mole – gordura – quando comparado à pele da mulher, especialmente na região mediana da bochecha – explicando o seu formato mais quadrado.

Homens possuem hábitos menos saudáveis

Outra conclusão importante do estudo é que os homens possuem hábitos menos saudáveis que as mulheres. Homens fumam mais e são menos adeptos à rotina de aplicação de fotoprotetores, contribuindo para um envelhecimento mais acentuado da pele masculina. Por isso, homens desenvolvem mais facilmente rugas profundas além de apresentar um maior envelhecimento da pele na região dos olhos – maior número de linhas de expressão e linhas mais marcantes – e maior incidência de queda dos cabelos.

Pele masculina precisa de cuidados mais intensos

Assim fica fácil compreender que a pele do homem necessita de maiores cuidados e, em especial, de produtos cosméticos com maior poder antioxidante capazes de neutralizar radicais livres com maior eficácia e prevenir rugas profundas, manchas e marcas de expressão. Além disso, esfoliar a pele com maior frequência a fim de reduzir a camada córnea que é mais espessa no sexo masculino, e manter estimulada a taxa de renovação celular podem ser medidas importantes para se reduzir o envelhecimento da pele masculina.