Tag: Clarear Melasma

ONDAS DE CALOR PODEM PIORAR O MELASMA?

O que é o melasma?

Melasma é uma condição genética e crônica caracterizada pelo aparecimento de manchas escuras na pele, mais comumente na região facial, embora também possa ocorrer nos braços e colo. Esta condição afeta predominantemente as mulheres, embora também possa ser observada em homens. Embora não haja uma causa definitiva estabelecida, muitas vezes o melasma está associado ao uso de contraceptivos femininos, à gravidez e, principalmente, à exposição solar.

O desencadeador primário do melasma é a exposição à luz ultravioleta, além da luz visível e calor (infravermelho). Além dos fatores hormonais e da exposição aos raios solares, a predisposição genética e o histórico familiar desempenham um papel significativo no desenvolvimento dessa condição. O melasma pode se manifestar como manchas escuras irregulares na pele, e sua persistência é muitas vezes influenciada pela intensidade e duração da exposição aos fatores desencadeantes.

O manejo e tratamento do melasma geralmente envolvem abordagens como o uso de protetor solar, tratamentos tópicos, procedimentos dermatológicos e, em alguns casos, intervenções hormonais, dependendo das características individuais do paciente.

Melasma e o calor intensivo

As mulheres com melasma frequentemente experimentam uma piora significativa durante o verão, e é comum ouvir a expressão: “Eu não tomei sol e o melasma piorou”.

O melasma é uma condição “traiçoeira” que pode se agravar mesmo na sombra, pois está sujeito a diversos estímulos, como exposição solar, calor, estresse, uso de medicamentos e irritações locais. O mecanismo exato que favorece o surgimento dessas manchas ainda não está completamente esclarecido.

A principal vilã responsável pelo escurecimento da pele no melasma é uma célula sofisticada e complexa chamada melanócito. Essa célula tem origem no sistema nervoso central e migra para a pele durante o período fetal, alojando-se numa camada intermediária entre a epiderme e a derme. Com uma aparência semelhante a um polvo, o melanócito possui vários receptores que respondem a estímulos de diversas fontes do organismo. Por esse motivo, o estresse pode agravar as manchas, uma vez que induz o aumento do cortisol, um hormônio que estimula a produção de melanina.

A melanina é uma proteína que se distribui na superfície da pele, contribuindo para nossa cor e funcionando como uma defesa contra agressões externas, como a radiação ultravioleta. Como mecanismo de proteção, a produção de melanina é aumentada em resposta a agressões como queimaduras solares, peelings, depilação com cera, ácidos, entre outros. Portanto, é crucial que o tratamento para o melasma não irrite a pele, pois a irritação pode resultar em uma maior produção de pigmento, escurecendo ainda mais as manchas.

A pele mais propensa a desenvolver melasma é aquela morena e miscigenada, pois nesses tipos de pele, o melanócito é mais competente e ativo.

SINTOMAS

Os sintomas do melasma manifestam-se através do surgimento de manchas irregulares e escuras ou acastanhadas na face, com uma localização típica, principalmente nas maçãs do rosto, região frontal (testa), nariz, lábio superior (conhecido como “buço”) e nas têmporas, além da lateral dos braços e colo. Essas manchas apresentam formatos irregulares e bem definidos, geralmente sendo simétricas, ou seja, semelhantes nos dois lados. Embora muitas vezes as pessoas associam o aparecimento das manchas ao uso de determinado creme, procedimentos de depilação com cera, acidentes domésticos envolvendo calor ou forno, todas essas possibilidades são consideradas apenas “mitos” e não foram cientificamente comprovadas.

TRATAMENTO

O dermatologista é o profissional mais adequado para diagnosticar e tratar o melasma. Os tratamentos disponíveis variam, mas frequentemente incluem orientações sobre hábitos de proteção contra os raios ultravioleta, luz visível, e o uso de medicamentos tópicos e procedimentos para o clareamento da pele. É importante destacar que o tratamento do melasma geralmente abrange um conjunto de medidas com o objetivo de clarear as manchas, estabilizar a condição e prevenir a recorrência do pigmento.

Cuidados para Prevenir e Tratar o Melasma:

  • Usar Protetor Solar diariamente: A exposição excessiva ao sol sem proteção é uma das principais causas do melasma. Portanto, é crucial aplicar protetor solar diariamente, mesmo em dias nublados, como medida essencial de prevenção. Proteger-se com um protetor de 12 horas de duração é essencial para não ter que retocar sempre e garantir uma profunda proteção contra os raios UVA e UVB.
  • Utilizar Dermocosméticos Clareadores: Dermocosméticos clareadores são eficazes na redução e tratamento do melasma. Evitar o uso desses produtos pode agravar a condição e prejudicar a saúde da pele.
  • Atenção à Luz Azul e Visível: Dispositivos eletrônicos, como smartphones e computadores, emitem luz azul e visível, que podem agravar o melasma ao estimular a produção de melanina. Recomenda-se o uso de protetor solar com ação anti-luz azul e visível para prevenir esse efeito.
  • Tratar Outras Condições de Pele: Algumas condições de pele, como a  acne, podem contribuir para o agravamento do melasma. Portanto, é essencial tratar todas as condições de pele em conjunto para promover uma pele uniforme e saudável.
  • Evitar Estresse Excessivo: O estresse pode desencadear diversos problemas de saúde, incluindo a piora do melasma. Reduzir o estresse por meio de atividades relaxantes pode ser benéfico para a saúde da pele.
  • Manter uma Alimentação Equilibrada: Uma dieta pobre em nutrientes e antioxidantes, rica em alimentos processados, pode impactar negativamente a saúde da pele, incluindo o melasma. Portanto, é importante manter uma alimentação equilibrada, com ênfase em frutas e vegetais.
  • Hidratar adequadamente a pele: A pele desidratada torna-se mais suscetível a danos, incluindo o melasma. Hidratar a pele diariamente com produtos adequados ao tipo de pele, preferencialmente sem fragrâncias e com ingredientes hidratantes como o ácido hialurônico, é fundamental para manter a saúde cutânea.

Protetor solar além da praia: Por que deve ser usado no dia a dia?

Temos o costume de associar o protetor solar a praias, piscinas e dias ensolarados. Porém, o uso desse produto não serve apenas para evitar queimaduras solares. Neste artigo, exploraremos a importância de incorporar o protetor solar à sua rotina diária, independentemente do clima, revelando como essa prática simples pode ser a chave para uma pele saudável e protegida.

Qual a importância do uso diário de protetor solar?

Engana-se quem pensa que o protetor solar é exclusivo para dias de praia ou ensolarados. Na verdade, a aplicação diária desse item é um passo crucial na rotina de cuidados com a pele. Vivemos em um mundo onde a exposição à luz solar é constante, mesmo em ambientes fechados, e os raios ultravioleta emitidos pelo sol podem penetrar até mesmo janelas e afetar a nossa pele. Neste cenário, o protetor solar torna-se um aliado essencial na prevenção de danos causados pelo sol, tais como envelhecimento precoce, manchas como o melasma, e até mesmo câncer de pele.

Ao incorporar o protetor solar à sua rotina diária, você cria uma barreira eficaz contra esses efeitos, preservando a vitalidade e a juventude da sua pele. Além disso, os benefícios vão muito além da estética, abrangendo a saúde a longo prazo. À medida que exploramos os motivos pelos quais o uso diário de protetor solar é indispensável, você descobrirá como esse hábito simples pode proporcionar uma pele radiante e protegida em todas as circunstâncias.

Como o protetor solar protege a pele?

O protetor solar é um verdadeiro escudo de defesa para a pele contra os danos causados pela exposição solar diária. Sua formulação atua como uma barreira protetora, bloqueando os raios ultravioleta (UV) prejudiciais emitidos pelo sol. Além de prevenir queimaduras solares, o protetor solar desempenha um papel fundamental na prevenção do envelhecimento precoce, evitando a formação de rugas, linhas de expressão e manchas causadas pela radiação UV, principalmente o melasma. Ao criar uma camada protetora, esse cuidado diário ajuda a manter a integridade da pele, proporcionando não apenas uma defesa contra os efeitos visíveis do sol, mas também promovendo uma saúde cutânea duradoura.

O protetor solar protege contra queimaduras, mas não só isso

O uso diário de protetores solares oferece uma série de benefícios que vão além da simples proteção contra queimaduras solares. Confira alguns dos principais benefícios ao incorporar o protetor solar à sua rotina diária:

Prevenção do Envelhecimento Precoce: Os raios UV são uma das principais causas do envelhecimento precoce da pele, como rugas e linhas de expressão. O protetor solar ajuda a manter a pele mais jovem e saudável.

Proteção Contra Manchas e Melasma: A exposição solar sem proteção pode levar ao surgimento de manchas escuras e melasma. O protetor solar ajuda a prevenir esses problemas, mantendo uma tonalidade de pele mais uniforme.

Redução do Risco de Câncer de Pele: A exposição constante ao sol aumenta o risco de câncer de pele. O uso diário de protetor solar é uma medida eficaz na prevenção desse tipo de câncer.

Hidratação e Nutrição: Muitos protetores solares contêm ingredientes hidratantes e nutritivos que beneficiam a saúde da pele, mantendo-a suave e bem cuidada.

Prevenção de Danos Causados pela Luz Azul: A luz azul emitida por dispositivos eletrônicos também pode causar danos à pele. Protetores solares modernos, como os da Ada Tina, oferecem defesa adicional contra esses efeitos.

Quais os melhores protetores solares faciais?

Encontrar o protetor solar facial perfeito pode ser desafiador, mas quando se trata da Ada Tina, a escolha se torna clara. Conheça os melhores protetores solares faciais que oferecem não apenas proteção, mas benefícios adicionais para a sua pele:

Biosole Oxy FPS 85: Clareamento e Proteção Extrema

Biosole Oxy FPS 85

Biosole Extreme FPS 99: Proteção Intensa e Bloqueio Anti-Melasma

biosole extreme fps99
  • DIFENDIOX® Antioxidante e Anti-Manchas
  • Máximo bloqueio anti-melasma
  • Toque seco, sem efeito branco (whitecast), ideal para todos os tons de pele
  • Tecnologia Solent® 12 horas de proteção UVA, UVB e Anti-UVA1 Longo

Normalize Solar Oil Control FPS 50: Controle da Oleosidade

Normalize Matte Intense Fps 50
  • 6 vezes mais eficácia antioleosidade clinicamente comprovada
  • Microssílicas Secativas para toque seco prolongado
  • Resistência ao sebo, mantendo a pele seca e limpa durante todo o dia
  • Tecnologia Solent® 12 horas de proteção UVA, UVB e Anti-UVA1 Longo

*Informações de acordo com as normas europeias da COLIPA, reconhecida pela ANVISA.

Top 5 melhores protetores solares para quem tem Melasma!

O melasma é uma condição de pele desafiadora, que danifica não só a saúde cutânea como também nossa autoestima, demandando atenção e cuidados específicos. Em nosso post de hoje, mergulharemos no universo do melasma explorando seus motivos e tratamentos, apresentando os 5 melhores protetores solares da Ada Tina para peles com melasma, aliando ingredientes poderosos e máxima eficácia para uma pele protegida e radiante.

O que é o Melasma?

O Melasma é um distúrbio da pele desencadeado pela superprodução de melanina, o pigmento responsável pela coloração da pele. Caracterizado por manchas escuras, esse problema dermatológico é especialmente visível nas áreas mais expostas à luz solar ou influências hormonais, como o rosto. Essa condição é resultado não apenas da superexposição prolongada à luz solar, mas também está intrinsecamente ligada à atividade hormonal.

Vivendo em um país tropical como o Brasil, onde o índice ultravioleta é significativamente elevado, a exposição diária à radiação solar é substancial. O Melasma muitas vezes se manifesta devido à falta de proteção solar adequada ou ao uso de produtos de baixa qualidade. Como explicou o Dr. Maurizio Pupo, farmacêutico e especialista em cosmetologia, “O Brasil, por conta da sua condição climática, demanda uma atenção redobrada aos cuidados com a pele para evitar danos cumulativos causados pelos efeitos nocivos do sol.” Nesse contexto, escolher os protetores solares certos, especialmente formulados para combater o Melasma, torna-se essencial para manter a saúde e a vitalidade da pele.

Quais os tipos de Melasma?

Entender os diferentes tipos de melasma, classificados por graus, é crucial para direcionar os cuidados adequados e otimizar o tratamento. Essa classificação, realizada pelo Dr. Maurizio Pupo, permite uma abordagem mais precisa, aumentando as chances de amenizar e clarear as manchas. Identificar precocemente a extensão do melasma e iniciar os cuidados é fundamental para a eficácia do tratamento.

Melasma Grau 1 – É o melasma mais recente, com menos de 1 ano, e com manchas ainda claras e menos profundas e que necessita de tratamento rápido para não evoluir para os graus mais graves. Também chamado de melasma epidérmico, pois as manchas estão localizadas nas camadas mais superficiais da pele.

Melasma Grau 2 – Esse grau de melasma possui mais de 1 ano, com manchas bem visíveis e mais escurecidas e que já não responde bem aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma misto, pois as manchas se localizam nas camadas superficial e médias da pele.

Melasma Grau 3 – É o tipo de melasma com mais de 5 anos, antigo, persistente e com manchas profundas e resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico, pois as manchas escuras já se localizam na camada mais profunda da pele.

Melasma Grau 4 É o mais grave grau de melasma, com mais de 10 anos, muito antigo, muito persistente e com manchas muito profundas e muito resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico grave pois as manchas escuras já se encontram nas camadas mais profundas da pele com grandes depósitos de melanina.

Essa classificação oferece uma compreensão abrangente dos estágios de desenvolvimento do melasma, permitindo a identificação e tratamento eficaz de cada tipo. A detecção precoce e a intervenção adequada são cruciais para preservar a saúde da pele e mitigar os efeitos do melasma em seus diversos graus.

Melasma tem cura?

Sim, o melasma é uma condição tratável, e a Ada Tina oferece soluções eficazes para ajudar na jornada de clareamento e prevenção dessas manchas indesejadas. Nos princípios do tratamento do melasma, destacam-se dois fundamentais: clarear as manchas existentes e inibir os danos causados pela luz solar na pele. Os séruns anti-melasma da Ada Tina desempenham um papel crucial nesse processo, agindo como poderosos clareadores que atuam na inibição da síntese de melanina. Esses séruns são formulados para clarear manchas escuras no rosto, abrangendo todos os graus de melasma, além de combater manchas de acne e de sol.

Além disso, é altamente recomendado o uso regular de protetores solares com ação clareadora. Esses protetores não apenas protegem a pele contra os danos causados pela radiação solar e previnem o surgimento de novas manchas, mas também auxiliam no clareamento de manchas existentes, incluindo aquelas relacionadas ao melasma. Ao combinar o uso de séruns anti-melasma e protetores solares, você não apenas promove uma solução potente no tratamento, mas também fortalece a defesa da pele contra os efeitos prejudiciais da radiação UV.

Qual a importância do uso diário de protetor solar para peles com melasma?

A importância do uso diário de protetor solar para peles com melasma é crucial para o tratamento eficaz e a prevenção do agravamento dessa condição cutânea. O melasma é agravado pela exposição solar, que estimula a produção de melanina, resultando em manchas mais escuras e persistentes. O protetor solar não apenas protege a pele contra os danos causados pelos raios solares UVA e UVB, mas também previne o surgimento de novas manchas e evita o escurecimento das já existentes. Ao incorporar o uso diário de protetor solar à rotina de cuidados com a pele, especialmente com fórmulas específicas para melasma, como os produtos da Ada Tina, você cria uma barreira eficaz contra os efeitos nocivos do sol, ajudando a manter a pele mais clara, uniforme e saudável.

5 Melhores produtos para quem tem Melasma

Estes protetores solares não apenas oferecem uma defesa eficaz contra os danos solares, mas também abordam especificamente as necessidades da pele propensa ao melasma. Confira os 5 melhores produtos:

1. BIOSOLE OXY FPS 85: Primeiros Resultados de Clareamento em 7 Dias*

Biosole Oxy FPS 85

Biosole Oxy FPS 85 oferece uma resposta rápida e eficaz no clareamento da pele, especialmente para quem enfrenta melasma nos graus 1, 2, 3 e 4. Sua fórmula rica em Vitamina C, Niacinamida Concentrada e DIFENDIOX® Antioxidante atua em sinergia para proporcionar resultados clareadores notáveis nos primeiros 7 dias de uso. Além disso, sua tecnologia Solent® e DIFENDIOX® oferecem uma defesa abrangente contra diversos tipos de manchas, incluindo aquelas causadas pela exposição solar, e 12 horas de proteção solar.

2. BIOSOLE EXTREME FPS 99: Máximo Bloqueio Anti-Melasma

biosole extreme fps99

Biosole Extreme FPS 99 oferece altíssima proteção e bloqueio máximo anti-melasma. Com Tinosorb® M Anti-UVA1 Longo e 12 horas de proteção graças a tecnologia Solent®, este protetor solar é uma barreira eficaz contra raios solares prejudiciais, proporcionando ainda uma rica fonte de antioxidantes, como o DIFENDIOX®, que combate os danos causados pela luz azul. Sua textura leve e sem efeito branco faz dele uma escolha versátil para todos os tons de pele.

3. BIOSOLE E+ FPS 90: Maior Proteção Anti-Idade e Anti-Manchas

biosole e+

Biosole E+ Ultra Vitamin FPS 90 é a opção ideal para quem busca uma proteção intensiva contra melasma, envelhecimento e manchas solares. Sua tripla ação anti-melasma, combinando DIFENDIOX®, Vitamina E+ clareadora e tecnologia Solent® de 12 horas de proteção solar, oferece não apenas uma defesa eficaz contra radicais livres, mas também um tratamento potente para manchas na pele. Com toque seco, não oleoso e textura leve, é uma escolha completa para proteção diária.

4. BIOSOLE BB FPS 60: Alta Proteção Contra Manchas Solares e Melasma

biosole BB

Biosole BB FPS 60 é um protetor solar com cor que alia alta proteção contra raios solares UVA e UVB a uma defesa 155% mais eficaz contra Luz Azul e Visível. Especialmente formulado para auxiliar na redução de manchas e melasma, proporciona também uma alta cobertura de imperfeições, deixando a pele homogênea e protegida. Disponível em 4 cores, seu toque seco e não oleoso atende a todos os tipos de pele, tornando-o uma escolha sofisticada e funcional.

5. BIOSOLE FLUID FPS 90: Proteção Solar Fluido Muito Resistente a Água e ao Suor

biosole fluid sun color

Biosole Fluid FPS 90 é um protetor solar fluido, anti-melasma e anti-manchas, com ação antioxidante. Sua resistência excepcional à água e ao suor, aliada ao toque seco, não oleoso e textura leve, torna-o ideal para quem busca uma proteção duradoura e eficiente. A tecnologia Solent® e o DIFENDIOX® proporcionam uma defesa abrangente de 12 horas contra as radiações UVA e UVB, auxiliando no tratamento do melasma e prevenindo manchas solares.

Qual o melhor protetor solar clareador de manchas e melasma?

De acordo com informações recentes da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), estima-se que entre 15% a 35% das mulheres no Brasil sejam afetadas por melasma. Diversos elementos estão relacionados à ocorrência do melasma, incluindo predisposição genética, hormônios femininos e a exposição ao sol. Segundo o Dr. Maurizio Pupo, farmacêutico especialista, “O aparecimento do melasma é, majoritariamente, pela absorção dos raios UVB e UVA” . À medida que nos aproximamos da temporada de verão no Brasil, as inquietações sobre como se prevenir contra o surgimento das manchas aumentam e o uso de proteção solar em todo o corpo principalmente no rosto se torna crucial.

O Que São Melasmas?

Os melasmas são distúrbios pigmentares que se manifestam na pele, caracterizados pelo surgimento de manchas escuras, geralmente em áreas mais expostas ao sol. Essas manchas resultam de um aumento na produção de melanina, um tipo de proteína que garante a coloração da pele e evita naturalmente os danos da radiação UV no DNA. Em peles claras, os melasmas tendem a aparecer como manchas acastanhadas, enquanto em peles negras, podem assumir uma coloração mais intensa, variando do marrom escuro a tons profundos. As áreas mais comumente afetadas incluem o rosto, especialmente testa, bochechas, lábio superior e queixo .

A exposição solar desprotegida é um fator nocivo à pele, destacando a importância do uso regular de protetor solar para prevenir o aparecimento dessas manchas indesejadas.

Causas e Consequências dos Melasmas:

As causas dos melasmas são diversas, incluindo predisposição genética, alterações hormonais, gravidez e exposição solar excessiva. A influência hormonal é particularmente relevante, sendo comum o surgimento de melasmas durante a gestação, sendo conhecidos como “máscara da gravidez”. Além disso, o uso de contraceptivos orais também pode contribuir para o desenvolvimento dessas manchas.

Classificação: os graus do melasma

Existem diferentes tipos de melasma, e esses são classificados por graus.

Através desta classificação é que se indica o tratamento adequado para cada caso.

Quanto antes o grau do melasma for diagnosticado e os cuidados forem iniciados, os resultados alcançados pelo tratamento serão mais assertivos, rápidos e eficazes.

Segundo o Dr. Maurizio Pupo, o melasma pode ser classificado através dos seguintes graus:

  • Melasma Grau 1 – considerado um melasma superficial e recente, ou seja, visível há menos de 1 ano, apresentando manchas pequenas, tonalidade média clara e que principalmente responde bem ao tratamento.
  • Melasma Grau 2 – caracterizado como um melasma profundo e antigo, o que quer dizer que é visível há mais de 1 ano, apresentando manchas grandes, tonalidade média escura e que consegue responder ao tratamento.
  • Melasma Grau 3 – tem como característica ser um melasma profundo e muito antigo, o que significa que ele é visível há mais de 5 anos, percebido por manchas de diversos tamanhos e muito escuras, e que fica fácil de ser identificado pois é resistente ao tratamento, ou seja, já tentou ser tratado mas não clareou ou retornou quando o tratamento foi finalizado.
  • Melasma Grau 4 – É o pior e mais grave grau de melasma, sendo caracterizado como um melasma muito antigo e muito profundo, existente há mais de 10 anos, que apresenta manchas muito escuras e muito profundas, além de ser altamente resistente ao tratamento.

Com o diagnóstico do grau especificado é possível dar início ao tratamento adequado.

Existe tratamento para o melasma?

O tratamento será indicado de acordo com o grau, com a pigmentação da mancha,  e com o quanto ela está intensa ou não. Mas, proteger-se dos raios solares e da luz visível é o primeiro passo para evitar o surgimento ou o aumento das manchas do melasma. A Ada Tina aposta na inovação de produtos para peles com melasma em todos os graus .

O BIOSOLE OXY FPS 85 é indicado para tratamentos de manchas escuras ou melasmas de grau 1, 2, 3 e 4, sendo um protetor solar clareador de manchas com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, atuando no combate à 15 tipos de manchas, com eficácia anti sinais e anti rugas, deixando a pele mais clara e rejuvenescida, com os primeiros resultados logo na primeira semana e contando com 12 horas de proteção solar e 12 horas de fotoestabilidade, não precisando de tantas reaplicações.

Biosole Oxy FPS 85

LUZ AZUL E LUZ VISÍVEL

Biosole Oxy FPS 85 também protege a pele contra os malefícios da luz azul e luz visível, contra os efeitos nocivos da poluição e do ozônio, além da radiação infravermelha, protegendo a pele da principal causa das manchas e seus fatores agravantes.

DIFENDIOX® ANTI-MELASMA

DIFENDIOX® é um antioxidante de altíssima potência, ingrediente exclusivo da ADA TINA desenvolvido em parceria com a Università di Pisa, na Itália, composto por 14 polifenóis da oliva, concentrado em Oleuropeína e Hidroxitirosol, poderosos antioxidantes para pele que ajudam a prevenir e tratar as manchas, inclusive as manchas de melasma grave e resistente, preservando também o colágeno, prevenindo o envelhecimento causado pela radiação solar UVA e UVB e defendendo a pele dos malefícios causados pela luz azul e visível.

COMBATE 15 TIPOS DE MANCHAS

1. Manchas de melasma;

2. Manchas causadas pela poluição;

3. Manchas causadas pelo ozônio;

4. Manchas causadas pela radiação infravermelha;

5. Manchas de calor;

6. Manchas por danos solares ao DNA;

7. Lentigo solar;

8. Lentigo senil;

9. Manchas da idade;

10. Manchas causadas pelos raios UVA.

11. Manchas causadas pelos raios UVB;

12. Manchas causadas pelos radicais livres;

13. Manchas escurecidas;

14. Manchas avermelhadas;

15. Manchas pós-inflamatórias.

10 MITOS E VERDADES SOBRE PROTETOR SOLAR 2024

O protetor solar tornou-se um aliado crucial na defesa da pele contra queimaduras, envelhecimento precoce e, principalmente, o desenvolvimento de câncer de pele. No entanto, ao redor desse produto essencial, existem diversos mitos e verdades que permeiam a mente das pessoas. Nesta redação, exploraremos minuciosamente 10 desses aspectos, buscando elucidar o conhecimento sobre o protetor solar e sua aplicação correta.

Confira!

1. Protetores solares causam acne?

Mito.

Alguns protetores solares contêm ingredientes comedogênicos que podem obstruir os poros, mas há opções específicas para peles propensas à acne. Optar por produtos rotulados como “não comedogênicos” ou “Oil free” ajudam a prevenir o surgimento de acne enquanto se beneficia da proteção solar.

Procure protetores que ajudam a manter o brilho saudável da pele, nutrindo e devolvendo a iluminação natural.

2. A proteção solar é crucial mesmo em dias nublados?

Verdade.

Os raios UV podem penetrar nuvens, atingindo a pele mesmo em dias nublados.

Uma alta porcentagem de luz ultravioleta (UV) emitida pelo sol penetra através das nuvens mesmo em dias nublados

Portanto, aplicar protetor solar diariamente é uma prática recomendada para prevenir danos cumulativos causados pela exposição solar regular.

3. Protetor solar não é necessário para tipos de pele mais escuras?

Mito.

A pele com um fototipo mais elevado é caracterizada por uma maior quantidade de melanina, a substância responsável pela nossa pigmentação. Esse fator, por si só, justifica a necessidade do uso de protetor solar. Embora a melanina seja uma defesa natural da pele contra a radiação, uma produção excessiva pode levar à hiperpigmentação.

Mesmo em peles negras, que possuem uma fotoproteção natural de até 13.4, é importante destacar que essas peles também tendem a ter uma maior oleosidade, tornando-as suscetíveis a certas condições cutâneas. Portanto, cuidados específicos e uma proteção adicional são indispensáveis para manter a saúde da pele e prevenir manchas. A radiação solar representa uma ameaça real para a pele, independentemente do fototipo.

4. Usar um protetor solar com FPS mais alto significa que posso ficar mais tempo ao sol?

Mito.

O Fator de Proteção Solar (FPS) representa a eficácia do protetor solar em resguardar a pele contra as radiações ultravioleta (UVB). Essa forma de radiação é conhecida por provocar queimaduras solares, evidenciadas pela vermelhidão e ardência cutânea após a exposição. Contrariamente à crença popular, o FPS não indica diretamente a duração da proteção contra a radiação UVB.

A numeração associada ao FPS reflete quantas vezes o produto em questão consegue proteger a pele dos raios UV emitidos pelo sol. Por exemplo, um protetor solar com FPS 30 oferece uma proteção 30 vezes superior a pele em comparação com a ausência de qualquer proteção.

5. Criança pode usar protetor solar?

Verdade.

É altamente recomendado que crianças usem protetor solar. A pele infantil é mais sensível e suscetível aos danos causados pelos raios ultravioleta do sol. A exposição excessiva ao sol durante a infância pode aumentar o risco de desenvolvimento de câncer de pele mais tarde na vida. Além disso, queimaduras solares na infância podem causar danos permanentes à pele.

Ao escolher um protetor solar para crianças, é importante optar por produtos formulados especificamente para a pele delicada e mais sensível delas. Deve-se usar um protetor solar com um fator de proteção solar (FPS) adequado, geralmente acima de 30, e aplicá-lo generosamente em todas as áreas expostas ao sol.Além disso, é aconselhável evitar a exposição direta ao sol durante as horas mais intensas, geralmente entre 10h e 16h, quando os raios solares são mais fortes. Vestir roupas de proteção, como chapéus e roupas de manga longa, também é uma prática recomendada para proteger a pele das crianças contra a exposição solar.

6. Protetores solares de Alto FPS são oleosos e pesados?

Mito.

Contrariamente à crença comum, a afirmação de que protetores solares com Fator de Proteção Solar (FPS) mais elevado têm uma textura oleosa e pesada é um mito. Recentemente, a Ada Tina lançou dois inovadores protetores solares com FPS 99, apresentando uma textura surpreendentemente leve.

Estes produtos foram especialmente formulados para proporcionar uma experiência agradável sem sobrecarregar a pele, sendo indicados para todos os tipos, inclusive peles mais oleosas, mistas e acneicas. Esses lançamentos notáveis da marca garantem uma aplicação suave, sem deixar a temida marca branca na pele, tornando-os adequados para todas as tonalidades de pele. Além disso, oferecem uma proteção robusta de 12 horas contra os raios UV do sol, incluindo UVA de longo alcance, e mantêm a estabilidade fotoprotetora por 12 horas. Essa inovação desmistifica a associação tradicional entre alto FPS e textura pesada, oferecendo uma opção leve e eficaz para todos os tipos de pele.

7. O uso diário do protetor solar é crucial, independentemente das atividades planejadas?

Verdade.

A exposição diária ao sol, mesmo em pequenas quantidades, pode resultar em danos cumulativos à pele ao longo do tempo. Portanto, a aplicação do protetor solar é essencial, mesmo em dias de rotina e indoor.

8. Mesmo os protetores solares à prova d’água precisam ser reaplicados após nadar?

Verdade.

No Brasil, desfrutamos praticamente de um verão ao longo de todo o ano, devido à intensidade solar elevada. Portanto, é imprescindível nunca esquecer de aplicar o protetor solar.

Durante a temporada de verão, é comum aumentar as atividades ao ar livre, incluindo idas à piscina e à praia. Nestes casos, é crucial optar por produtos especialmente formulados para resistir à água. A ADA TINA apresenta o Biosole Fluid FPS 90, que proporciona 12 horas de proteção solar sem a necessidade de reaplicação, é resistente ao suor, oil-free e é uma excelente escolha para atletas, sendo altamente resistente à água.

O FPS 90 bloqueia mais de 99% da radiação solar, enquanto oferece proteção contra os raios UVA. Além disso, sua fórmula é enriquecida com antioxidantes provenientes da oliva, como o hidroxitirosol e oleuropeína. Ideal para aqueles que praticam esportes ou estão frequentemente expostos ao sol, graças à sua textura leve, fácil aplicação e espalhabilidade. Permite a aplicação de sérum antes, ou até mesmo de corretivo e pó depois, sem comprometer a textura agradável e o toque seco.

9. Aplicar uma grande quantidade de protetor solar de uma vez é mais eficaz?

Mito

A quantidade certa de protetor solar é fundamental para garantir uma proteção eficaz. Aplicar uma camada grossa não aumenta a eficácia; ao contrário, pode resultar em uma distribuição desigual e, portanto, em áreas não protegidas.

Os protetores Ada Tina formulados para maior resistência com * aplicação de apenas 1 dedo, equivalente a 1g de produto, é suficiente para proteger todo o rosto e atingir o FPS declarado na embalagem do produto, ou seja, para conseguir a proteção exata e perfeita!

*Informações de acordo com as normas europeias da COLIPA, reconhecida pela ANVISA.

10. Existem diferentes tipos de raios UV e nem todos os protetores solares os bloqueiam completamente?

Verdade

Os raios UV são divididos em UVA e UVB, e alguns protetores solares podem oferecer uma proteção mais eficaz contra um tipo em comparação com o outro. Verificar o rótulo para garantir que o protetor solar ofereça proteção de amplo espectro é essencial para abranger ambos os tipos de raios.

A Tecnologia Solent®,presente com exclusividade nos protetores solares Ada Tina, fornecem tripla ação, contra os raios UVA e UVB e tbm UVA1 ou longo, os quais causam danos irreparáveis a pele.

Qual a quantidade correta de protetor solar usar?

Desvendar os segredos da quantidade certa de protetor solar é uma jornada vital para a saúde da sua pele. Neste guia, exploraremos os mistérios por trás da aplicação precisa desse aliado contra os raios nocivos. Descubra como garantir uma proteção eficaz, os erros comuns a serem evitados e os benefícios de adotar a quantidade ideal para uma pele radiante e saudável. Afinal, a escolha certa começa com a quantidade certa. Vamos desvendar juntos os segredos de uma pele protegida e radiante.

Por que devemos usar protetor solar todos os dias?

O uso diário do protetor solar é fundamental para a saúde e beleza da pele, sendo uma prática preventiva essencial. A exposição solar constante sem proteção pode resultar em danos cumulativos, como queimaduras, envelhecimento precoce, rugas, linhas de expressão, manchas escuras na pele do rosto como o Melasma e, em casos mais graves, aumento do risco de câncer de pele. Além disso, a radiação UV está presente mesmo em dias nublados, tanto a UVA como a UVB, reforçando a importância da proteção diária.

Por conta dessa importância, temos que ficar atentos com as reaplicações, que em protetores comuns deve ser reaplicado a cada 2 horas. Mas se você optar pelos protetores da Ada Tina, você não precisará ter essa preocupação, pois a tecnologia Solent® presente em todos os protetores Ada Tina eleva a proteção a outro patamar, assegurando uma defesa solar eficaz por 12 horas, evitando tantas reaplicações ao longo do dia. Além de prevenir queimaduras solares, essa tecnologia exclusiva e inovadora protege contra os efeitos nocivos da exposição solar, como o envelhecimento precoce e o surgimento de manchas no rosto. Ao incorporar os protetores solares Ada Tina à sua rotina diária de skincare, você investe na saúde, na praticidade e na beleza duradoura da sua pele.

Qual a quantidade correta de protetor solar usar?

A quantidade correta de protetor solar é crucial para garantir uma proteção eficaz. Para o rosto, a ANVISA recomenda cerca de 1g, equivalente a uma colher de chá ou então uma quantidade que caiba em um dedo, espalhando uniformemente para cobrir todas as áreas, incluindo nariz e orelhas.

Já para o corpo, aplique uma quantidade suficiente para garantir uma cobertura completa, evitando resíduos visíveis. Essa prática não apenas assegura uma defesa efetiva contra os danos causados pelo sol, mas também maximiza a eficácia dos produtos, proporcionando uma proteção duradoura e cuidado ideal para sua pele. Ao seguir essas orientações, você não apenas preserva a saúde da sua pele, mas também desfruta de uma rotina de cuidados solar eficiente, mantendo-a vibrante e protegida contra os efeitos nocivos da exposição solar.

Quais os principais erros na hora de aplicar o protetor solar?

Evitar erros comuns na aplicação do protetor solar é fundamental para garantir a eficácia da proteção. Dentre os equívocos mais frequentes, destacam-se:

Uso Sazonal: É comum pensar no protetor solar apenas no verão ou em dias ensolarados, mas os raios UV estão presentes mesmo em dias nublados e frios. A exposição contínua pode levar a danos cumulativos, destacando a importância do uso regular, independentemente da estação.

Áreas Cruciais: Não se esqueça das áreas frequentemente deixadas de lado. O rosto é essencial, mas o pescoço, colo, braços, sobrancelhas, linha do cabelo e pernas também merecem atenção. Essas áreas estão mais expostas e sujeitas aos efeitos nocivos do sol.

Não aplicar o suficiente: Uma aplicação insuficiente do protetor solar compromete a eficácia da proteção. Certifique-se de utilizar a quantidade adequada, já citada anteriormente no texto, para cobrir todas as áreas expostas, garantindo uma defesa efetiva contra os raios UV.

Exagerar na aplicação: Aplicar uma quantidade excessiva de protetor solar não intensifica a proteção e pode resultar em desperdício de produto. Uma camada uniforme é suficiente para garantir a eficácia, evitando uma sensação pegajosa e melhorando a durabilidade do produto.

Produto Vencido: Utilizar protetores solares após o vencimento pode comprometer a eficácia do produto. Os conservantes perdem sua potência, aumentando o risco de oxidação e contaminação. Isso pode resultar em baixa proteção solar, alergias e irritações na pele.

Reaplicações: Muitos protetores solares exigem reaplicações frequentes, com uma média de 2 em 2 horas, mas os produtos Ada Tina, com a tecnologia Solent®, oferecem 12 horas de alta proteção. Isso reduz significativamente a necessidade de reaplicação constante, proporcionando uma defesa eficaz contra raios UVA e UVB.

Linha Biosole: Melhores protetores com 12 horas de proteção

A linha Biosole da Ada Tina possuem os melhores protetores solares do mercado, com ingredientes poderosos que ajudam a prevenir e clarear manchas no rosto, principalmente o Melasma, e tudo isso com garantia de 12 horas de proteção solar, confira:

Biosole Extreme FPS 99

biosole extreme fps99

Com uma defesa solar incomparável, o Biosole Extreme FPS 99 oferece uma proteção extrema contra os raios solares. Sua fórmula inovadora contém Tinosorb® M Anti-UVA1 Longo, proporcionando uma barreira eficaz e duradoura por 12 horas. Enriquecido com DIFENDIOX®, uma exclusividade Ada Tina, combate os danos da luz azul e luz visível, prevenindo manchas escuras, melasma e outros efeitos nocivos do sol.

Biosole FPS 90

biosole 90

Esse protetor é um poderoso agente contra melasma e manchas escuras, apresentando uma dupla ação antioxidante com DIFENDIOX® e Vitamina E. Sua textura leve, toque seco e não oleoso tornam-no ideal para uso diário. Com 12 horas de proteção solar e fotoestabilidade, oferece uma defesa duradoura sem a necessidade de reaplicações constantes.

Biosole Oxy FPS 85

Biosole Oxy FPS 85

Desenvolvido para peles com manchas escuras e melasma, o Biosole Oxy FPS 85 revela resultados claros em apenas 7 dias. Sua fórmula é uma sinergia poderosa de Vitamina C, Niacinamida Concentrada e DIFENDIOX® Antioxidante. Esses ingredientes agem intensamente para clarear e rejuvenescer a pele, evitando e clareando eficazmente manchas solares e proporcionando uma pele visivelmente mais radiante, tudo isso com a tecnologia Solent® de 12 horas de proteção.

Biosole Oxy FPS 50

biosole oxy

Esse é um protetor solar clareador que combate até 15 tipos de manchas. Enriquecido com Vitamina C Estabilizada e Niacinamida clareadora, esse poderoso protetor oferece uma ação antioxidante poderosa, minimizando também os danos causados pela radiação infravermelha. Além de sua alta proteção contra raios UVA e UVB, o Biosole Oxy FPS 50 desempenha um papel fundamental na prevenção de rugas, manchas solares, manchas escuras e melasma, contribuindo para preservar a juventude da sua pele e protegê-la contra o envelhecimento precoce da pele.

5 MELHORES PRODUTOS PARA PELE DO ROSTO 2024

Você sabe quais produtos usar para ter uma pele saudável e naturalmente iluminada? Aqui no blog da Ada Tina, listamos 5 produtos que não vão te fazer se arrepender em cuidar mais da sua saúde cutânea.

Creme Hidratante Matificante Anti-Oleosidade Depore Mat Extreme

Esse Gel creme Matificante é perfeito para peles oleosas que sofrem com a produção de sebo exagerado, sua rápida absorção combate a oleosidade de uma forma potente deixando a pele sequinha e uniformizada durante o dia inteiro e em qualquer hora do dia.

Depore Mat Extreme concentra os principais ingredientes como Zinco PCA e Niacinamida, que ajudam a hidratar, renovar e clarear a pele, sua fórmula concentrada previne manchas escuras, causadas pela acne e melasmas provenientes da radiação solar.Segundo o Especialista em Cosmetologia Farmacêutica Dr. Maurizio Pupo, o Gel Creme Matificante Anti-Oleosidade pode ser um truque na hora de usar, sendo um item essencial antes da maquiagem, como primer, selando da oleosidade, antes de dormir, limpando a pele para o outro dia, pela manhã, após o protetor, secando e blindando contra os raios solares e também como um truque extra em qualquer hora do dia, absorvendo o brilho de oleosidade e devolvendo a naturalidade da pele.

Sérum B12 Ultra Reparador Manchas, Hidratação, Cicatrizes e Vermelhidão

Fez algum procedimento na pele? Está com manchas escuras ou melasma ? Esse Sérum de vitamina B12 pura ajuda a combater os sinais de vermelhidão. Sua ação anti inflamatória, alivia e ajuda a pele sensível na hidratação e renovação da pele.

Fonte de Quercetina, tem a ação antioxidante reduzindo a inflamação e inibindo a formação de células zumbis. Com sua textura suave e seca, produz o conforto ideal para todos os tipos de pele.

Tecnologia Exclusiva e Inovadora Rosavix

Serum B12 é composto por ingredientes selecionados para potencializar a hidratação e restauração da pele , a tecnologia Rosavix possui uma fórmula exclusiva Ada Tina que acalma, repara e nutri, obtendo uma sensação de conforto.

7 a cada 10 mulheres sentiram a eficácia do produto contra a vermelhidão , o ressecamento e a desnutrição da pele.

Sérum Niacinamide Ultra Superior 15 Clareia, Renova e Uniformiza

Vitamina B3 ou a Niacinamide atua como um poderoso clareador equilibrando a pele e combatendo contra a oleosidade , nutrindo a epiderme. Anti Oleosidade, regula e combate a produção de sebo cutânea, protegendo a pele contra os radicais livres.

Altamente indicado para peles oleosas, Sérum Niacinamide Ultra Superior 15 é livre de parabenos , evitando alergias após procedimentos inflamatórios ou cirúrgicos na pele, transformando e regenerando a iluminação natural.

Peptídeos Ultra Antioxidantes

Com textura suave e sedosa, neutraliza a oleosidade, protege contra a poluição urbana, transforma e elimina manchas vermelhas e escuras, ocasionadas pela acne, melhorando a aparência na primeira vez de uso. Sua fórmula exclusiva com inovadores Peptídeos ultra oxidante e anti poluição ajuda na a ter uma pele mais radiante, iluminada e renovada naturalmente.

Protetor Solar 12HS Bloqueio Anti-Melasma Biosole Extreme FPS 99

Sendo fundamental em todas as rotinas de skincare,o Protetor Solar 12HS Biosole Extreme FPS 99 Bloqueio Anti-Melasma, protege, não apenas contra a radiação solar, mas fazendo uma camada extra de proteção ao surgimento de novas manchas, inclusive o melasma.

Sua proteção de 12 horas atua protegendo de uma maneira seca e suave a epiderme, recomendado a todos os tipos de pele o Biosole Extreme FPS 99 oferece uma alta proteção aos raios UVA e UVB.

Tecnologia Difendiox® Antioxidante e Anti-Manchas?

DIFENDIOX® é a tecnologia exclusiva da Ada Tina, composta por 14 Polifenóis Antioxidantes, eficaz na proteção das camadas mais profundas da pele contra danos causados pelos raios solares, luz azul e luz visível, que podem agravar o melasma.

desenvolvido em parceria com a Università di Pisa, na Itália, ajuda a proteger o colágeno da pele, combatendo os sinais do envelhecimento precoce, como rugas, linhas de expressão e flacidez da pele, deixando-a radiante, rejuvenescida e livre de manchas.

Condicionador Amplexe Antiqueda Capilar Pró-Crescimento

Os cabelos também sofrem alterações de acordo com as estações do ano, e a queda de cabelo é uma das maiores queixas, saber quais produtos usar para proteger o couro cabeludo é uma importante arma de autoconhecimento.O Condicionador Amplexe Antiqueda Capilar Pró-Crescimento ajuda no controle antiqueda, restaurando, nutrindo e estimulando a produção de novos fios.


Tecnologia Exclusiva Anti-Queda Pró Crescimento dos Fios
Com ações inovadoras e exclusivas, o Condicionador Amplexe Antiqueda Capilar Pró-Crescimento é desenvolvido a partir da mais alta tecnologia exclusiva da Ada Tina, Exbiol Triforce biologicamente ativa composta pelos Peptídeos Anti-Queda, Panthenol B5 e Active Caffeine, estimulando a produção de novos fios e aumentando a quantidade logo na primeira semana de tratamento. Sua poderosa ação é indicada, inclusive para perdas dos fios por quebra química.

UVA Longo, UVA, UVB, FPS, FP-UVA e PPD:  o que são as siglas do Protetor Solar?

No vasto mundo dos cuidados com a pele, as siglas presentes nos rótulos de protetores solares muitas vezes parecem um enigma indecifrável. Compreender essas abreviações é essencial para fazer escolhas adequadas sobre os produtos que utilizamos diariamente para proteger nossa pele dos danos causados pelo sol. Neste artigo, mergulharemos no significado de algumas das siglas mais comuns relacionadas aos protetores solares.

protetor solar

Protetor solar, por que é tão importante?

O protetor solar desempenha um papel fundamental na rotina de cuidados com a pele, agindo como um escudo contra os danos causados pela radiação emitida pelos raios solares. Sua aplicação diária não apenas previne queimaduras solares, mas também protege contra os efeitos nocivos do envelhecimento precoce, como rugas e manchas, principalmente as manchas escuras que atingem a pele do rosto, o melasma.

Além disso, o protetor solar é uma defesa crucial contra os raios UVA, UVB e UVA longo, que têm o potencial de causar danos profundos à nossa pele. Compreender as siglas associadas aos protetores solares, como FPS, FP-UVA e PPD, é essencial para fazer escolhas informadas e garantir uma proteção abrangente contra os impactos negativos da exposição solar.

UVA e UVB

As siglas UVA e UVB referem-se às diferentes formas de radiação ultravioleta emitidas pelo sol. O UVA, ou ultravioleta A, constitui uma porção significativa da luz solar que atinge a Terra. Ao contrário dos raios UVB, os raios UVA mantêm uma intensidade constante durante todo o ano, independentemente do clima, e conseguem penetrar mais profundamente na pele. Essa penetração profunda destaca a importância do UVA nos cuidados com a pele, uma vez que pode causar danos a longo prazo, como envelhecimento precoce, surgimento e agravamento de rugas e linhas de expressão e aumento do risco de câncer de pele.

Por outro lado, os raios UVB, ou ultravioleta B, representam uma parte específica da radiação solar e têm características distintas em comparação com os raios UVA. Sua intensidade é mais pronunciada durante os meses de verão e áreas geográficas com maior exposição solar. Os raios UVB possuem uma capacidade menor de penetração na pele em comparação com os raios UVA, focando-se principalmente na camada superficial da epiderme. No entanto, mesmo com essa penetração mais limitada, os UVB são responsáveis por causar danos imediatos, como as famosas queimaduras solares.

UVA Longo

O UVA Longo, também conhecido como UVA 1, refere-se a uma subdivisão dos raios UVA, caracterizada por ondas de comprimento mais longo. Diferentemente dos raios UVA convencionais, o UVA Longo possui a capacidade de penetrar ainda mais profundamente na pele. Essa característica torna o UVA Longo especialmente preocupante, pois ele está associado a danos cutâneos graves, como o fotoenvelhecimento extremo, o surgimento de manchas escuras persistentes e, potencialmente, o grave aumento do risco de câncer de pele.

A exposição constante a esse tipo de radiação pode resultar em impactos a longo prazo, destacando a importância de escolher protetores solares que ofereçam defesa específica contra o UVA Longo.

FPS: O Fator de Proteção Solar

O termo FPS, ou Fator de Proteção Solar, refere-se à capacidade de um produto em absorver os raios UVB, sendo um indicador crucial na escolha de um protetor solar eficaz. Quanto maior o valor do FPS, mais efetivo é o produto na proteção contra os raios UVB, responsáveis por causar queimaduras na pele e danos ao DNA celular.

Contudo, é comum o equívoco de associar o número do FPS ao tempo de exposição solar permitido sem a necessidade de reaplicação. Na verdade, os fatores de proteção não determinam a durabilidade do produto, mas sim a porcentagem de radiação UVB absorvida. Assim, um FPS mais elevado indica uma maior capacidade de absorção de radiação, prolongando o período de proteção contra os danos solares. Compreender o FPS é essencial para uma escolha informada do protetor solar, permitindo que cada indivíduo adapte sua proteção de acordo com as necessidades específicas de sua pele e as condições ambientais.

FP-UVA e PPD

Além do conhecido FPS, que mensura a eficácia contra os raios UVB, é fundamental compreender o FP-UVA, anteriormente conhecido como PPD. Enquanto o FPS se concentra na proteção contra queimaduras solares, o FP-UVA representa a porcentagem de absorção dos raios UVA por um protetor solar. Para assegurar uma proteção abrangente, um protetor solar com FPS 30 deve apresentar um FP-UVA de pelo menos 10, equivalente a pelo menos 1/3 do valor do FPS. Essa proporção é crucial, pois, caso contrário, a pele ficará suscetível aos danos causados pelos raios UVA. Compreender e priorizar o FP-UVA é essencial para garantir uma defesa completa contra os efeitos nocivos da exposição solar prolongada.

Como escolher o protetor solar ideal para você?

Ao selecionar um protetor solar, é crucial considerar o equilíbrio entre proteção UVA e UVB. Opte por produtos de amplo espectro, preferencialmente FPS 50+, indicando eficácia contra ambas as formas de radiação. Além disso, leve em conta fatores como o seu tipo de pele e a durabilidade do produto. Os protetores solares da Ada Tina possuem a inovadora tecnologia Solent®, que possuem filtros solares fotoestáveis, oferecendo 12 horas de defesa completa contra raios UVA e UVB, eliminando a necessidade de reaplicações frequentes. Livre de avobenzona, garante uma proteção duradoura, preservando a saúde e a beleza da pele o dia todo.

Melhores protetores solares com 12 horas de proteção

Confira agora os melhores protetores solares da Ada Tina, que se destacam pela inovadora tecnologia Solent® que oferece 12 horas de proteção completa contra os raios UV:

Biosole Oxy FPS 85

Biosole Oxy FPS 85

O novo Biosole Oxy FPS 85, é o protetor solar clareador que combate 15 tipos de manchas, com Tecnologia Solent® de 12 horas de proteção, toque seco, textura leve e rápida absorção, que combina Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, concentrados para clarear e rejuvenescer a pele, com os primeiros resultados já em 7 dias. Combate 15 tipos de manchas. Sua ação antioxidante minimiza danos provocados pela radiação infravermelha, enquanto proporciona elevada proteção contra raios UVA e UVB. Ele auxilia na prevenção de rugas, manchas solares, manchas escuras e melasma, contribuindo para evitar o envelhecimento causado pelo sol. Além disso, o novo Biosole Oxy FPS 85 possui rápida absorção à prova de água e de suor.

Biosole Extreme FPS 99

biosole extreme fps99

Biosole Extreme FPS 99 possui altíssima proteção e bloqueio máximo contra o melasma, assegurando defesa intensiva contra os raios solares, com Tinosorb® M Anti-UVA1 Longo e proteção duradoura de 12 horas. Sua composição é enriquecida com DIFENDIOX®, exclusiva tecnologia Ada Tina, que combate os efeitos prejudiciais da luz azul, proporcionando uma defesa intensa contra manchas escuras, melasma e danos solares persistentes.

Normalize Solar Oil Control FPS 50

Normalize Solar Oil Control FPS 50 é um protetor solar facial desenvolvido especialmente para proteger e tratar as peles oleosas, com 6 vezes mais eficácia antioleosidade clinicamente comprovada, proporcionando ação imediata e duradoura deixando a pele mais seca e sem brilho, além de 12 horas de proteção solar e 12 horas de fotoestabilidade, sem contar com a extrema proteção UVA, UVB e Tinosorb® M Anti-UVA1 Longo.

Biosole Hyal FPS 60

biosole hyal

O Biosole Hyal FPS 60, protetor solar preenchedor, combina ácido hialurônico e DIFENDIOX® antioxidante para proporcionar alta proteção contra o envelhecimento da pele, incluindo rugas, linhas de expressão e melasma. Com textura leve e não oleosa, o Biosole Hyal combate até 12 tipos de rugas, garantindo 12 horas de proteção solar eficaz, além da proteção UVA, UVB e Tinosorb® M Anti-UVA1 Longo, além de 12 horas de fotoestabilidade.

Ondas de Calor: dicas para cuidar da sua pele neste verão

Com a intensa volta do fenômeno El Niño as ondas de calor estão maiores, embora o verão esteja bem aí, é importante não esquecer de cuidar da sua pele. O calor excessivo e a exposição aos raios UV podem causar danos à pele, como queimaduras solares, desidratação e envelhecimento prematuro. Mas não se preocupe, estamos aqui para ajudar. Neste artigo, compartilharemos dicas valiosas para cuidar da sua pele neste verão.

Problemas comuns de pele durante as ondas de calor do verão

Durante as ondas de calor do verão, é comum que alguns problemas de pele se tornem mais frequentes. A exposição prolongada ao sol pode levar a queimaduras solares, que causam vermelhidão, descamação e desconforto. Além disso, o calor intenso pode causar desidratação, deixando a pele seca e áspera. Outros problemas comuns incluem brotoejas, irritações e até mesmo o agravamento de condições de pele pré-existentes, como acne e eczema.

Qual a importância do FPS no protetor solar?

Um dos principais cuidados para proteger a pele durante o verão é o uso diário do protetor solar. Escolha um produto com o fator de proteção adequado para o seu tipo de pele e aplique-o generosamente,escolha um que tenha a duração maior para ter mais comodidade no dia a dia e com a tecnologia Solent que ajudam tanto na proteção de 12 horas como no fotoenvelhecimento e melasma.

O protetor solar ajuda a bloquear os raios UV prejudiciais da pele, prevenindo queimaduras solares e danos a longo prazo, como o envelhecimento precoce. Além disso, evite exposição prolongada ao sol, especialmente durante as horas de pico de radiação UV, que geralmente são entre as 10h e 16h.

Hidratação e seu papel na manutenção da pele saudável

Durante as ondas de calor, é essencial manter a pele hidratada. Aumente a ingestão de água para compensar a transpiração excessiva e evitar a desidratação. Além disso, use produtos hidratantes adequados para o seu tipo de pele, optando por fórmulas leves e não comedogênicas, que não obstruem os poros. A hidratação adequada ajuda a manter a pele macia, flexível e saudável, prevenindo a descamação e a aspereza causadas pelo ressecamento.

Dicas para escolher os produtos de cuidados com a pele certos para o verão

Durante o verão, é importante adaptar a sua rotina de cuidados com a pele para as condições climáticas. Opte por produtos mais leves, como géis e loções, que são mais refrescantes e menos oleosos. Procure por ingredientes como ácido hialurônico, que ajudam a hidratar a pele sem deixá-la pesada. Além disso, não se esqueça de escolher produtos com proteção solar embutida, como hidratantes e bases com FPS, para adicionar uma camada extra de proteção à sua pele.

Mudanças no estilo de vida para proteger a sua pele durante as ondas de calor

Além dos cuidados com a pele, algumas mudanças no seu estilo de vida podem ajudar a proteger a sua pele durante as ondas de calor. Evite passar muito tempo ao ar livre durante as horas mais quentes do dia e busque locais com sombra para se abrigar. Use roupas leves e de tecidos respiráveis, como algodão, para permitir que a pele respire. Além disso, use chapéus de abas largas e óculos de sol para proteger o rosto dos raios solares, sem esquecer do querido filtro solar com atuação prolongada. Lembre-se também de evitar banhos muito quentes, pois a água quente pode ressecar ainda mais a pele.

Como podemos ver, cuidar da pele durante as ondas de calor é essencial para evitar danos e preservar a sua saúde e beleza. Use protetor solar diariamente, hidrate-se adequadamente, escolha produtos adequados e tome medidas para proteger a sua pele do calor excessivo. Com essas dicas, você poderá aproveitar ao máximo o verão sem comprometer a saúde e beleza da sua pele. Comece a cuidar de si mesma agora mesmo!. Cuide-se e aproveite o verão com uma pele saudável e radiante!

Ciência por trás da Tecnologia Solent® Tripla Proteção Solar 12 Horas UVA, UVB e Anti-UVA1 Longo

Na vasta variedade de protetores solares, a tecnologia Solent® da ADA TINA surge como uma inovação, promovendo uma defesa solar avançada e duradoura. Enquanto muitos protetores solares convencionais demandam reaplicações frequentes ao longo do dia e uma maior quantidade de produto, a Solent® estabelece um padrão prático e econômico ao oferecer 12 horas de proteção eficaz contra as radiações UVA, UVB e, especialmente, o UVA1 Longo, e segue o padrão Europeu de “um dedo basta” para todo o rosto, pois são protetores muito mais concentrados e testados nas normas COLIPA Europa ( Órgão Europeu que regulamenta produção e testes de Protetores Solares), e reconhecidas pela ANVISA Brasil.

A Tecnologia Solent® em Detalhes

O diferencial da tecnologia Solent® reside na sua capacidade de proporcionar uma proteção solar mais eficaz e duradoura. A combinação sinérgica de filtros solares intensamente fotoestáveis é o cerne dessa inovação, garantindo não apenas 12 horas de proteção UVA, UVB e UVA Longo, mas também 12 horas de fotoestabilidade.

Sem Avobenzona, Maior Estabilidade

Outro ponto crucial é a exclusão da avobenzona na fórmula da tecnologia Solent®. A avobenzona, comumente presente em muitos protetores solares, é conhecida por sua instabilidade e rápida degradação após a exposição ao sol, durando apenas cerca de 1 hora a 1 hora e meia. Esse curto período não apenas compromete a eficácia da proteção solar, mas também pode degradar outros filtros presentes no produto. Com a Solent®, essa preocupação é eliminada, garantindo uma proteção consistente por 12 horas, mesmo em condições de exposição solar prolongada.

Benefícios Práticos da Tecnologia Solent®

Além da eficácia cientificamente comprovada, a tecnologia Solent® proporciona praticidade à rotina de cuidados com a pele. A necessidade de reaplicações e retoques ao longo do dia é eliminada, simplificando o processo e tornando-o mais prático para o dia a dia agitado. Essa inovação não apenas protege a pele contra os danos imediatos causados pelo sol, mas também atua como uma medida preventiva contra o envelhecimento prematuro, maior prevenção do câncer de pele; máxima proteção de radiações UVA e UVB; maior prevenção de manchas; melasmas, lentigos e hipercromias. Também uma maior prevenção do envelhecimento intrínseco e extrínseco (Fotoenvelhecimento) e os riscos associados à exposição prolongada aos raios solares.

Ao escolher protetores solares equipados com a inovadora tecnologia Solent®, os benefícios não se limitam apenas à saúde da pele, mas também se estendem ao bolso. A ação de 12 horas de proteção oferecida pela tecnologia Solent® resulta em uma economia financeira significativa, pois elimina a necessidade constante de reaplicações ao longo do dia. Essa eficiência não apenas poupa recursos, mas também reduz os gastos associados à aquisição frequente de protetores solares. Ao adotar essa abordagem avançada e duradoura, os consumidores não só investem na saúde da pele, prevenindo danos imediatos e o envelhecimento prematuro, mas também adotam uma escolha financeiramente inteligente, otimizando os custos relacionados aos cuidados diários com a pele. A tecnologia Solent® destaca-se não apenas pela sua eficácia científica, mas também pela economia que proporciona, devido ao padrão Europeu de “um dedo basta”, oferecendo uma solução completa e vantajosa para uma rotina de skincare sustentável.

Melhores protetores solares com 12 horas de proteção

Confira quais são os protetores solares com mais eficácia contra os malefícios da radiação solar, com proteção prolongada da tecnologia Solent®:

Biosole Extreme FPS 99

biosole extreme fps99

Esse protetor solar possui, além das 12 horas de proteção solar garantidos pela tecnologia Solent®, máximo bloqueio anti-melasma, com Tinosorb® M Anti-UVA1 Longo, prevenindo manchas, melasma e fotoenvelhecimento.

Biosole Oxy FPS 50

biosole oxy

É um protetor solar clareador e antioxidante com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX, que combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 Horas de Proteção Solar e 24 Horas de Proteção Anti-Melasma.

Biosole FPS 90

É o protetor solar Zero Melasma e anti-manchas, com dupla ação antioxidante de DIFENDIOX® e Vitamina E, contendo toque seco, não oleoso e textura leve, além das 12 horas de Proteção Solar e 12 horas de fotoestabilidade.

UVA longo: o que é, e para que serve?

Em meio ao universo complexo dos cuidados com a pele, deparamo-nos com uma série de termos e siglas que podem parecer complicados à primeira vista. Entre esses, destaca-se o UVA longo, um elemento crucial que pode impactar profundamente a saúde da nossa pele. Neste artigo, exploraremos o que é esse UVA e como se proteger deste tipo de radiação.

O que é UVA?

Antes de tudo, precisamos entender o que significa essa sigla. O UVA, ou ultravioleta A, é uma forma de radiação solar que compõe uma parte significativa da luz do sol que atinge a Terra. Ao contrário dos raios UVB, que têm maior intensidade durante o verão e causam queimaduras solares, os raios UVA são consistentes ao longo do ano independente do clima e podem penetrar mais profundamente na pele. Essa capacidade de penetração mais profunda destaca a importância do UVA no contexto dos cuidados com a pele, uma vez que pode contribuir para danos a longo prazo, como envelhecimento prematuro e aumento do risco de câncer de pele. Compreender a natureza do UVA é essencial para adotar medidas adequadas de proteção solar e manter uma rotina eficaz de skincare.

E o que é o UVA longo?

É crucial entender a distinção entre UVA curto e UVA longo. O UVA 1, também conhecido como longo, refere-se às ondas de comprimento mais longa dessa radiação, penetrando mais profundamente na pele em comparação com o UVA curto, também chamado de UVA 2. O UVA longo é capaz de causar graves consequências a longo prazo, como o fotoenvelhecimento extremo, manchas escuras e persistentes, diminuição da imunidade e até câncer de pele, sabendo que podem penetrar até mesmo o vidro.

Quais os maiores riscos da exposição prologada aos raios solares?

Fotoenvelhecimento Prematuro: A exposição contínua a esse tipo de radiação pode contribuir para o envelhecimento prematuro da pele. Ele desencadeia a formação de radicais livres, que, por sua vez, podem levar à quebra de colágeno e elastina, resultando em linhas de expressão e rugas.

Melasma: Os raios UVA longo estimulam a produção de melanina, e ao longo do tempo essa produção gera um acúmulo de pigmento, o que causa surgimento de manchas escuras na pele do rosto, conhecidas como melasma. Essas manchas podem se tornar um desafio estético para muitos, afetando não só a saúde da pele, mas também a autoestima e a qualidade de vida.

Danos Celulares: A penetração profunda desse UVA pode causar danos no DNA das células da pele, contribuindo para uma variedade de problemas, incluindo problemas dermatológicos, e a possibilidade de desenvolvimento de câncer de pele.

Como se proteger desse tipo de radiação?

Uso diário de protetor solar de amplo espectro: Ao escolher um protetor solar, opte por um de amplo espectro, preferencialmente FPS 50+, indicando proteção contra os raios UVA e UVB. Certifique-se de que o produto oferece também defesa específica contra o UVA longo.

Antioxidantes na Rotina de Skincare: Integre antioxidantes à sua rotina de skincare. Eles podem ajudar a neutralizar os radicais livres gerados pela exposição ao UVA, contribuindo para a prevenção do envelhecimento precoce.

Evite a Exposição Excessiva: Embora seja impossível evitar completamente a exposição ao sol, especialmente o UVA, tente limitar o tempo gasto sob os raios diretos, especialmente durante as horas de pico.

Qual protetor solar usar?

Quando se trata de escolher um protetor solar que ofereça uma defesa eficaz contra a radiação UVA longo, o Biosole Extreme FPS 99 se destaca como a melhor opção. Isso porque o Biosole Extreme incorpora o poderoso Tinosorb M em sua composição, proporcionando uma absorção robusta da radiação UVA1 Longo.

Biosole Extreme FPS 99 Proteção contra UVA Longo

Desenvolvido para prevenir manchas, melasma e os sinais indesejados do fotoenvelhecimento, este protetor inovador vai além da simples proteção solar, apresentando um máximo bloqueio anti-melasma e uma incrível duração de 12 horas de proteção UV, evitando reaplicações constantes.

Não deixe que os raios solares destruam sua pele facial, adote o Biosole Extreme FPS 99 em sua rotina skincare!

Skincare para peles com melasma

Skincare para peles com melasma

Melasma é o nome dado às manchas resistentes que aparecem no rosto frequentemente na região das bochechas, testa e queixo. 

Há tratamento, então se você tem melasma não se desespere!

Aqui neste texto vamos falar sobre o que é melasma, como identificar, como prevenir e

ensinar uma skincare para peles com melasma perfeita para seu tratamento.

Confira!

O que é melasma?

Primeiramente vamos entender o que é o melasma.

Já falamos bastante aqui sobre esse assunto, mas, vamos relembrar rapidamente que o melasma atinge principalmente mulheres com fototipos III, IV e V.

Essa condição é comum e causa manchas escuras na pele derivadas de uma hiperpigmentação que libera mais melanina  que o normal. 

Melanina é um tipo de proteína que garante a coloração da pele e evita naturalmente os danos da radiação UV no DNA.

Essa hiperpigmentação resulta em formação de manchas castanhas (claras e escuras) ou marrom mais acinzentadas com formato irregular e limites demarcados.

O melasma aparece especificamente no rosto, atingindo geralmente a área das bochechas, testa, lábio superior e queixo. O tamanho das manchas do melasma podem variar, mas alguns chegam a tomar a face por completo.

Se você já tem melasma, o primeiro passo e talvez o mais importante será classificá-lo para escolher o tratamento correto, vamos entender como segundo a classificação dos graus do melasma segundo Dr. Maurizio Pupo.

Identifique seu melasma para escolher o melhor tratamento!

Identifique seu melasma para escolher o melhor tratamento!

A classificação dos graus do melasma de acordo com o farmacêutico especialista em cosmetologia Dr. Maurizio Pupo são:

Melasma grau 1: É o melasma mais recente, com menos de 1 ano, com manchas ainda claras e menos profundas e que necessita de tratamento rápido para não evoluir para os graus mais graves. Também chamado de melasma epidérmico, pois as manchas estão localizadas nas camadas mais superficiais da pele.

Melasma grau 2: É o grau de melasma com mais de 1 ano, com manchas bem visíveis e mais escurecidas e que já não responde bem aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma misto, pois as manchas se localizam nas camadas superficiais e médias da pele.

Melasma grau 3: É o tipo de melasma com mais de 5 anos, antigo, persistente e com manchas profundas e resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico, pois as manchas escuras já se localizam na camada mais profunda da pele.

Melasma Grau 4: É o tipo mais grave de melasma, com mais de 10 anos, muito antigo, muito persistente e com manchas muito profundas e muito resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico grave pois as manchas escuras já se encontram nas camadas mais profundas da pele com grandes depósitos de melanina.

Proteger a pele é o passo mais importante

Proteger a pele é o passo mais importante da skincare de quem tem melasma.

Usar um bom protetor solar todos os dias é a melhor maneira de prevenir o surgimento de novas manchas, inclusive e principalmente as do melasma. Afinal, o melasma surge a partir da exposição excessiva aos raios UV do sol.

Além disso, os protetores solares clareadores com ativos antioxidantes em sua formulação, como a vitamina C e o DIFENDIOX® , uma tecnologia exclusiva Ada Tina, são capazes de clarear intensivamente as manchas escuras do melasma, além de proteger a pele contra os raios Uv do sol e a fotoestabilidade.

O uso de protetores poderosos e de tratamento intenso, associados a outros produtos clareadores como séruns e ácidos, são capazes de clarear até mesmo as manchas mais profundas, como o melasma grau 4.

Skincare para peles com melasma 

Dicas de Skincare para peles com melasma:

Passo 1: 

2:

  • Hora do tratamento, utilize um sérum da linha Claravis da Ada Tina de acordo com o seu grau de melasma, sempre após a limpeza e preferencialmente no período noturno antes de dormir.

3:

  • Proteção solar: como citamos acima, a proteção solar é o passo mais importante para uma skincare de sucesso na pele com melasma. O uso do protetor solar ideals vai além de proteger, também clarear e prevenir o aparecimentos de novas manchas. E o protetor perfeito é o Biosole Oxy clareador com 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

Séruns da Linha Clarivis da Ada Tina, resultados surpreendentes contra o melasma

Clarivis Nia 10 – sérum clareador concentrado com niacinamida

Clarivis Nia 10

Sérum clareador, anti-manchas, ultra concentrado, formulado com Niacinamida Pura 10% + Ácido Hialurônico. Rico em agentes de permeação que previne, trata e clareia manchas escuras, melasma grau 1, sardas, imperfeições e manchas de acne.

Clarivis High Potency – potente sérum clareador de manchas e melasma 

clarivis high potency

Sérum com alta potência clareadora e iluminadora, formulado com Tripla Combinação exclusiva de ácidos clareadores concentrados em 14,82%, que clareiam intensamente as manchas escuras, incluindo o melasma grau 3 e grau 4.

Clarivis Tx – sérum Ultra Clareador com ácido tranexâmico – Clarivis Tx

Clarivis TX

Sérum Ultra Clareador com Tripla Ação Clareadora formulado com Ácido Tranexâmico, Niacinamida e Alfa-Arbutin indicado para clarear manchas escuras da pele inclusive Melasma Grau 2 e Grau 3, além de manchas de acne e manchas de sol.

Clarivis Tx Ultra Resist – sérum booster clareador de manchas, melasma resistente e hormonal

clarivis tx ultra resist

Sérum ultra clareador especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, como o melasma grau 2 e 3, formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora, capaz de deixar a pele mais clara em apenas 7 dias de uso*, com textura extra leve e não oleosa.

Biosolo Oxy FPS 50 – proteção e clareamento!

Biosole Oxy FPS 50 é um protetor solar clareador e antioxidante com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, que combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

biosole oxy

É necessário usar protetor solar à noite? Descubra!

É necessário usar protetor solar à noite?

O protetor solar é o maior aliado da nossa pele! Sabemos que ele nos protege dos malefícios causados pelo sol, mas será que à noite é necessário usá-lo?

Vamos ver sobre esse assunto no texto a seguir. Confira!

É necessário usar protetor solar à noite?

Não é exatamente necessário, mas dependendo da sua rotina noturna à exposição de luzes artificiais, que chamamos de luz azul e luz visível, o protetor solar pode sim ajudar a proteger a sua pele mesmo à noite.

Isso quer dizer que, se você não for o tipo de pessoa que fica exposta às luzes durante toda a noite, não há a necessidade de fazer o uso de protetor solar. Mas, o uso do protetor solar à noite é muito importante se você for utilizar computador ou smartphone e principalmente se sua pele for fotossensível.

Mas, o que é luz visível e luz azul?

Luz visível, que como o próprio nome já diz, é toda luz que conseguimos enxergar, como a luz do sol, das lâmpadas, dos eletroeletrônicos, entre outras. Ou seja, todas as cores que podemos observar fazem parte do espectro visível.

Agora que já sabemos o que é luz visível, fica mais fácil compreender que a luz azul é uma parte da luz visível e, como vimos acima, esta parte está presente nesse espectro. Mas onde está a luz azul? Ela é encontrada em todos os aparelhos eletroeletrônicos e também nas lâmpadas de led e incandescentes.

A luz azul causa envelhecimento e manchas na pele?

A luz azul possui características muito parecidas com a radiação UVA, assim tendo um alto poder de penetração, atingindo até mesmo as camadas mais profundas da pele. Por ter estas características, a luz azul pode sim estimular a produção de melanina e agravar manchas e melasma. Ela age estimulando o melanócito a aumentar a produção de melanina (pigmento que dá a cor à pele, cabelos, olhos e pelo). 

Além do mais, a luz azul também estimula a produção de radicais livres, intensificando a destruição do colágeno. Acelerando o fotoenvelhecimento precoce da pele e ocasionando desta maneira a formação de rugas, linhas de expressão e flacidez.

Quais os efeitos de usar protetor solar à noite?

protetor solar a noite

Assim como durante o dia, o uso do protetor solar à noite vai  proteger a sua pele contra a radiação.

Vale também falarmos sobre os protetores que são também tratamento, como o Biosole Oxy FPS 50 da marca Ada Tina.

Indicado também para uso noturno, pois age na pele como um antioxidante e clareador de manchas e melasma, além de proteger a pele dos malefícios da luz solar, luz azul e luz visível.

Benefícios do Biosole Oxy FPS 50

Devido a sua potente ação antioxidante e clareadora, Biosole Oxy FPS 50 combate desde melasmas até manchas pós-inflamatórias.

Esse poderoso protetor solar que também é tratamento possui possui 12 horas de alta proteção solar contra as radiações UVA e UVB, sem necessidade de tantas reaplicações durante o dia, pois conta com a exclusiva tecnologia Solent da Ada Tina, essa que garante

Por ser rico em vitamina C e Difendiox® (tecnologia também exclusiva da Ada Tina), além de ser um potente clareador de manchas, como dissemos acima, Biosole Oxy FPS 50 possui eficácia anti sinais e anti rugas, deixando a pele com menos flacidez, mais saudável e rejuvenescida.

Sua incrível fórmula conta também com niacinamida clareadora, um potente ativo que possui propriedades ultra clareadoras. Além disso, ela também protege a pele contra o câncer de pele, malefícios causados pela poluição, luz azul e luz visível.

Biosole Oxy FPS 50 Combate 15 tipos de manchas!

O Biosole Oxy FPS 50 é o melhor protetor solar com ação antioxidante e clareadora do mercado de dermocosméticos, pois é desenvolvido com vitamina C, niacinamida e DIFENDIOX®. Esses ingredientes juntos criam uma sinergia capaz de proteger e tratar peles fotoenvelhecidas e com manchas de melasma.

Além disso, Biosole Oxy FPS 50 combate não apenas as manchas do melasma, mas também 15 tipos de manchas. Confira a lista abaixo:

1. Manchas de melasma;

2. Manchas causadas pela poluição;

3. Manchas causadas pelo ozônio;

4. Manchas causadas pela radiação infravermelha;

5. Manchas de calor;

6. Manchas por danos solares ao DNA;

7. Lentigo solar;

8. Lentigo senil;

9. Manchas da idade;

10. Manchas causadas pelos raios UVA.

11. Manchas causadas pelos raios UVB;

12. Manchas causadas pelos radicais livres;

13. Manchas escurecidas;

14. Manchas avermelhadas;

15. Manchas pós-inflamatórias.

biosole oxy

E como usar Biosole Oxy FPS 50?

Biosole Oxy FPS 50 é indicado para a proteção solar e o tratamento das peles com manchas. E para obter uma proteção completa, aplique Biosole Oxy FPS 50 diariamente pela manhã antes de expor sua pele aos raios solares e à noite, sobre a pele limpa e seca.

Melhores produtos para o tratamento do melasma

A Ada Tina possui vários produtos para o tratamento do melasma. O uso do sérum combinado com o protetor solar é uma ótima forma de clarear manchas escuras e proteger nossa pele contra a radiação UV, prevenindo assim as manchas na pele.

Clarivis TX Ultra Resist é um sérum ultra clareador especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, assim como as manchas do melasma grau 2 e 3. Formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora, capaz de deixar a pele mais clara, com textura extra leve e não oleosa.

Clarivis TX Ultra Resist é capaz de clarear também o melasma hormonal.

clarivis tx ultra resist

Tenho melasma grau 4: e agora? 

Tenho melasma grau 4: e agora?

Neste texto vamos entender sobre o melasma, as características do melasma grau 4 e o tratamento ideal para esse tipo específico.

Confira!

O que é melasma?

Primeiramente vamos entender o que é o melasma.

Já falamos bastante aqui sobre esse assunto, mas, vamos relembrar rapidamente que o melasma atinge principalmente mulheres com fototipos III, IV e V.

Essa condição é comum e causa manchas escuras na pele derivadas de uma hiperpigmentação que libera mais melanina  que o normal. 

Melanina é um tipo de proteína que garante a coloração da pele e evita naturalmente os danos da radiação UV no DNA.

Essa hiperpigmentação resulta em formação de manchas castanhas (claras e escuras) ou marrom mais acinzentadas com formato irregular e limites demarcados.

O melasma aparece especificamente no rosto, atingindo geralmente a área das bochechas, testa, lábio superior e queixo. O tamanho das manchas do melasma podem variar, mas alguns chegam a tomar a face por completo.

Se você já tem melasma, o primeiro passo e talvez o mais importante será classificá-lo para escolher o tratamento correto, vamos entender como segundo a classificação dos graus do melasma segundo Dr. Maurizio Pupo.

O que pode causá-lo?

Dr. Maurizio Pupo acha importante frisar sempre que:

“O melasma é majoritariamente causado pelas radiações UVA e UVB do sol.”

E por isso devemos sempre fazer uso de um bom protetor solar de qualidade e adequado.

Entretanto, apesar de o melasma ocorrer por conta da exposição às radiações ultravioletas, alguns outros fatores associados a essa exposição podem agravar a superprodução de melanina causando o melasma e suas manchas escuras que aparecem na pele.

Alguns desses fatores são:

  • Uso de pílulas anticoncepcionais, condições hormonais e gravidez;
  • Predisposição genética;
  • Alimentação pobre em antioxidantes;
  • Doenças diagnosticadas da tireoide e do fígado;

No caso específico das doenças da tireóide, elas contribuem com o aparecimento do melasma por conta do desequilíbrio hormonal, já as doenças do fígado podem afetar a produção dos hormônios, o que influencia na formação das manchas do melasma.

Com essas informações então podemos compreender que o cuidado com nosso corpo e nossa saúde é tão importante quanto o uso de protetor solar para prevenção e ajuda no tratamento contra o esse problema.

Características e tratamento do melasma grau 4

Segundo a classificação do Dr. Maurizio, identificamos o melasma grau 4 como o mais grave de todos. Pois ele é uma mancha muito antiga e está visível na pele há mais de 10 anos. 

Essas manchas são grandes e escuras, surgindo em um estágio muito profundo.

Por essas manchas serem muito antigas e resistentes, as principais indicações para o tratamento do melasma grau 4 são séruns clareadores que possuem combinações exclusivas de determinados ácidos em sua formulação. 

Combinar esses produtos com um protetor solar antioxidante e clareador é uma excelente maneira de clarear manchas escuras como as de melasma, protegendo sua pele da radiação UV

Como prevenir o melasma?

protetor solar
  •  Usar protetor solar diariamente: A alta exposição ao sol sem proteção é uma das principais causas do melasma, por isso é fundamental usar protetor solar diariamente, mesmo nos dias nublados.
  • Usar dermocosméticos clareadores: Os dermocosméticos clareadores ajudam a reduzir e tratar o melasma. Não utilizar produtos clareadores pode agravar o melasma e causar outros danos à pele.
  • Se preocupar com a luz azul e visível: A luz azul e visível emitida por dispositivos eletrônicos, como smartphones e computadores, pode piorar o melasma. Isso ocorre porque essas luzes podem penetrar mais profundamente na pele e estimular a produção de melanina. Para prevenir o agravamento do melasma, recomenda-se o uso de protetor solar com ação anti-luz azul e visível.
  • Tratar outras condições de pele: Algumas condições de pele, como a acne, podem piorar o melasma. Por isso, é importante tratar todas as condições de pele em conjunto, para uma pele uniforme e radiante.
  • Evitar o estresse excessivo: O estresse pode desencadear uma série de problemas de saúde, incluindo uma piora no quadro de melasma. Tente reduzir o estresse com atividades relaxantes.
  • Manter uma alimentação equilibrada: Uma alimentação pobre em nutrientes e antioxidantes é rica em alimentos processados pode afetar negativamente a saúde da pele, incluindo o melasma. Por isso, mantenha uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes e antioxidantes, como frutas e vegetais.
  • Hidratar a pele adequadamente: A pele desidratada pode ficar mais suscetível a danos, incluindo o melasma. Por isso, hidrate a pele diariamente com produtos adequados para o seu tipo de pele. Opte por produtos sem fragrâncias e com ingredientes hidratantes, como o ácido hialurônico.

Tratamento do melasma grau 4

A Ada Tina possui diversos produtos voltados para o tratamento do melasma, inclusive para o grau 4, mostrando resultados rápidos e eficientes.

Sérum Potente Clareador De Manchas E Melasma Clarivis High Potency

Clarivis High Potency é um sérum com alta potência clareadora e iluminadora, formulado com Tripla Combinação exclusiva de ácidos clareadores concentrados em 14,82%, que clareiam intensamente as manchas escuras, incluindo o melasma grau 3 resistente e grau 4.

Biosolo Oxy FPS 50 – proteção e clareamento!

Biosole Oxy FPS 50 é um protetor solar clareador e antioxidante com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, que combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

Como saber se tenho melasma?

Como saber se tenho melasma?

O melasma é o nome dado às manchas resistentes que aparecem no rosto frequentemente na região das bochechas, testa e queixo. 

Vamos entender melhor no texto a seguir, confira!

O que é melasma?

Primeiramente vamos entender o que é o melasma.

Já falamos bastante aqui sobre esse assunto, mas, vamos relembrar rapidamente que o melasma atinge principalmente mulheres com fototipos III, IV e V.

Essa condição é comum e causa manchas escuras na pele derivadas de uma hiperpigmentação que libera mais melanina  que o normal. 

Melanina é um tipo de proteína que garante a coloração da pele e evita naturalmente os danos da radiação UV no DNA.

Essa hiperpigmentação resulta em formação de manchas castanhas (claras e escuras) ou marrom mais acinzentadas com formato irregular e limites demarcados.

O melasma aparece especificamente no rosto, atingindo geralmente a área das bochechas, testa, lábio superior e queixo. O tamanho das manchas do melasma podem variar, mas alguns chegam a tomar a face por completo.

Se você já tem melasma, o primeiro passo e talvez o mais importante será classificá-lo para escolher o tratamento correto, vamos entender como segundo a classificação dos graus do melasma segundo Dr. Maurizio Pupo.

Como identificar o meu melasma para escolher o melhor tratamento?

A classificação dos graus do melasma de acordo com o farmacêutico especialista em cosmetologia Dr. Maurizio Pupo são:

Melasma grau 1: É o melasma mais recente, com menos de 1 ano, com manchas ainda claras e menos profundas e que necessita de tratamento rápido para não evoluir para os graus mais graves. Também chamado de melasma epidérmico, pois as manchas estão localizadas nas camadas mais superficiais da pele.

Melasma grau 2: É o grau de melasma com mais de 1 ano, com manchas bem visíveis e mais escurecidas e que já não responde bem aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma misto, pois as manchas se localizam nas camadas superficiais e médias da pele.

Melasma grau 3: É o tipo de melasma com mais de 5 anos, antigo, persistente e com manchas profundas e resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico, pois as manchas escuras já se localizam na camada mais profunda da pele.

Melasma Grau 4: É o tipo mais grave de melasma, com mais de 10 anos, muito antigo, muito persistente e com manchas muito profundas e muito resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico grave pois as manchas escuras já se encontram nas camadas mais profundas da pele com grandes depósitos de melanina.

O que pode causá-lo?

Dr. Maurizio Pupo acha importante frisar sempre que:

“O melasma é majoritariamente causado pelas radiações UVA e UVB do sol.”

E por isso devemos sempre fazer uso de um bom protetor solar de qualidade e adequado.

Entretanto, apesar de o melasma ocorrer por conta da exposição às radiações ultravioletas, alguns outros fatores associados a essa exposição podem agravar a superprodução de melanina causando o melasma e suas manchas escuras que aparecem na pele.

Alguns desses fatores são:

  • Uso de pílulas anticoncepcionais, condições hormonais e gravidez;
  • Predisposição genética;
  • Alimentação pobre em antioxidantes;
  • Doenças diagnosticadas da tireoide e do fígado;

No caso específico das doenças da tireóide, elas contribuem com o aparecimento do melasma por conta do desequilíbrio hormonal, já as doenças do fígado podem afetar a produção dos hormônios, o que influencia na formação das manchas do melasma.

Com essas informações então podemos compreender que o cuidado com nosso corpo e nossa saúde é tão importante quanto o uso de protetor solar para prevenção e ajuda no tratamento contra o esse problema.

O melasma pode desaparecer?

O melasma é uma condição crônica da pele causada pela exposição solar sem proteção e pode ser prevenido e controlado.

O tratamento irá controlar essa condição, controlar a hiperpigmentação da pele fazendo assim com que as manchas escuras causadas pelo melasma desapareçam e se mantenham ocultas desde que o tratamento seja seguido e a pele protegida.

Mantendo a prevenção anti melasma com o uso de proteção solar adequada associada ao uso constante de produtos anti melasma na rotina de skincare essas manchas não tornarão a aparecer e o melasma permanecerá controlado.

Como prevenir o melasma?

protetor solar
  • Usar protetor solar diariamente – A alta exposição ao sol sem proteção é uma das principais causas do melasma, por isso é fundamental usar protetor solar diariamente, mesmo nos dias nublados.
  • Usar dermocosméticos clareadores – Os dermocosméticos clareadores ajudam a reduzir e tratar o melasma. Não utilizar produtos clareadores pode agravar o melasma e causar outros danos à pele.
  • Se preocupar com a luz azul e visível – A luz azul e visível emitida por dispositivos eletrônicos, como smartphones e computadores, pode piorar o melasma. Isso ocorre porque essas luzes podem penetrar mais profundamente na pele e estimular a produção de melanina. Para prevenir o agravamento do melasma, recomenda-se o uso de protetor solar com ação anti-luz azul e visível.
  • Tratar outras condições de pele – Algumas condições de pele, como a acne, podem piorar o melasma. Por isso, é importante tratar todas as condições de pele em conjunto, para uma pele uniforme e radiante.
  • Evitar o estresse excessivo – O estresse pode desencadear uma série de problemas de saúde, incluindo uma piora no quadro de melasma. Tente reduzir o estresse com atividades relaxantes.
  • Manter uma alimentação equilibrada – Uma alimentação pobre em nutrientes e antioxidantes e rica em alimentos processados pode afetar negativamente a saúde da pele, incluindo o melasma. Por isso, mantenha uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes e antioxidantes, como frutas e vegetais.
  • Hidratar a pele adequadamente – A pele desidratada pode ficar mais suscetível a danos, incluindo o melasma. Por isso, hidrate a pele diariamente com produtos adequados para o seu tipo de pele. Opte por produtos sem fragrâncias e com ingredientes hidratantes, como o ácido hialurônico.

Séruns da Linha Clarivis da Ada Tina, resultados surpreendentes contra o melasma

Sérum Clareador Concentrado Com Niacinamida Clarivis Nia 10

Clarivis Nia 10 sérum clareador, anti-manchas, ultra concentrado, formulado com Niacinamida Pura 10% + Ácido Hialurônico. Rico em agentes de permeação que previne, trata e clareia manchas escuras, melasma grau 1, sardas, imperfeições e manchas de acne.

Sérum Potente Clareador De Manchas E Melasma Clarivis High Potency 

Clarivis High Potency é um sérum com alta potência clareadora e iluminadora, formulado com Tripla Combinação exclusiva de ácidos clareadores concentrados em 14,82%, que clareiam intensamente as manchas escuras, incluindo o melasma grau 3 e grau 4.

Sérum Ultra Clareador Com Ácido Tranexâmico – Clarivis Tx

CLARIVIS TX é um Sérum Ultra Clareador com Tripla Ação Clareadora formulado com Ácido Tranexâmico, Niacinamida e Alfa-Arbutin indicado para clarear manchas escuras da pele inclusive Melasma Grau 2 e Grau 3, além de manchas de acne e manchas de sol.

Sérum Clarivis Tx Ultra Resist Booster Clareador De Manchas E Melasma Resistente E Hormonal

Clarivis TX Ultra Resist é um sérum ultra clareador especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, como o melasma grau 2 e 3, formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora, capaz de deixar a pele mais clara em apenas 7 dias de uso*, com textura extra leve e não oleosa.

Biosolo Oxy FPS 50 – proteção e clareamento!

Biosole Oxy FPS 50 é um protetor solar clareador e antioxidante com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, que combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

Descobri melasma! Como tratar?

Descobri melasma! Como tratar?

Melasma é o nome dado às manchas resistentes que aparecem no rosto frequentemente na região das bochechas, testa e queixo. 

Há tratamento, então se você acabou de descobrir o seu melasma não se desespere. 

Aqui neste texto vamos ensinar para você que descobriu melasma como tratar, o que é, como identificar e como prevenir

Confira!

Descobri melasma, quero tratar! Mas o que é melasma?

Primeiramente vamos entender o que é o melasma.

Já falamos bastante aqui sobre esse assunto, mas, vamos relembrar rapidamente que o melasma atinge principalmente mulheres com fototipos III, IV e V.

Essa condição é comum e causa manchas escuras na pele derivadas de uma hiperpigmentação que libera mais melanina  que o normal. 

Melanina é um tipo de proteína que garante a coloração da pele e evita naturalmente os danos da radiação UV no DNA.

Essa hiperpigmentação resulta em formação de manchas castanhas (claras e escuras) ou marrom mais acinzentadas com formato irregular e limites demarcados.

O melasma aparece especificamente no rosto, atingindo geralmente a área das bochechas, testa, lábio superior e queixo. O tamanho das manchas do melasma podem variar, mas alguns chegam a tomar a face por completo.

Se você já tem melasma, o primeiro passo e talvez o mais importante será classificá-lo para escolher o tratamento correto, vamos entender como segundo a classificação dos graus do melasma segundo Dr. Maurizio Pupo.

Descobri melasma, quero tratar! – Identifique seu melasma para escolher o melhor tratamento!

melasma

Descobri melasma, quero tratar! Identifique seu melasma para escolher o melhor tratamento!

A classificação dos graus do melasma de acordo com o farmacêutico especialista em cosmetologia Dr. Maurizio Pupo são:

Melasma grau 1: É o melasma mais recente, com menos de 1 ano, com manchas ainda claras e menos profundas e que necessita de tratamento rápido para não evoluir para os graus mais graves. Também chamado de melasma epidérmico, pois as manchas estão localizadas nas camadas mais superficiais da pele.

Melasma grau 2: É o grau de melasma com mais de 1 ano, com manchas bem visíveis e mais escurecidas e que já não responde bem aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma misto, pois as manchas se localizam nas camadas superficiais e médias da pele.

Melasma grau 3: É o tipo de melasma com mais de 5 anos, antigo, persistente e com manchas profundas e resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico, pois as manchas escuras já se localizam na camada mais profunda da pele.

Melasma Grau 4: É o tipo mais grave de melasma, com mais de 10 anos, muito antigo, muito persistente e com manchas muito profundas e muito resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico grave pois as manchas escuras já se encontram nas camadas mais profundas da pele com grandes depósitos de melanina.

O melasma pode desaparecer?

O melasma é uma condição crônica da pele causada pela exposição solar sem proteção, o que danifica o DNA de melanócitos e nessa condição produzem mais melanina (pigmento natural da pele), surgindo assim as manchas de melasma. Essas que podem ser prevenidas e controladas.

O tratamento irá controlar essa condição, controlar a hiperpigmentação da pele fazendo assim com que as manchas escuras causadas pelo melasma desapareçam e se mantenham ocultas desde que o tratamento seja seguido e a pele protegida.

Mantendo a prevenção anti melasma com o uso de proteção solar adequada associada ao uso constante de produtos anti melasma na rotina de skincare essas manchas não tornarão a aparecer e o melasma permanecerá controlado.

Uma pele protegida possui um DNA  íntegro e não tem hiperpigmentação, por tanto não terá melasma, mas como a proteção funciona na pele?

Proteger a pele é o mais importante

Usar um bom protetor solar todos os dias é a melhor maneira de prevenir o surgimento de novas manchas, inclusive e principalmente as do melasma. Afinal, o melasma surge a partir da exposição excessiva aos raios UV do sol.

Além disso, os protetores solares clareadores com ativos antioxidantes em sua formulação, como a vitamina C e o DIFENDIOX® , uma tecnologia exclusiva Ada Tina, são capazes de clarear intensivamente as manchas escuras do melasma, além de proteger a pele contra os raios Uv do sol e a fotoestabilidade.

O uso de protetores poderosos e de tratamento intenso, associados a outros produtos clareadores como séruns e ácidos, são capazes de clarear até mesmo as manchas mais profundas, como o melasma grau 4. 

Séruns da Linha Clarivis da Ada Tina, resultados surpreendentes contra o melasma

Sérum Clareador Concentrado Com Niacinamida Clarivis Nia 10

Clarivis Nia 10 sérum clareador, anti-manchas, ultra concentrado, formulado com Niacinamida Pura 10% + Ácido Hialurônico. Rico em agentes de permeação que previne, trata e clareia manchas escuras, melasma grau 1, sardas, imperfeições e manchas de acne.

Sérum Potente Clareador De Manchas E Melasma Clarivis High Potency 

Clarivis High Potency é um sérum com alta potência clareadora e iluminadora, formulado com Tripla Combinação exclusiva de ácidos clareadores concentrados em 14,82%, que clareiam intensamente as manchas escuras, incluindo o melasma grau 3 e grau 4.

Sérum Ultra Clareador Com Ácido Tranexâmico – Clarivis Tx

CLARIVIS TX é um Sérum Ultra Clareador com Tripla Ação Clareadora formulado com Ácido Tranexâmico, Niacinamida e Alfa-Arbutin indicado para clarear manchas escuras da pele inclusive Melasma Grau 2 e Grau 3, além de manchas de acne e manchas de sol.

Sérum Clarivis Tx Ultra Resist Booster Clareador De Manchas E Melasma Resistente E Hormonal

Clarivis TX Ultra Resist é um sérum ultra clareador especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, como o melasma grau 2 e 3, formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora, capaz de deixar a pele mais clara em apenas 7 dias de uso*, com textura extra leve e não oleosa.

Biosolo Oxy FPS 50 – proteção e clareamento!

Biosole Oxy FPS 50 é um protetor solar clareador e antioxidante com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, que combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

5 Melhores Protetores Solares Clareadores 

Melhores Protetores Solares Clareadores

Pensando em oferecer máxima proteção e ao mesmo tempo clareamento para a sua pele, listamos os 5 melhores protetores solares clareadores.

Confira!

Linha Biosole – melhores protetores solares clareadores

A linha Biosole da Ada Tina foi especialmente desenvolvida para proteger, tratar e auxiliar no clareamento da pele com manchas. Manchas essas como as do melasma, manchas solares, manchas escuras, manchas de acne, do fotoenvelhecimento, das rugas e do envelhecimento precoce. 

Graças à tecnologia DIFENDIOX®, exclusiva da Ada Tina, que conta com 14 polifenóis antioxidantes naturais da oliva. Uma defesa biológica capaz de proteger até mesmo as camadas mais profundas da pele dos malefícios causados pelos raios solares, luz azul e luz visível.

protetores colares clareadores

1. Biosole Oxy FPS 50

Biosole Oxy FPS 50 é um protetor solar clareador de manchas com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®. Desenvolvido especialmente para proteger e tratar as peles com melasma, pois atua no combate de 15 tipos de manchas.

Com eficácia antissinais e antirrugas, deixa a pele mais clara e rejuvenescida, além de conter 12 horas de proteção solar e 12 horas de fotoestabilidade.

2. Biosole E+ Ultra Vitamin FPS 90

Este incrível protetor solar Biosole também protege a pele contra os malefícios da luz azul e luz visível, contra os efeitos nocivos da poluição e do ozônio. Além da radiação infravermelha, protegendo a pele da principal causa das manchas e seus fatores agravantes.

Biosole E+ Ultra Vitamin FPS 90 é um protetor solar anti-idade e anti-manchas solares, pois conta com poderosa tripla ação anti-melasma de DIFENDIOX®, Vitamina E+ clareadora e tecnologia Solent de 12 horas de alta proteção solar e de fotoestabilidade. O que garante maior proteção anti manchas, anti melasma e antienvelhecimento.

Rico em DIFENDIOX® assosciado à Vitamina E+ clareadora e estabilizada e à tecnologia Solent, Biosole E+ Ultra Vitamin FPS 90 promove uma potente ação biológica hidrolipídica contra os radicais livres. Contribuindo assim para a prevenção e tratamento de manchas da pele, inclusive o melasma. Prevenindo também o envelhecimento precoce causado pela radiação solar UVA e UVB, luz azul e luz visível.

3. Biosole Fluid FPS 90

Protetor solar fluido, Biosole Fluid FPS 90 é anti-melasma e anti-manchas com ação antioxidante, muito resistente à água e ao suor, toque seco, não oleoso e com textura leve. Também conta com 12 Horas de Proteção Solar muito alta contra as radiações UVA e UVB.

Protetor solar com DIFENDIOX® em sua formulação, tecnologia exclusiva da ADA TINA, que ajuda a prevenir e tratar as manchas da pele, inclusive as manchas de melasma grave e resistente, protegendo também o colágeno, prevenindo o envelhecimento causado pela radiação solar UVA e UVB. Além de defender a pele dos malefícios causados pela Luz Azul e Visível.

4. Biosole BB FPS 60 

Possui toque seco oil free e de fácil espalhabilidade. Com uma textura aveludada e confortável, não deixa a pele oleosa, assegurando uma aparência perfeitamente uniforme e homogênea da pele, disfarçando as manchas escuras do rosto e imperfeições instantaneamente. Com alta proteção de manchas, capazes de proteger 155% mais contra a Luz Azul e Visível e com 12H de proteção solar, Biosole BB FPS 60 está disponível em 4 cores, sendo elas:  Bianco – Vaniglia – Miele – Noce.

Biosole BB FPS 60 especialmente desenvolvido com Difendiox® Antioxidante e Anti-Melasma, um antioxidante natural, rico em Oleuropeína e Hidroxitirosol com 14 polifenóis totais. 

Esse incrível protetor solar com cor possui potente ação antioxidante capaz de proteger a pele contra o melasma grave e resistente, manchas escuras do rosto e envelhecimento causado pela radiação solar UVA e UVB. Combatendo assim também os malefícios da luz azul e luz visível. Além de ajudar a clarear o melasma e manchas escuras da pele deixando-a mais uniforme, iluminada, jovem e saudável.

União que clareia manchas

Quem possui manchas na pele precisa protegê-la todos os dias com um protetor solar eficaz.

É preciso proteger as áreas escurecidas pela hiperpigmentação, pois assim a produção de melanina diminui e as manchas são suavizadas.

Essa proteção complementada com a vitamina C vai auxiliar no clareamento das manchas, inclusive as do melasma. Pois como já citado várias vezes aqui no blog, a vitamina C age prevenindo a hiperpigmentação da pele por ser um antioxidante poderoso.

5. Proteja, clareie e disfarce as manchas do melasma com Biosole BB FPS 60!

Biosole BB FPS 60 possui toque seco oil free e de fácil espalhabilidade, com uma textura aveludada e confortável, não deixa a pele oleosa assegurando assim uma aparência perfeitamente uniforme e homogênea da pele. Disfarça as manchas escuras do rosto e imperfeições instantaneamente, com alta proteção das manchas, além de ser capaz de proteger 155% mais contra a Luz Azul e Visível. Biosole BB FPS 60 conta também com 12H de proteção solar.

Desenvolvido com Difendiox® Antioxidante e Anti-Melasma, assim possuindo potente ação antioxidante capaz de proteger a pele contra o melasma grave e resistente, manchas escuras do rosto. Previne também o envelhecimento causado pela radiação solar UVA e UVB, combatendo os malefícios da luz azul e luz visível, ajudando assim a clarear o melasma e manchas escuras da pele deixando-a mais iluminada, jovem e saudável.

Esse incrível protetor solar com cor possui potente ação antioxidante capaz de proteger a pele contra o melasma grave e resistente, manchas escuras do rosto e envelhecimento causado pela radiação solar UVA e UVB. Combatendo assim também os malefícios da luz azul e luz visível. Além de ajudar a clarear o melasma e manchas escuras da pele deixando-a mais uniforme, iluminada, jovem e saudável.

Biosole BB Cream FPS 60 é encontrado atualmente em 4 cores.

União que clareia manchas – Pure C FPS 50 também está entre os melhores protetores solares clareadores

Quem possui manchas na pele precisa protegê-la todos os dias com um protetor solar eficaz.

Ao proteger as áreas escurecidas pela hiperpigmentação, a produção de melanina diminui e as manchas são suavizadas.

Essa proteção complementada com a vitamina C vai auxiliar no clareamento das manchas, inclusive as do melasma. Pois como já citado várias vezes aqui no blog, a vitamina C age prevenindo a hiperpigmentação da pele por ser um antioxidante poderoso.

Pure C FPS 50 protetor solar com Vitamina C e Niacinamida clareadora em alta concentração. Capaz de clarear a pele do rosto com eficácia anti-idade, anti-sinais e rejuvenescedora. 

Pure C FPS 50 combate os sinais do envelhecimento da pele como manchas no rosto, melasma, rugas profundas, flacidez e perda de elasticidade da pele. Combatendo também as linhas finas e marcas de expressão deixando a pele mais clara, iluminada e uniformizada com 12 horas de alta proteção solar.

Biosole Extreme FPS 99

Protetor solar FPS 99 – novo lançamento da Ada Tina.

Com o objetivo de trazer sempre mais proteção solar aos consumidores, a ADA TINA amplia seu portfólio da linha Biosole.

FPS 99 máximo bloqueio anti-melasma – Novo lançamento Ada Tina

O mais novo lançamento da Ada Tina, Biosole Extreme FPS 99 foi especialmente desenvolvido para o máximo bloqueio anti-melasma.

Com altíssimo fator de proteção FPS 99 e com Tinosorb M que absorve fortemente a radiação UVA1 Longo, além de efeito de refletir e dissipar a Luz Azul com efeito “boosting”. Biosole Extreme FPS 99 protege muito mais a pele contra os malefícios causados pelo Sol.

Não deixa a pele esbranquiçada – Sem Whitecast

protetor solar biosole extreme fps 99

Biosole Extreme FPS 99 não possui efeito whitecast, não deixa a pele com efeito esbranquiçado que dificulta o uso para peles de fototipos mais altos.

Por ter uma textura que além de leve é também invisível, Biosole Extreme FPS 99 é compatível com todos os tons de pele, desde o fototipo 1 que são as peles mais claras extremamente sensíveis as queimaduras causadas pelos raios solares, até o fototipo 6 que são as peles negras que também precisam de proteção solar, mas encontram dificuldade de usar um protetor sem whitecast.

Biosole Extreme FPS 99 – Máximo bloqueio anti-melasma

Biosole Extreme FPS 99 possui altíssima proteção e máximo bloqueio anti-melasma, pois protege a pele intensamente contra os raios solares, com Tinosorb M Anti-UVA1 Longo e proteção duradoura de 12HS. 

Sua fórmula ainda é rica em antioxidantes naturais como DIFENDIOX®, tecnologia exclusiva Ada Tina, que atua inclusive contra os malefícios da luz azul bloqueando os danos causados pelo Sol, protegendo intensamente a pele das manchas escuras, do melasma, manchas solares e manchas persistentes.

Mesmo com um fator de proteção solar (FPS) alto, esse poderoso protetor solar consegue deixar a pele sequinha quando aplicado no rosto. Pois seu toque não é oleoso, não é pegajoso e não estimula a produção de sebo na pele. Sendo ideal para todos os tipos de pele.

protetor solar biosole extreme fps 99

12HS de muita proteção, tecnologia SOLENT®  – Exclusiva Ada Tina

Com proteção altamente duradoura, a tecnologia SOLENT® possui extrema eficácia com 12HS de proteção fotoestável contra os raios solares UV. Sua combinação sinérgica de filtros solares intensamente fotoestáveis garantem máxima proteção sem que sejam necessárias tantas reaplicações durante o dia.

DIFENDIOX® –  Tecnologia exclusiva Ada Tina

DIFENDIOX® é a tecnologia exclusiva da Ada Tina que conta com 14 Polifenóis Antioxidantes. Capaz de proteger até mesmo as camadas mais profundas da pele dos malefícios dos raios solares, luz azul e da luz visível que agravam o melasma. 

DIFENDIOX é uma camada de proteção adicional de defesa biológica que protege a pele das manchas escuras e do fotoenvelhecimento.

Tudo sobre melasma na pele negra

Tudo sobre melasma na pele negra.

O melasma na pele negra atinge principalmente mulheres. Caracterizado pelo surgimento de manchas escuras é comum no rosto.

Vamos entender melhor sobre essa condição no texto a seguir.

Confira!

Tudo sobre melasma na pele negra

O melasma na pele negra atinge principalmente mulheres. Caracterizado pelo surgimento de manchas escuras é comum no rosto.

A pele negra possui algumas características específicas, como a oleosidade produzida naturalmente que ameniza os sinais de envelhecimento, além disso, ela também tem menor incidência de doenças, como o câncer de pele, quando comparada aos demais fototipos.

Mas, vamos relembrar o que é melasma, para entender melhor.

Afinal, o que é melasma?

Primeiramente vamos entender o que é o melasma.

Já falamos bastante aqui sobre esse assunto, mas, vamos relembrar rapidamente que o melasma atinge principalmente mulheres com fototipos III, IV e V.

Essa condição é comum e causa manchas escuras na pele derivadas de uma hiperpigmentação que libera mais melanina  que o normal. 

Melanina é um tipo de proteína que garante a coloração da pele e evita naturalmente os danos da radiação UV no DNA.

Essa hiperpigmentação resulta em formação de manchas castanhas (claras e escuras) ou marrom mais acinzentadas com formato irregular e limites demarcados.

O melasma aparece especificamente no rosto, atingindo geralmente a área das bochechas, testa, lábio superior e queixo. O tamanho das manchas do melasma podem variar, mas alguns chegam a tomar a face por completo.

Como descobrir o melasma na pele negra?

A pele negra, principalmente as de fototipo mais alto, apresentam mais concentração de melanina do que as tonalidades mais claras.

A melanina já é um pigmento amarronzado, e por isso tende a escurecer ainda mais quando exposto a inflamações como melasma, acne, alergias, entre outros e principalmente quando exposta aos raios solares sem proteção.

Assim, o primeiro passo a se tomar para identificar as manchas do melasma na pele negra é observando os sinais que a própria pele emite. Ficar de olho se as manchas que surgiram possuem formatos específicos do melasma (irregular e com limites demarcados) e principalmente nos locais que essas manchas apareceram.

Observado essa questão mais visual das manchas que pode deixar claro que sim, é um melasma, procurar um profissional de saúde (dermatologista) é o próximo passo.

Como tratar as manchas do melasma na pele negra?

Como a pele tende a escurecer naturalmente devido ao acúmulo de melanina, o tratamento incorreto pode piorar o quadro, deixando as manchas mais resistentes ainda, e é por isso que procurar ajuda especializada é necessário. 

Mas, não há necessidade para desespero, pois é possível controlar, tratar e prevenir o surgimento de novas manchas apenas com o uso de um bom protetor solar com 12hs de proteção.

Nós já falamos aqui que a pele negra não queima com facilidade quando exposta ao sol, mas isso não significa que ela não precisa de proteção, a pele negra precisa de proteção contra os raios do sol tanto quanto as peles de fototipos mais baixos.

O tratamento tópico é com certeza a melhor opção para controlar o melasma na pele. Séruns com ação clareadora e produtos com ação antioxidante oferecem benefícios tanto para manchas mais claras quanto para marcas mais escuras e persistentes. 

Produtos que tenham em sua fórmula antioxidantes, como a vitamina C, uniformizam o tom e a textura da pele. 

Além disso, a vitamina C ainda trará benefícios como uma pele mais iluminada, mais firme e prevenção contra rugas e linhas finas.

Quais cuidados a pele negra com melasma precisa ter?

Proteger a pele é o segredo?

Sim, mil vezes sim, não cansamos de frisar que a proteção solar diária é fundamental para a saúde de qualquer tipo de pele, independente do tom, a proteção solar é para todos! 

E fazer a escolha de um protetor solar de qualidade e adequado para o seu tipo de pele é o grande segredo.

Na Ada Tina temos protetores solares para todos os tipos de pele, com 12hs de proteção que vão auxiliar não só na prevenção, mas também no tratamento e clareamento da pele independente do fototipo.

Séruns da Linha Clarivis da Ada Tina, resultados surpreendentes contra o melasma

sérum

Sérum Clareador Concentrado Com Niacinamida Clarivis Nia 10

Clarivis Nia 10 sérum clareador, anti-manchas, ultra concentrado, formulado com Niacinamida Pura 10% + Ácido Hialurônico. Rico em agentes de permeação que previne, trata e clareia manchas escuras, melasma grau 1, sardas, imperfeições e manchas de acne.

Sérum Potente Clareador De Manchas E Melasma Clarivis High Potency 

Clarivis High Potency é um sérum com alta potência clareadora e iluminadora, formulado com Tripla Combinação exclusiva de ácidos clareadores concentrados em 14,82%, que clareiam intensamente as manchas escuras, incluindo o melasma grau 3 e grau 4.

Sérum Ultra Clareador Com Ácido Tranexâmico – Clarivis Tx

Clarivis TX é um Sérum Ultra Clareador com Tripla Ação Clareadora formulado com Ácido Tranexâmico, Niacinamida e Alfa-Arbutin indicado para clarear manchas escuras da pele inclusive Melasma Grau 2 e Grau 3, além de manchas de acne e manchas de sol.

Sérum Clarivis Tx Ultra Resist Booster Clareador De Manchas E Melasma Resistente E Hormonal

Clarivis TX Ultra Resist é um sérum ultra clareador especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, como o melasma grau 2 e 3, formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora, capaz de deixar a pele mais clara em apenas 7 dias de uso*, com textura extra leve e não oleosa.

Biosolo Oxy FPS 50 – proteção e clareamento!

Biosole Oxy FPS 50 é um protetor solar clareador e antioxidante com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, que combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

Como tirar o melasma urgente?

Como tirar o melasma urgente?

O mais importante sempre será proteger a pele, mas vamos entender melhor no texto a seguir, confira!

O que é melasma?

Primeiramente vamos entender o que é o melasma.

Já falamos bastante aqui sobre esse assunto, mas, vamos relembrar rapidamente que o melasma atinge principalmente mulheres com fototipos III, IV e V.

Essa condição é comum e causa manchas escuras na pele derivadas de uma hiperpigmentação que libera mais melanina  que o normal. 

Melanina é um tipo de proteína que garante a coloração da pele e evita naturalmente os danos da radiação UV no DNA.

Essa hiperpigmentação resulta em formação de manchas castanhas (claras e escuras) ou marrom mais acinzentadas com formato irregular e limites demarcados.

O melasma aparece especificamente no rosto, atingindo geralmente a área das bochechas, testa, lábio superior e queixo. O tamanho das manchas do melasma podem variar, mas alguns chegam a tomar a face por completo.

Se você já tem melasma, o primeiro passo e talvez o mais importante será classificá-lo para escolher o tratamento correto, vamos entender como segundo a classificação dos graus do melasma segundo Dr. Maurizio Pupo.

Como identificar o meu melasma para escolher o melhor tratamento?

A classificação dos graus do melasma de acordo com o farmacêutico especialista em cosmetologia Dr. Maurizio Pupo são:

Melasma grau 1: É o melasma mais recente, com menos de 1 ano, com manchas ainda claras e menos profundas e que necessita de tratamento rápido para não evoluir para os graus mais graves. Também chamado de melasma epidérmico, pois as manchas estão localizadas nas camadas mais superficiais da pele.

Melasma grau 2: É o grau de melasma com mais de 1 ano, com manchas bem visíveis e mais escurecidas e que já não responde bem aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma misto, pois as manchas se localizam nas camadas superficiais e médias da pele.

Melasma grau 3: É o tipo de melasma com mais de 5 anos, antigo, persistente e com manchas profundas e resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico, pois as manchas escuras já se localizam na camada mais profunda da pele.

Melasma Grau 4: É o tipo mais grave de melasma, com mais de 10 anos, muito antigo, muito persistente e com manchas muito profundas e muito resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico grave pois as manchas escuras já se encontram nas camadas mais profundas da pele com grandes depósitos de melanina.

O melasma pode desaparecer?

O melasma é uma condição crônica da pele causada pela exposição solar sem proteção, o que danifica o DNA de melanócitos e nessa condição produzem mais melanina (pigmento natural da pele), surgindo assim as manchas de melasma. Essas que podem ser prevenidas e controladas.

O tratamento irá controlar essa condição, controlar a hiperpigmentação da pele fazendo assim com que as manchas escuras causadas pelo melasma desapareçam e se mantenham ocultas desde que o tratamento seja seguido e a pele protegida.

Mantendo a prevenção anti melasma com o uso de proteção solar adequada associada ao uso constante de produtos anti melasma na rotina de skincare essas manchas não tornarão a aparecer e o melasma permanecerá controlado.

Uma pele protegida possui um DNA  íntegro e não tem hiperpigmentação, por tanto não terá melasma, mas como a proteção funciona na pele?

Proteger a pele é o mais importante

Usar um bom protetor solar todos os dias é a melhor maneira de prevenir o surgimento de novas manchas, inclusive e principalmente as do melasma. Afinal, o melasma surge a partir da exposição excessiva aos raios UV do sol.

Além disso, os protetores solares clareadores com ativos antioxidantes em sua formulação, como a vitamina C e o DIFENDIOX® , uma tecnologia exclusiva Ada Tina, são capazes de clarear intensivamente as manchas escuras do melasma, além de proteger a pele contra os raios Uv do sol e a fotoestabilidade.

O uso de protetores poderosos e de tratamento intenso, associados a outros produtos clareadores como séruns e ácidos, são capazes de clarear até mesmo as manchas mais profundas, como o melasma grau 4. 

Séruns da Linha Clarivis da Ada Tina, resultados surpreendentes contra o melasma

sérum

Sérum Clareador Concentrado Com Niacinamida Clarivis Nia 10

Clarivis Nia 10 sérum clareador, anti-manchas, ultra concentrado, formulado com Niacinamida Pura 10% + Ácido Hialurônico. Rico em agentes de permeação que previne, trata e clareia manchas escuras, melasma grau 1, sardas, imperfeições e manchas de acne.

Sérum Potente Clareador De Manchas E Melasma Clarivis High Potency 

Clarivis High Potency é um sérum com alta potência clareadora e iluminadora, formulado com Tripla Combinação exclusiva de ácidos clareadores concentrados em 14,82%, que clareiam intensamente as manchas escuras, incluindo o melasma grau 3 e grau 4.

Sérum Ultra Clareador Com Ácido Tranexâmico – Clarivis Tx

CLARIVIS TX é um Sérum Ultra Clareador com Tripla Ação Clareadora formulado com Ácido Tranexâmico, Niacinamida e Alfa-Arbutin indicado para clarear manchas escuras da pele inclusive Melasma Grau 2 e Grau 3, além de manchas de acne e manchas de sol.

Sérum Clarivis Tx Ultra Resist Booster Clareador De Manchas E Melasma Resistente E Hormonal

Clarivis TX Ultra Resist é um sérum ultra clareador especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, como o melasma grau 2 e 3, formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora, capaz de deixar a pele mais clara em apenas 7 dias de uso*, com textura extra leve e não oleosa.

Biosolo Oxy FPS 50 – proteção e clareamento!

Biosole Oxy FPS 50 é um protetor solar clareador e antioxidante com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, que combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

Quem tem melasma pode usar produtos com ácidos?

Quem tem melasma pode usar produtos com ácidos?

Sim, quem tem melasma deve usar produtos com ácidos, e fazendo a escolha certa as manchas do melasma podem até desaparecer.

Vamos descobrir quais são os produtos ideais com ácido para o tratamento do melasma neste texto, confira!

Quem tem melasma pode usar produtos com ácido?

Sim, quem tem melasma deve usar produtos com ácidos, e fazendo a escolha certa as manchas do melasma podem até desaparecer.

Os ácidos clareadores vêm ganhando cada vez mais espaço nos dermocosméticos, pois além de serem efetivos na  prevenção de manchas na pele, eles também são excelentes no tratamento contra o melasma. 

Mas, como saber quais são os produtos com ácidos certos para o tratamento do melasma?

Primeiramente é preciso identificar qual o grau do melasma, confira abaixo a classificação dos graus do melasma segundo o Dr. Maurizio Pupo.

Como identificar o meu melasma para escolher o melhor tratamento?

pele com melasma

A classificação dos graus do melasma de acordo com o farmacêutico especialista em cosmetologia Dr. Maurizio Pupo são:

Melasma grau 1: É o melasma mais recente, com menos de 1 ano, com manchas ainda claras e menos profundas e que necessita de tratamento rápido para não evoluir para os graus mais graves. Também chamado de melasma epidérmico, pois as manchas estão localizadas nas camadas mais superficiais da pele.

Melasma grau 2: É o grau de melasma com mais de 1 ano, com manchas bem visíveis e mais escurecidas e que já não responde bem aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma misto, pois as manchas se localizam nas camadas superficiais e médias da pele.

Melasma grau 3: É o tipo de melasma com mais de 5 anos, antigo, persistente e com manchas profundas e resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico, pois as manchas escuras já se localizam na camada mais profunda da pele.

Melasma Grau 4: É o tipo mais grave de melasma, com mais de 10 anos, muito antigo, muito persistente e com manchas muito profundas e muito resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico grave pois as manchas escuras já se encontram nas camadas mais profundas da pele com grandes depósitos de melanina.

Produtos com os ácidos mais indicados para o tratamento contra o melasma!

Clarivis TX Ultra Resist é um sérum ultra clareador especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, como o melasma grau 2 e 3, formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora, capaz de deixar a pele mais clara em apenas 7 dias de uso*, com textura extra leve e não oleosa.

Ácido Tranexâmico

Esse ácido tem o poder de inibir a síntese de melanina, agindo de maneira diferente de outros produtos, pois atua como um anti-inflamatório. Assim ele combate as inflamações que causam manchas escuras de maneira muito eficaz e segura, sendo um excelente aliado no tratamento do melasma. Além de ser indicado para todos os tipos de pele. 

Clarivis High Potency, um sérum com alta potência clareadora e iluminadora, formulado com tripla combinação exclusiva de ácidos clareadores concentrados em 14,82%, que clareiam intensamente as manchas escuras, incluindo o melasma grau 3 e grau 4.

Ácido Kójico

Por se tratar de um despigmentante natural, o ácido kójico pode ser utilizado em conjunto com outros ácidos e substâncias. Além disso, outra vantagem bem importante é que ele pode ser aplicado na pele tanto à noite quanto ao dia, basta lembrar de fazer a aplicação de um protetor solar Ada Tina logo em seguida.

Clarivis Nia 10, sérum clareador, antimanchas e ultra concentrado. É formulado com Niacinamida Pura 10% + Ácido Hialurônico. Rico em agentes de permeação Clarivis Nia 10 previne, trata e clareia manchas escuras, melasma grau 1, sardas, imperfeições e manchas de acne.

Niacinamida (Ácido Nicotínico)

Também conhecida como niacinamida ou vitamina B3, este composto solúvel em água é multifuncional e super versátil. Capaz de clarear manchas do melasma. É também uma potente solução contra o envelhecimento precoce, sendo um ingrediente-chave para ajudar sua pele a permanecer mais jovem por mais tempo.

Qual é o melhor ácido para clarear o melasma?

Qual é o melhor ácido para clarear o melasma?

Os ácidos estão cada vez mais presentes na rotina de cuidados com a pele, agindo efetivamente em diversas áreas de tratamento de danos na pele, inclusive nas manchas causadas pelo melasma.

Vamos descobrir quais são os melhores ácidos clareadores, confira!

O que é o melasma?

O melasma é uma condição da pele causada pela exposição aos raios UV do sol sem proteção adequada.

As manchas do melasma surgem, pois ocorre uma superprodução de melanina (hiperpigmentação), caracterizada principalmente em áreas com maior exposição ao sol, como as bochechas e a testa.

Como identificar o meu melasma para escolher o melhor tratamento?

pele com melasma

A classificação dos graus do melasma de acordo com o farmacêutico especialista em cosmetologia Dr. Maurizio Pupo são:

Melasma grau 1: É o melasma mais recente, com menos de 1 ano, com manchas ainda claras e menos profundas e que necessita de tratamento rápido para não evoluir para os graus mais graves. Também chamado de melasma epidérmico, pois as manchas estão localizadas nas camadas mais superficiais da pele.

Melasma grau 2: É o grau de melasma com mais de 1 ano, com manchas bem visíveis e mais escurecidas e que já não responde bem aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma misto, pois as manchas se localizam nas camadas superficiais e médias da pele.

Melasma grau 3: É o tipo de melasma com mais de 5 anos, antigo, persistente e com manchas profundas e resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico, pois as manchas escuras já se localizam na camada mais profunda da pele.

Melasma Grau 4 – É o tipo mais grave de melasma, com mais de 10 anos, muito antigo, muito persistente e com manchas muito profundas e muito resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico grave pois as manchas escuras já se encontram nas camadas mais profundas da pele com grandes depósitos de melanina.

Quais os melhores ácidos clareadores?

Os ácidos clareadores vêm ganhando cada vez mais espaço na rotina de cuidados com a pele, pois além de serem efetivos na  prevenção de manchas na pele, eles também são excelentes no tratamento de manchas como as de melasma. 

Mas, quais são os ácidos mais usados para clareamento de manchas, inclusive as do melasma?

Listamos os ácidos mais conhecidos, confira a seguir!

Ácido Ascórbico (Vitamina C) 

Esse ácido, mais conhecido como vitamina C, é um ativo solúvel em água com forte poder antioxidante, capaz de promover a síntese do colágeno e retardar a formação da melanina na pele (hiperpigmentação). Com isso, os benefícios do ácido ascórbico são diversos, tais como reduzir os danos do envelhecimento precoce, combater os radicais livres, ajudar no clareamento de manchas, inclusive as do melasma e deixar a pele mais iluminada e mais radiante.

Na linha de séruns da Ada Tina você pode encontrar o ácido ascórbico no PURE C 20 Sérum, um sérum clareador e anti-idade. Formulado para o tratamento e clareamento de melasma grau 3, manchas escuras e manchas solares. Além de tratar e reduzir as rugas profundas, rejuvenescer, aumentar a firmeza e a elasticidade da pele.

Ácido Tranexâmico

Esse ácido tem o poder de inibir a síntese de melanina, agindo de maneira diferente de outros produtos, pois atua como um anti-inflamatório. Assim ele combate as inflamações que causam manchas escuras de maneira muito eficaz e segura, sendo um excelente aliado no tratamento do melasma. Além de ser indicado para todos os tipos de pele. 

Na linha de séruns da Ada Tina você pode encontrar o ácido tranexâmico no CLARIVIS TX é um Sérum Ultra Clareador com Tripla Ação Clareadora formulado com Ácido Tranexâmico, Niacinamida e Alfa-Arbutin. É indicado para clarear manchas escuras da pele, inclusive melasma grau 2 e grau 3, além de manchas de acne e manchas de sol.

Ácido Kójico

Por se tratar de um despigmentante natural, o ácido kójico pode ser utilizado em conjunto com outros ácidos e substâncias. Além disso, outra vantagem bem importante é que ele pode ser aplicado na pele tanto à noite quanto ao dia, basta lembrar de fazer a aplicação de um protetor solar Ada Tina logo em seguida.

Na linha de séruns da Ada Tina você pode encontrar o ácido kójico no Clarivis High Potency, um sérum com alta potência clareadora e iluminadora, formulado com tripla combinação exclusiva de ácidos clareadores concentrados em 14,82%, que clareiam intensamente as manchas escuras, incluindo o melasma grau 3 e grau 4.

Ácido Glicólico

Um poderoso clareador, que além de clarear as manchas na pele, age prevenindo o surgimento de novas manchas. Possui capacidade de promover o rejuvenescimento da pele através de sua ação de renovação celular. 

Na linha de séruns da Ada Tina você pode encontrar o ácido glicólico no X-Peel Glycolic Ultra Peeling , um sérum anti-idade e clareador, formulado com Tecnologia Duplo Peeling. Esse poderoso sérum renova, rejuvenesce intensamente e clareia manchas escuras, inclusive o melasma, proporcionando uma pele muito mais jovem, bonita e uniforme.

Niacinamida (Ácido Nicotínico)

Também conhecida como niacinamida ou vitamina B3, este composto solúvel em água é multifuncional e super versátil. Capaz de clarear manchas inclusive as  do melasma. É também uma potente solução contra o envelhecimento precoce, sendo um ingrediente-chave para ajudar sua pele a permanecer mais jovem por mais tempo.

Na linha de séruns da Ada Tina você pode encontrar o ácido nicotínico no Clarivis Nia 10, sérum clareador, antimanchas e ultra concentrado. Formulado com Niacinamida Pura 10% + Ácido Hialurônico. Rico em agentes de permeação Clarivis Nia 10 previne, trata e clareia manchas escuras, melasma grau 1, sardas, imperfeições e manchas de acne.

Quem tem melasma pode usar vitamina C?

Quem tem melasma pode usar vitamina C?

Mas, afinal, quem tem melasma pode usar vitamina C na pele?

Sim! Afinal a vitamina C tem esse poder de clareamento, mas vamos entender melhor no texto a seguir.

Confira!

Quem tem melasma pode usar vitamina C?

A resposta é clara: sim! 

Se as manchas do melasma são um incômodo para você, saiba que a vitamina C pode dar um jeitinho no seu problema, afinal ela é um poderoxo antioxidante. 

Possui ação ultra clareadora, pois este poderoso ativo é capaz de inibir a produção excessiva de melanina (hiperpigmentação), amenizando e prevenindo a formação de manchas na pele. 

Por ser um antioxidante, a vitamina C neutraliza a ação dos radicais livres, responsáveis pelos danos causados ao DNA das células que levam à hiperpigmentação que dá origem às manchas do melasma. Assim ela estimula a produção de colágeno.

Por isso, ela é uma ótima escolha para o tratamento dessas manchas indesejadas no rosto.

Vitamina C + filtro solar é a combinação perfeita para prevenir o melasma

Vitamina C + protetor = ações favoráveis para a pele.

Não é novidade que o filtro solar é um item fundamental na rotina de cuidados com a pele, mas o que poucos sabem é que, a junção do protetor solar com a vitamina C pode aumentar a eficácia no tratamento e na prevenção de manchas como as do melasma.

A vitamina C estimula a produção de colágeno combatendo os radicais livres, enquanto o protetor solar protege a pele dos raios UV do sol que elevam a produção dos radicais livres responsáveis por degradar o DNA das células e a produção de colágeno.

Além disso, a vitamina C potencializa os efeitos da proteção solar. Enquanto o protetor cria uma barreira de proteção contra os raios UV, a vitamina C por ser um antioxidante vai agir nas camadas mais profundas da pele.

Combinando esses benefícios em um único protetor que contenha vitamina C, ou usando separadamente na rotina de skincare, sua pele estará ainda mais protegida contra os danos causados pelos raios solares, e livre do melasma.

União que clareia manchas

vitamina C

Quem possui manchas escuras na pele precisa protegê-la todos os dias com um protetor solar eficaz, pois assim elas não vão piorar.

Ao proteger as áreas escurecidas pela hiperpigmentação, a produção de melanina diminui e as manchas são suavizadas.

Essa proteção complementada com a vitamina C auxilia no clareamento das manchas causadas pelo melasma, pois como já citado acima a vitamina C age prevenindo a hiperpigmentação da pele.

Vitamina C + Proteção Solar Ada Tina

PROTETOR SOLAR CLAREADOR DE MANCHAS

Biosole Oxy FPS 50 é um protetor solar clareador de manchas com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, desenvolvido especialmente para proteger e tratar as peles com melasma, atuando no combate à 15 tipos de manchas, com eficácia antisinais e antirrugas, deixando a pele mais clara e rejuvenescida, além de conter 12 horas de proteção solar e 12 horas de fotoestabilidade.

LUZ AZUL E LUZ VISÍVEL

Biosole Oxy FPS 50 também protege a pele contra os malefícios da luz azul e luz visível, contra os efeitos nocivos da poluição e do ozônio, além da radiação infravermelha, protegendo a pele da principal causa das manchas e seus fatores agravantes.

DIFENDIOX® ANTI-MELASMA

DIFENDIOX® é um antioxidante de altíssima potência, ingrediente exclusivo da ADA TINA desenvolvido em parceria com a Università di Pisa, na Itália, composto por 14 polifenóis da oliva, concentrado em Oleuropeína e Hidroxitirosol, poderosos antioxidantes para pele que ajudam a prevenir e tratar as manchas, inclusive as manchas de melasma grave e resistente, preservando também o colágeno, prevenindo o envelhecimento causado pela radiação solar UVA e UVB e defendendo a pele dos malefícios causados pela luz azul e visível.

COMBATE 15 TIPOS DE MANCHAS

1. Manchas de melasma;

2. Manchas causadas pela poluição;

3. Manchas causadas pelo ozônio;

4. Manchas causadas pela radiação infravermelha;

5. Manchas de calor;

6. Manchas por danos solares ao DNA;

7. Lentigo solar;

8. Lentigo senil;

9. Manchas da idade;

10. Manchas causadas pelos raios UVA.

11. Manchas causadas pelos raios UVB;

12. Manchas causadas pelos radicais livres;

13. Manchas escurecidas;

14. Manchas avermelhadas;

15. Manchas pós-inflamatórias.

Biosole Oxy FPS 50 é indicado para a proteção solar e o tratamento das peles com manchas no rosto, melasma e sinais de envelhecimento, que necessitam de um potente efeito clareador e forte ação antioxidante e anti-rugas.

VITAMINA C + NIACINAMIDA + FPS 50

Pure C FPS 50 protetor solar com Vitamina C Para o rosto e Niacinamida clareadora em alta concentração capaz de clarear a pele do rosto com eficácia anti-idade, anti-sinais rejuvenescedora.

PELE MAIS CLARA E JOVEM

Pure C FPS 50 combate os sinais do envelhecimento da pele como as manchas no rosto, melasma, rugas profundas, flacidez e perda de elasticidade da pele combatendo também as linhas finas e marcas de expressão deixando a pele mais clara, iluminada e uniformizada, pois contém 12 horas de alta proteção solar.

ANTIOXIDANTES CLAREADORES

Pure C FPS 50 contém 4 antioxidantes naturais para pele: Vitamina C e Niacinamida Clareadora, Vitamina E e Difendiox Antioxidante e Anti Melasma, potentes antioxidantes que promovem um maior rejuvenescimento da pele combatendo a ação dos radicais livres que causam o aparecimento de manchas na pele, rugas profundas e perda do colágeno e da elastina, deixando a pele muito mais clara e iluminada, com maior firmeza e elasticidade dia após dia.

PURE C FPS 50 é indicado para a proteção solar e o tratamento das peles com manchas, melasma no rosto e sinais de envelhecimento, que necessitam de um potente efeito clareador e forte ação antioxidante e anti-rugas.

Por que meu melasma não melhora?

Por que meu melasma não melhora?

Alguns erros comuns são cometidos no tratamento contra o melasma que retardam o resultado esperado.

Vamos entender quais são esses erros neste texto.

Confira!

Como prevenir o melasma?

Como já dissemos várias vezes aqui, o melasma é uma condição crônica da pele e isso exige uma atenção contínua e persistente.

Evitar a exposição aos raios UV (UVA e UVB), transmitidos pela luz do sol principalmente e por fontes indiretas como as fontes de luz visível é o grande segredo da prevenção contra o melasma.

São os raios UVA que danificam as camadas mais profundas da pele, assim, eles se tornam o maior fator de risco para o aparecimento e escurecimento de manchas como as do melasma, o envelhecimento precoce e o câncer de pele.

Já os raios UVB provocam a vermelhidão e sensação de ardência na pele quando exposta ao sol sem proteção adequada, pois eles penetram na superfície da pele causando queimaduras. Os raios UVB também podem causar câncer de pele.

Qual o tratamento adequado para melasma?

O tratamento será indicado de acordo com o grau, com a pigmentação da mancha, com o quanto ela está intensa ou não, mas, falando de um modo geral, proteger-se dos raios solares e da luz visível é o primeiro passo para evitar o surgimento ou o aumento das manchas do melasma.

Falando em produtos, os clareadores são muito indicados para o tratamento contra o melasma. A Ada Tina possui diversas opções para a prevenção e tratamento contra todos os graus do melasma.

Por que meu melasma não melhora?

É de extrema importância que quem tem melasma faça o uso  adequado e ideal do protetor solar.

Aplicar diariamente não quer dizer que está se protegendo de verdade! A grande maioria dos protetores solares possuem eficácia de proteção apenas por uma ou duas horas, após esse período se não houver a reaplicação, você não estará protegida.

A luz visível e a luz azul também podem causar melasma e escurecer as manchas existentes na pele, mesmo que não podemos vê-las e senti-las.

A grande maioria das pessoas que sofrem com melasma se preocupam em proteger apenas a pele, mas esquecem da exposição à luz visível, luz azul e à radiação infravermelho que também estimulam os melanócitos a produzirem melanina e acreditam que qualquer protetor solar possa fazer essa proteção extra na pele. 

A produção de melanina também aumenta através das agressões externas.

Uma rotina skincare focada especialmente no melasma faz total diferença. É ela quem te dá controle da situação, o protocolo é o segredo para uma pele livre de manchas.

Qual o protocolo ideal de tratamento contra o melas

produto antilemasma

O tratamento do melasma necessita de carinho e atenção, uma vez que a pele encontra-se mais sensibilizada devido à condição. Pois ao contrario disso o melasma pode vir a piorar.

O protocolo ideal será sempre a escolha de um produto bom e ideal, a persistência no hábito da rotina de cuidados com a pele e também a comparação de resultados.

Dica de skincare antimelasma

Para resultados surpreendentes o uso de um produto de qualidade é essencial, e a Ada Tina possui uma linha de clareadores capazes de clarear, iluminar e tratar o melasma profundamente.

Um excelente protocolo de skincare antimelasma é:

  • Compative Hyalo Micellare é uma água micelar demaquilante e purificante com 8 tipos de ácido hialurônico anti-idade e textura não oleosa. Que remove a maquiagem e os resíduos do dia a dia, além de limpar, purificar, refrescar, equilibrar e tratar a pele em profundidade.
  • Clarivis TX Ultra Resist é um sérum ultra clareador especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, como o melasma grau 2 e 3. Formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora, capaz de deixar a pele mais clara, com textura extra leve e não oleosa. Clarivis TX Ultra Resist é capaz de clarear também o melasma hormonal.
  • Biosole Oxy FPS 50  é um protetor solar clareador e antioxidante com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®. Que combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

O que faz o melasma voltar?

O que faz o melasma voltar?

Melasma é o nome dado às manchas resistentes que aparecem no rosto frequentemente na região das bochechas, testa e queixo. 

Há tratamento, mas o que faz o melasma voltar?

Vamos entender aqui neste texto.

Confira!

O que é melasma?

Primeiramente vamos entender o que é o melasma.

Já falamos bastante aqui sobre esse assunto, mas, vamos relembrar rapidamente que o melasma atinge principalmente mulheres com fototipos III, IV e V.

Essa condição é comum e causa manchas escuras na pele derivadas de uma hiperpigmentação que libera mais melanina  que o normal. 

Melanina é um tipo de proteína que garante a coloração da pele e evita naturalmente os danos da radiação UV no DNA.

Essa hiperpigmentação resulta em formação de manchas castanhas (claras e escuras) ou marrom mais acinzentadas com formato irregular e limites demarcados.

O melasma aparece especificamente no rosto, atingindo geralmente a área das bochechas, testa, lábio superior e queixo. O tamanho das manchas do melasma podem variar, mas alguns chegam a tomar a face por completo.

Melasma é uma condição crônica e relapsa da pele.

Sintomas do melasma e o que ele pode causar

Acima de tudo é preciso frisar que o melasma é uma condição dermatológica e de carácter estético, nenhum risco ou problema de saúde está associado ao melasma, porém o aparecimento de manchas escuras no rosto, exerce um efeito negativo sobre a autoestima e a qualidade de vida das mulheres portadoras do melasma.

É comum essa condição antiestética agir como um bloqueio para os relacionamentos afetivos e sociais.

A alteração na aparência da pele pode interferir no desempenho pessoal e profissional, afastando as mulheres dos ambientes que antes frequentavam normalmente e de pessoas mais próximas.

O principal sintoma do melasma é o escurecimento das áreas mais altas da pele do rosto, deixando a pele com um aspecto mais envelhecido. 

A intensidade da coloração, entre clara e escura vai variar de acordo com o tom e a quantidade de melanina acumulada na pele, o formato será sempre irregular e normalmente simétrico, iguais em ambas as faces.

Qual o tratamento adequado para melasma?

Já vimos por aqui que o melasma possui diferentes graus conforme a classificação do Dr. Maurizio Pupo, e será de acordo com esse diagnóstico do grau já averiguado que vamos descobrir qual tratamento adequado deve ser executado.

O tratamento será indicado de acordo com o grau, com a pigmentação da mancha, com o quanto ela está intensa ou não, mas, falando de um modo geral, proteger-se dos raios solares e da luz visível é o primeiro passo para evitar o surgimento ou o aumento das manchas do melasma.

Falando em produtos, os clareadores são os mais indicados para o tratamento. A Ada Tina possui diversas opções para a prevenção e tratamento contra todos os tipos de manchas e graus do melasma.

Mas, o que faz o melasma voltar?

As manchas podem voltar à pele depois de algum tempo se não houver continuidade no tratamento e se houver exposição aos raios solares sem proteção adequada. 

O fato mais importante é evitar a exposição solar!

Como se proteger dos raios UV e evitar o melasma?

protetor solar antimelasma

Falando de prevenção, um bom protetor solar sempre será a melhor opção contra as manchas indesejadas na pele, inclusive e principalmente as do melasma.

A proteção contra os raios solares deve ser diária e constante! É ela quem vai proteger a pele e prevenir o aparecimento de manchas na pele, além de evitar queimaduras e o próprio câncer de pele.

Biosole Oxy FPS 50  é um protetor solar clareador e antioxidante com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, que combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

Como evitar que o melasma se agrave e se espalhe?

Como evitar que o melasma se agrave e se espalhe?

O melasma é uma condição de pele que afeta muitas pessoas, principalmente as mulheres.

O melasma se caracteriza por manchas escuras em áreas específicas do rosto, como bochechas e testa. 

Existem alguns erros comuns que muitas pessoas cometem e que podem agravar o melasma. 

Vamos entender neste texto, confira!

O que é melasma?

O melasma é uma condição cutânea que afeta especialmente as mulheres, gerando manchas escuras na pele do rosto que surgem principalmente nas bochechas e na testa. 

O melasma é causado pela alta exposição solar sem a devida proteção ao longo dos anos, propiciando com que a radiação UV emitida pelo sol penetre profundamente na pele e estimule a produção de melanina (pigmento que dá cor à pele), ocasionando no surgimento dessas manchas.

Nas palavras do farmacêutico especialista em cosmetologia, Dr. Maurizio Pupo: “O Brasil é um país tropical. Ele recebe uma quantidade de sol muitas vezes maior do que os países de clima temperado, é o chamado índice ultravioleta. Quem vive no Brasil é diariamente exposto a essa grande quantidade de radiação, causando danos cumulativos na pele. Esses problemas cutâneos são causados, ou pela falta de uso do protetor solar, ou porque usam produtos de má qualidade ”, conta o especialista.

Mas, como evitar que o melasma se agrave ou se espalhe?

protetor solar
  • Usar protetor solar diariamente – A alta exposição ao sol sem proteção é uma das principais causas do melasma, por isso é fundamental usar protetor solar diariamente, mesmo nos dias nublados.
  • Usar dermocosméticos clareadores – Os dermocosméticos clareadores ajudam a reduzir e tratar o melasma. Não utilizar produtos clareadores pode agravar o melasma e causar outros danos à pele.
  • Se preocupar com a luz azul e visível – A luz azul e visível emitida por dispositivos eletrônicos, como smartphones e computadores, pode piorar o melasma. Isso ocorre porque essas luzes podem penetrar mais profundamente na pele e estimular a produção de melanina. Para prevenir o agravamento do melasma, recomenda-se o uso de protetor solar com ação anti-luz azul e visível.
  • Tratar outras condições de pele – Algumas condições de pele, como a acne, podem piorar o melasma. Por isso, é importante tratar todas as condições de pele em conjunto, para uma pele uniforme e radiante.
  • Evitar o estresse excessivo – O estresse pode desencadear uma série de problemas de saúde, incluindo uma piora no quadro de melasma. Tente reduzir o estresse com atividades relaxantes.
  • Manter uma alimentação equilibrada – Uma alimentação pobre em nutrientes e antioxidantes e rica em alimentos processados pode afetar negativamente a saúde da pele, incluindo o melasma. Por isso, mantenha uma alimentação equilibrada e rica em nutrientes e antioxidantes, como frutas e vegetais.
  • Hidratar a pele adequadamente – A pele desidratada pode ficar mais suscetível a danos, incluindo o melasma. Por isso, hidrate a pele diariamente com produtos adequados para o seu tipo de pele. Opte por produtos sem fragrâncias e com ingredientes hidratantes, como o ácido hialurônico.

Melhores produtos para o tratamento do melasma

A Ada Tina possui vários produtos para o tratamento do melasma. O uso do sérum combinado com o protetor solar é uma ótima forma de clarear manchas escuras e proteger nossa pele contra a radiação UV, prevenindo assim as manchas na pele.

Clarivis TX Ultra Resist é um sérum ultra clareador especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, como o melasma grau 2 e 3. Formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora, capaz de deixar a pele mais clara, com textura extra leve e não oleosa.

Clarivis TX Ultra Resist é capaz de clarear também o melasma hormonal.

clarivis tx ultra resist

Manchas na pele – Qual hormônio pode piorar o melasma?

O melasma hormonal pode acontecer durante a gravidez e através do uso de anticoncepcionais, devido à alteração hormonal que ocorre nestes períodos.

Melasma hormonal, como identificar?

O melasma hormonal pode acontecer durante a gravidez e através do uso de anticoncepcionais, devido à alteração hormonal que ocorre nestes períodos.

O melasma é caracterizado por manchas de tom marrom na pele, resultado de uma hiperpigmentação que ocorre devido ao aumento de pigmento que dá cor à pele, a melanina.

Essas manchas podem ser mais claras ou mais escuras dependendo do grau diagnosticado do melasma (grau 1, 2, 3 ou 4).

O melasma é uma condição crônica e repetitiva. As manchas do melasma possuem formato irregular e limites demarcados, aparecendo na pele do rosto geralmente na bochecha, nariz, testa e queixo.

Qual hormônio pode piorar o melasma?

Sabemos que o melasma é mais comum em mulheres e muitas vezes pode surgir na gravidez, e é justamente nesse período que ele assume o nome de cloasma.

O cloasma surge pelo aumento de hormônios estrógeno, e aparece apenas se o DNA estiver lesionado pela radiação solar.

Mas e com os anticoncepcionais, como o melasma aparece?

Esses alteram os níveis hormonais para controlar a ovulação, aumentando assim os níveis de progesterona e estrogênio que influenciam diretamente na produção de melanina.

O estrógeno estimula a proliferação de melanócitos, aumentando o conteúdo de melanina

enquanto a progesterona diminui essa produção.

Essa proliferação de melanócitos levará ao agravo do melasma já existente devido à danos causados ao DNA pela radiação solar.

O melasma tem cura?

O melasma pode ser prevenido e controlado!

Existem dois princípios fundamentais no tratamento do melasma: clarear a mancha já existente e inibir os danos da luz solar na pele. 

Para isso, existem séruns anti-melasma, poderosos clareadores essenciais contra esse tipo de mancha, devido ao seu efeito inibidor na síntese de melanina. 

Os séruns da Ada Tina clareiam manchas escuras no rosto, incluindo todos os graus de melasma, além de manchas de acne e manchas de sol.

O tratamento controla a hiperpigmentação da pele fazendo assim com que as manchas escuras causadas pelo melasma desapareçam e se mantenham ocultas através do tratamento e da pele protegida.

Mantendo a prevenção anti melasma com o uso de proteção solar adequada associada ao uso constante de produtos anti melasma na rotina de skincare essas manchas não tornarão a aparecer e o melasma permanecerá controlado.

Quais os tipos de melasma?

melasma

Aqui está a classificação dos graus de melasma pelo farmacêutico especialista em cosmetologia Dr. Maurizio Pupo: 

Melasma Grau 1 – É o melasma mais recente, com menos de 1 ano, e com manchas ainda claras e menos profundas e que necessita de tratamento rápido para não evoluir para os graus mais graves. Também chamado de melasma epidérmico, pois as manchas estão localizadas nas camadas mais superficiais da pele.

Melasma Grau 2 – Esse grau de melasma possui mais de 1 ano, com manchas bem visíveis e mais escurecidas e que já não responde bem aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma misto, pois as manchas se localizam nas camadas superficiais e médias da pele.

Melasma Grau 3 – É o tipo de melasma com mais de 5 anos, antigo, persistente e com manchas profundas e resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico, pois as manchas escuras já se localizam na camada mais profunda da pele.

Melasma Grau 4 – É o mais grave grau de melasma, com mais de 10 anos, muito antigo, muito persistente e com manchas muito profundas e muito resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico grave pois as manchas escuras já se encontram nas camadas mais profundas da pele com grandes depósitos de melanina.

Dessa maneira, podemos entender os vários estágios em que o melasma pode surgir e se desenvolver, para que todos possam identificar quais estão presentes na pele e tratá-los de maneira eficaz.

Melhores produtos para o tratamento do melasma

A Ada Tina possui vários produtos para o tratamento do melasma. O uso do sérum combinado com o protetor solar é uma ótima forma de clarear manchas escuras e proteger nossa pele contra a radiação UV, prevenindo assim as manchas na pele.

Clarivis TX Ultra Resist é um sérum ultra clareador especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, como o melasma grau 2 e 3. Formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora, capaz de deixar a pele mais clara, com textura extra leve e não oleosa.

Clarivis TX Ultra Resist é capaz de clarear também o melasma hormonal.

Manchas na pele – Melasma hormonal tem cura?

Até 70% das mulheres são afetadas pelo Melasma hormonal!

Muitas são as dúvidas sobre o melasma, muitas pessoas não sabem quais são suas causas, se as manchas ocasionadas por ele amenizam ou desaparecem, quais produtos usar, se existe mais de um tipo de melasma.

Aqui vamos esclarecer todas essas questões e indicar produtos Ada Tina que vão entregar ótimos resultados no seu processo de tratamento contra o melasma e na sua prevenção.

Confira!

O que é melasma e o que pode causá-lo?

Como já vimos por aqui, e é bom relembrar, o melasma é uma condição comum que afeta principalmente mulheres. O melasma é a superprodução de melanina que ocorre devido a hipertrofia das células responsáveis por sua produção, o Dr. Maurizio Pupo acha importante frisar sempre que:

“O melasma é majoritariamente causado pelas radiações UVA e UVB do sol.”

E por isso devemos sempre fazer uso de um bom protetor solar de qualidade e adequado.

Entretanto, apesar de o melasma ocorrer por conta da exposição às radiações ultravioletas, alguns outros fatores associados a essa exposição podem agravar a superprodução de melanina causando o melasma e suas manchas escuras que aparecem na pele.

Fatores que podem agravar o melasma:

  • Condições hormonais;
  • Uso de pílulas anticoncepcionais;
  • Gravidez;
  • Predisposição genética;
  • Alimentação pobre em antioxidantes;
  • Doenças diagnosticadas da tireoide e do fígado

No caso específico das doenças da tireóide, elas contribuem com com o aparecimento do melasma por conta do desequilíbrio hormonal, já as doenças do fígado podem afetar a produção dos hormônios, o que influencia na formação das manchas do melasma.

Com essas informações então podemos compreender que o cuidado com nosso corpo e nossa saúde é tão importante quanto o uso de protetor solar para prevenção e ajuda no tratamento contra o esse problema.

Melasma hormonal, como identificar?

melasma hormonal na gravidez

O melasma hormonal pode acontecer durante a gravidez e através do uso de anticoncepcionais, devido à alteração hormonal que ocorre nestes períodos.

O melasma é caracterizado por manchas de tom marrom na pele, resultado de uma hiperpigmentação que ocorre devido ao aumento de pigmento que dá cor à pele, a melanina.

Essas manchas podem ser mais claras ou mais escuras dependendo do grau diagnosticado do melasma (grau 1, 2, 3 ou 4).

O melasma é uma condição crônica e repetitiva. As manchas do melasma possuem formato irregular e limites demarcados, aparecendo na pele do rosto geralmente na bochecha, nariz, testa e queixo.

Sabemos que o melasma é mais comum em mulheres e muitas vezes pode surgir na gravidez, e é justamente nesse período que ele assume o nome de cloasma.

O cloasma surge pelo aumento de hormônios estrógeno, e aparece apenas se o DNA estiver lesionado pela radiação solar.

Mas e com os anticoncepcionais, como o melasma aparece?

Esses alteram os níveis hormonais para controlar a ovulação, aumentando assim os níveis de progesterona e estrogênio que influenciam diretamente na produção de melanina.

O estrógeno estimula a proliferação de melanócitos, aumentando o conteúdo de melanina

enquanto a progesterona diminui essa produção.

Essa proliferação de melanócitos levará ao agravo do melasma já existente devido à danos causados ao DNA pela radiação solar.

O melasma tem cura?

Condição crônica da pele causada pela exposição solar sem proteção e pode ser prevenido e controlado sim.

Existem dois princípios fundamentais no tratamento do melasma: clarear a mancha já existente e inibir os danos da luz solar na pele. 

Para isso, existem séruns anti-melasma, poderosos clareadores essenciais contra esse tipo de mancha, devido ao seu efeito inibidor na síntese de melanina. 

Os séruns da Ada Tina clareiam manchas escuras no rosto, incluindo todos os graus de melasma, além de manchas de acne e manchas de sol.

O tratamento controla a hiperpigmentação da pele, assim as manchas escuras causadas pelo melasma desapareçam e se mantêm ocultas. Para isso o tratamento precisa de constância e a pele protegida.

Mantendo a prevenção anti melasma com o uso de proteção solar adequada associada ao uso constante de produtos anti melasma na rotina de skincare essas manchas não tornarão a aparecer e o melasma permanecerá controlado.

Quais os tipos de melasma?

Aqui está a classificação dos graus de melasma pelo farmacêutico especialista em cosmetologia Dr. Maurizio Pupo: 

Melasma Grau 1 – É o melasma mais recente, com menos de 1 ano, e com manchas ainda claras e menos profundas e que necessita de tratamento rápido para não evoluir para os graus mais graves. Também chamado de melasma epidérmico, pois as manchas estão localizadas nas camadas mais superficiais da pele.

Melasma Grau 2 – Esse grau de melasma possui mais de 1 ano, com manchas bem visíveis e mais escurecidas e que já não responde bem aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma misto, pois as manchas se localizam nas camadas superficiais e médias da pele.

Melasma Grau 3 – É o tipo de melasma com mais de 5 anos, antigo, persistente e com manchas profundas e resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico, pois as manchas escuras já se localizam na camada mais profunda da pele.

Melasma Grau 4 – É o mais grave grau de melasma, com mais de 10 anos, muito antigo, muito persistente e com manchas muito profundas e muito resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico grave pois as manchas escuras já se encontram nas camadas mais profundas da pele com grandes depósitos de melanina.

Dessa maneira, podemos entender os vários estágios em que o melasma pode surgir e se desenvolver, para que todos possam identificar quais estão presentes na pele e tratá-los de maneira eficaz.

Melhores produtos para o tratamento do melasma

A Ada Tina possui vários produtos para o tratamento do melasma. O uso do sérum combinado com o protetor solar é uma ótima forma de clarear manchas escuras e proteger nossa pele contra a radiação UV, prevenindo assim as manchas na pele.

Clarivis TX Ultra Resist é um sérum ultra clareador especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, como o melasma grau 2 e 3. Formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora, capaz de deixar a pele mais clara, com textura extra leve e não oleosa.

Clarivis TX Ultra Resist é capaz de clarear também o melasma hormonal.

clarivis tx ultra resist

Qual a melhor vitamina C pura para pele do rosto?

Qual a melhor vitamina C pura para pele do rosto?

Já vimos por aqui que a Vitamina C é um poderoso antioxidante que combate a ação dos radicais livres, responsáveis pelos sinais do envelhecimento precoce na pele.

Vamos descobrir qual a melhor Vitamina C pura para a pele do rosto, confira!

Vitamina C Pura

Segundo Dr. Maurizio Pupo, a vitamina C pura é a molécula de ácido ascórbico em sua forma mais básica.

Além disso, Maurizio nos lembra que a vitamina C pura, se tratando de um ácido, pode oxidar facilmente se em sua composição houver água, o que pode diminuir a eficácia do produto. 

Os produtos com Vitamina C Pura Ada Tina não contém água em sua composição, o que traz a segurança de um produto puro que não vai oxidar.

É importante observar às necessidades e características da pele antes de escolher a Vitamina C ideal, a Vitamina C Pura é indicada para peles não sensíveis, normais, oleosas ou acneicas, pois, essas condições são mais resistentes ao ácido ascórbico, e nestes casos o tratamento com Vitamina C Pura será mais eficaz.

Dr. Maurizio Pupo ainda alerta sobre a importância do uso de protetores solares com ação prolongada diariamente.

Lembre-se de se atentar ao se expor ao sol de maneira intencional (praia por exemplo), o uso do protetor solar com ação prolongada é indispensável.

Como a Vitamina C age na pele do rosto?

vitamina c pura

A Vitamina C é um antioxidante essencial que auxilia na produção de colágeno, e assim ajuda no retardamento do envelhecimento precoce da pele, trazendo mais viço, mais luminosidade, mais hidratação e proteção contra a ação dos radicais livres.

Quando ingerimos Vitamina C através da nossa alimentação, através de frutas por exemplo, ela se espalha por todo nosso corpo.

Mas, na pele especificamente ela não consegue ficar acumulada. Assim, conforme envelhecemos e perdemos o nosso colágeno, precisamos repor essa ausência de antioxidantes através dos dermocosméticos que contenham a Vitamina C.

Um dos maiores benefícios que a Vitamina C possui é a potência clareadora de manchas, como as manchas do melasma e derivadas da acne.

Além de ser um potente ativo clareador e rejuvenescedor, a Vitamina C também vai potencializar a ação do protetor solar.

Na pele a Vitamina C estimula a produção de colágeno e elastina.

Além de combinar com outros ativos e/ou protetor solar na rotina de cuidados com a pele.

Qual melhor Vitamina C Pura para pele do rosto?

pure c 40

Pure C 40 Ultra Clareador o mais novo lançamento da Ada Tina!

Primeiro mousse concentrado com duas vezes mais Vitamina C Puríssima sem adição de água e Ácido Hialurônico, indicado para uso noturno com efeito máscara ultraclareadora.

Pure C 40 Ultra Clareador é formulado para clarear a pele intensamente e com máxima eficácia anti manchas e anti melasma, clareando até as manchas mais resistentes decorrentes do envelhecimento precoce.

Pure C 40 Ultra Clareador deixa ilumina a pele, deixa mais jovem e uniforme.

Seus primeiros resultados podem ser notados após 30 dias de uso.

Qual melhor protetor solar para pele com melasma?

Qual melhor protetor solar para pele com melasma?

O melasma é uma condição da pele derivada de uma hiperpigmentação que ocorre devido à exposição aos raios solares sem proteção.

Vamos entender qual a melhor maneira de se prevenir e se proteger. Confira!

O que é melasma?

Falamos sempre sobre esse assunto, mas, vamos relembrar rapidamente que o melasma atinge principalmente mulheres com fototipos III, IV e V.

Essa condição é comum e causa manchas escuras na pele derivadas de uma hiperpigmentação que libera mais melanina  que o normal. 

Melanina é um tipo de proteína que garante a coloração da pele e evita naturalmente os danos da radiação UV no DNA.

Essa hiperpigmentação resulta em formação de manchas castanhas (claras e escuras) ou marrom mais acinzentadas com formato irregular e limites demarcados.

O melasma aparece especificamente no rosto, atingindo geralmente a área das bochechas, testa, lábio superior e queixo. O tamanho das manchas do melasma podem variar, mas alguns chegam a tomar a face por completo.

Melasma é uma condição crônica da pele e relapsa.

O melasma tem como sua maior causa a alta exposição solar sem proteção.

Protetor solar para melasma

O protetor solar é o principal aliado contra as manchas do melasma, usá – lo é uma orientação que vem inclusive de médicos dermatologistas que recomendam o uso de fator de proteção com FPS 50 ou mais e, de preferência com cor, uma vez que, o pigmento oferece barreira física além da proteção.

O melhor protetor solar para melasma é com cor?

protetor solar para melasma com cor

Muitas vezes o protetor solar com cor é o mais indicado para quem temas manchas do melasma, isso porque, o pigmento existente no protetor solar com cor irá criar uma barreira física contra a luz visível, ou seja, sua pele estará mais protegida com uma camada a mais de cor além da proteção FPS existente no protetor.

Pensando em melasma, além de proteção, o protetor solar com cor traz o benefício da camuflagem da mancha de maneira suave. 

O  uso de maquiagem também é liberado por cima do protetor, tudo vai depender do resultado esperado, se a maquiagem tiver fator de proteção, esse se somará ainda mais e sua pele estará mais vezes protegida da radiação solar.

Isso não significa que esse é o melhor, mas sim, o mais eficaz quando se pretende camuflar as manchas indesejadas no rosto.

Protetores sem cor adequados e de qualidade como o Biosole Oxy da Ada Tina também são super indicados. 

Biosole Oxy é um protetor solar clareador e antioxidante com vitamina C, niacinamida e DIFENDIOX® (técnologia exclusiva Ada Tina), capaz de combater 15 tipos de manchas, vai proteger e tratar a pele.

Possui textura leve, toque seco, 12 horas de proteção solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de proteção anti melasma.

É possível usar maquiagem normalmente por cima do Biosole Oxy!

Biosole Oxy protetor solar para melasma

O melasma possui causa genética?

O melasma possui causa genética?

Inúmeros fatores são associados a causa do melasma, mas, qual é o real fator que leva a essa condição?

Vamos entender como o melasma se manifesta na pele, confira!

Mas afinal, o que é o melasma?

manchas de melasma

Primeiramente vamos entender o que é o melasma.

Já falamos bastante aqui sobre esse assunto, mas, vamos relembrar rapidamente que o melasma atinge principalmente mulheres com fototipos III, IV e V.

Essa condição é comum e causa manchas escuras na pele derivadas de uma hiperpigmentação que libera mais melanina  que o normal. 

Melanina é um tipo de proteína que garante a coloração da pele e evita naturalmente os danos da radiação UV no DNA.

Essa hiperpigmentação resulta em formação de manchas castanhas (claras e escuras) ou marrom mais acinzentadas com formato irregular e limites demarcados.

O melasma aparece especificamente no rosto, atingindo geralmente a área das bochechas, testa, lábio superior e queixo . O tamanho das manchas do melasma podem variar, mas alguns chegam a tomar a face por completo.

Melasma é uma condição crônica da pele e relapsa.

Sintomas do melasma e o que ele pode causar

Acima de tudo é preciso frisar que o melasma é uma condição dermatológica e de carácter estético, nenhum risco ou problema de saúde está associado ao melasma, porém o aparecimento de manchas escuras no rosto, exerce um efeito negativo sobre a autoestima e a qualidade de vida das mulheres portadoras do melasma.

É comum essa condição anti estética agir como um bloqueio para os relacionamentos afetivos e sociais.

A alteração na aparência da pele pode interferir no desempenho pessoal e profissional, afastando as mulheres dos ambientes que antes frequentavam normalmente e de pessoas mais próximas.

O principal sintoma do melasma é o escurecimento das áreas mais altas da pele do rosto, deixando a pele com um aspecto mais envelhecido. 

A intensidade da coloração, entre clara e escura vai variar de acordo com o tom e a quantidade de melanina acumulada na pele, o formato será sempre irregular e normalmente simétrico, iguais em ambas as faces.

O melasma possui causa genética?

O principal fator causador das manchas do melasma e demais manchas na pele é a exposição inadequada aos raios UVA e UVB do sol, pois estes causam danos diretos e indiretos à pele.

Os raios solares causam danos diretamente no DNA das células, principalmente dos melanócitos, que são as células que produzem o pigmento da pele, a melanina. 

Com o DNA danificado e a lesão constante causada pela exposição aos raios solares, os melanócitos tendem a produzir mais melanina, como função de defesa.

Porém, essa produção exacerbada de melanina chamada de hiperpigmentação é o que provoca as manchas na pele, como as do melasma, por exemplo.

Quanto mais lesão ao DNA dos melanócitos, mais esses ficam hipertrofiados, aumentando seu tamanho e injetando melanina na derme, causando manchas resistentes e de difícil tratamento (melasma grau 3 e 4).

Os fatores hormonais e genéticos são agravantes, tais fatores favorecem a liberação de melanina e o desenvolvimento das manchas escuras do melasma aceleram.

Na gravidez o melasma é chamado especificamente de cloasma e a tendência é que após o parto a hiperpigmentação agravada por causa dos hormônios desapareça, aos poucos, desde que haja proteção devida contra os raios solares.

Quanto à predisposição genética, essa também é um agravante da hiperpigmentação causada pela exposição inadequada aos raios solares.

Como prevenir o melasma?

Como já dissemos várias vezes aqui, o melasma é uma condição crônica da pele e isso exige uma atenção contínua e persistente.

Evitar a exposição aos raios UV (UVA e UVB), transmitidos pela luz do sol principalmente e por fontes indiretas como as fontes de luz visível é o grande segredo da prevenção contra o melasma.

São os raios UVA que danificam as camadas mais profundas da pele, assim, eles se tornam o maior fator de risco para o aparecimento e escurecimento de manchas como as do melasma, o envelhecimento precoce e o câncer de pele.

Já os raios UVB provocam a vermelhidão e sensação de ardência na pele quando exposta ao sol sem proteção adequada, eles penetram na superfície da pele causando queimaduras. Os raios UVB também podem causar câncer de pele.

Como se proteger dos raios UV e evitar o melasma?

Falando de prevenção, um bom protetor solar sempre será a melhor opção contra as manchas indesejadas na pele, inclusive e principalmente as do melasma.

A proteção contra os raios solares deve ser diária e constante! É ela quem vai proteger a pele e prevenir o aparecimento de manchas na pele, além de evitar queimaduras e o próprio câncer de pele.

Qual o tratamento adequado para melasma?

Já vimos por aqui que o melasma possui diferentes graus conforme a classificação do Dr. Maurizio Pupo, e será de acordo com esse diagnóstico do grau já averiguado que vamos descobrir qual tratamento adequado deve ser executado.

O tratamento será indicado de acordo com o grau, com a pigmentação da mancha, com o quanto ela está intensa ou não, mas, falando de um modo geral, proteger-se dos raios solares e da luz visível é o primeiro passo para evitar o surgimento ou o aumento das manchas do melasma.


Falando em produtos, os clareadores são os mais indicados para o tratamento. A Ada Tina possui diversas opções para a prevenção e tratamento contra todos os tipos de manchas e graus do melasma.

Pele – O que é Hipercromia?

O que é Hipercromia? Sabemos que existem vários tipos de manchas de pele, vamos entender especificamente sobre cada uma e como identifica-las?

Confira!

Afinal, o que é Hipercromia?

Hipercromia são as manchas de diferentes tipos que surgem na pele. 

Como já vimos aqui algumas outras vezes, as manchas na pele surgem quando ela produz mais melanina que o normal, essa ação chamamos de hiperpigmentação.

No geral, as manchas na pele surgem derivadas da alta exposição sem proteção adequada aos raios solares, mas, fatores hormonais, gravidez, lesões inflamatórias como da acne, entre outros, também podem interferir na hiperpigmentação da pele.

Quais os tipos de Hipercromias e como surgem?

pele com hipercromia

Os tipos de Hipercromias mais comuns são:

  • Melasma: são manchas que surgem geralmente no rosto na área das bochechas, testa, lábios e nariz e é causado por exposição aos raios solares sem proteção adequada, mas o melasma pode se agravar também devido a fatores hormonais recorrentes do período da gravidez, neste caso ele se torna o cloasma.
  • Melanose: essas manchas são mais recorrentes em pessoas que possuem pele mais madura acima de 40 anos, elas aparecem na área do rosto e mãos e são derivadas também da exposição indevida aos raios solares sem proteção adequada.
  • Sardas: mais comuns em pessoas com pele mais clara ou mais madura, as sardas normalmente aparecem no rosto, mas podem também surgir em outras regiões como colo, braços e mãos. As sardas também têm origem pela exposição inadequada aos raios solares, porém, podem ser derivadas da predisposição genética.

Existe tratamento para a Hipercromia?

Sim, existe tratamento com dermocosméticos para as manchas na pele , porém evitá-las é mais eficiente e traz inúmeros outros benefícios.

Como evitar manchas na pele?

A prevenção ao aparecimento das manchas na pele é feita quando evitamos a exposição excessiva ao sol  e principalmente quando fazemos o uso contínuo do protetor solar adequado, pois, é prevenindo que deixamos de ter problemas futuros com a pele.

Além de proteger a pele deixando-a livre das manchas como as do melasma, os protetores solares Ada Tina vão tratar e cuidar, veja algumas das nossas indicações a seguir.

Protetores Solares Ada Tina previnem, mas também tratam!

proteção contra hipercromia
  • Biosole Oxy:  É um protetor solar FPS 50 potente clareador e antioxidante com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX® (tecnologia exclusiva Ada Tina). O Biosole Oxy combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 horas de proteção solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de proteção anti-Melasma.
  • Biosole E+: Ultra Vitamin FPS 90 é um protetor solar anti-manchas e antienvelhecimento, com tripla ação anti-melasma de DIFENDIOX® (técnologia exclusiva Ada Tina). Com Vitamina E + clareadora e tecnologia Solent de 12 horas de proteção solar, capaz de prevenir fortemente as manchas escuras, o melasma e o envelhecimento da pele.
  • Normalize Pore Control: Com FPS 80 é um protetor solar para peles com acne, cravos, poros dilatados e oleosidade excessiva, possui toque extrasseco resistente a água e suor, capaz de reduzir o brilho, a oleosidade e os poros o dia todo, além de 12 horas de proteção solar e 12 horas de fotoestabilidade.
  • Pure C: Com FPS 50 é uma Vitamina C concentrada anti-idade e clareadora que rejuvenesce e clareia a pele. Rico em Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX® (tecnologia exclusiva Ada Tina), para peles com melasma Grau 2 e Grau 3, melasma grave e resistente e 12 Horas de Proteção Solar.

Melasma e Cloasma, existe diferença entre esses dois tipos de mancha?

Melasma ou cloasma existe diferença? Essas manchas podem ser evitadas e tratadas.

Que a exposição aos raios solares sem proteção adequada causa também manchas na pele, além de queimaduras, não é mais segredo, entenda a diferença entre essas duas condições, como proteger e cuidar da pele, deixando-a saudável, jovem e livre das manchas.

O que pode causar melasma e cloasma na pele?

Melasma e cloasma são condições de manchas na pele, ambas tem como fator principal a exposição aos raios solares sem proteção adequada, porém, outros fatores como a gravidez, uso de pílulas anticoncepcionais femininos e alimentação pobre em antioxidantes podem influenciar no surgimento dessas manchas na pele do rosto.

É importante destacar também, como já vimos aqui, que a luz visível emitida por lâmpadas, telas de celulares e computadores também contribui para o desenvolvimento do melasma.

Mas então, melasma ou cloasma existe diferença?

Sim, entre melasma e cloasma existe diferença!

O melasma é caracterizado por manchas de tom marrom na pele, resultado de uma hiperpigmentação que ocorre devido ao aumento de pigmento que dá cor à pele, a melanina.

Essas manchas podem ser mais claras ou mais escuras dependendo do grau diagnosticado do melasma (grau 1, 2, 3 ou 4).

O melasma é uma condição crônica e repetitiva. As manchas do melasma possuem formato irregular e limites demarcados, aparecendo na pele do rosto geralmente na bochecha, nariz, testa e queixo.

Sabemos que o melasma é mais comum em mulheres e muitas vezes pode surgir na gravidez, e é justamente nesse período que ele assume o nome de cloasma.

Como clarear e prevenir as manchas do melasma e do cloasma?

As manchas do melasma podem ser tratadas através dos dermocosméticos, eles vão clarear e tratar a pele, deixando-a saudável, uniforme e livre de manchas.

O cloasma é a condição do melasma durante a gravidez e teoricamente seria impossível tratar essas manchas nesse período uma vez que alguns produtos não podem ser utilizados pelas futuras mamães.

Foi pensando nesse período tão especial da mulher, que os dermocosméticos da Ada Tina são todos Mother Friendly, isso significa que são 100% seguros para as gestantes e lactantes.

Um dos produtos mais indicados para o tratamento e clareamento das manchas do melasma e do cloasma é o Sérum Clarivis Tx Ultra Resist, esse poderoso sérum ultra clareador é especialmente indicado para o clareamento das manchas mais resistentes, como as do melasma grau 2 e 3, formulado com Tranexamic Complex 15% e Niacinamida Clareadora é capaz de deixar a pele mais clara em apenas 7 dias de uso. Clarivis Tx Ultra Resist possui textura extra leve e não oleosa.

Outra ótima opção é o Pure C 20 Sérum Clareador Anti-Idade Com Vitamina C, um sérum que além de clareador é também anti-idade. Pure C 20 é um sérum formulado para o tratamento e clareamento de melasma grau 3, manchas escuras e manchas solares, além de tratar e reduzir as rugas profundas, rejuvenescer, aumentar a firmeza e a elasticidade da pele.

O protetor solar ajuda a evitar e tratar o melasma e o cloasma?

textura creme

O primeiro e mais importante passo para ter uma pele livre de manchas é fazendo o uso adequado do protetor solar.

Se proteger dos raios solares e da luz visível é fundamental para evitar o surgimento de melasma e cloasma, mesmo que dentro de casa, sem contato direto com o sol é preciso fazer uso do protetor solar.

Separamos abaixo três indicações de protetores solares ideais para quem deseja prevenir e clarear as manchas na pele:

1- Biosole Oxy: Biosole Oxy FPS 50 é um protetor solar clareador e antioxidante com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX® (tecnologia exclusiva Ada Tina), que combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

2- Pure C: Pure C FPS 50 é uma Vitamina C Concentrada anti-idade e clareadora que rejuvenesce e clareia a pele rico em Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, para peles com melasma Grau 2 e Grau 3, melasma grave e resistente e 12 Horas de Proteção Solar. 

3- Biosole E+: Biosole E+ Ultra Vitamin FPS 90 é um protetor solar anti-manchas e antienvelhecimento, com tripla ação anti-melasma de DIFENDIOX®, Vitamina E+ clareadora e tecnologia Solent de 12 horas de proteção solar, capaz de prevenir fortemente as manchas escuras, o melasma e o envelhecimento da pele.

Dica extra da Ada Tina:

BiosoleBB: Biosole BB Cream FPS 60 Protetor Solar com Cor possui toque seco, alta cobertura, protege e disfarça as imperfeições da pele, além de combater manchas escuras e melasma, protegendo 155% mais contra a Luz Azul e Visível com 12 horas de proteção solar e 12 horas de fotoestabilidade.

E para um skincare completo de prevenção contra melasma e cloasma o uso da água micelar Compative Hyalo Micellare tem um papel importantíssimo, ela vai purificar a pele com 8 tipos de ácido hialurônico anti-idade, além de ter textura não oleosa que remove a maquiagem e os resíduos do dia a dia. A água micelar Compative Hylo Micellare vai limpar, purificar, refrescar, equilibrar e também tratar a pele profundamente.

Uma pele bem protegida, bem hidratada e cuidada com carinho estará não só livre das manchas do melasma e do cloasma, mas também, vai se manter jovem, luminosa, viçosa e cheia de vida!

Respeitar cada tipo de pele e fazer escolhas inteligentes com produtos bons e de qualidade é primordial.

Skincare – Dicas de skincare para anti-idade

Confira nossas dicas de skincare anti-idade e mantenha a pele jovem!

Envelhecer é inevitável, todos sabemos disso, mas, podemos manter a pele saudável e com aspecto jovem retardando os efeitos do envelhecimento precoce fazendo um bom skincare diário e com os produtos certos!

Quando devo começar uma rotina de skincare anti-idade?

Começar um tratamento anti-idade é a escolha mais inteligente de quem quer manter a aparência saudável, jovem e consequentemente bonita.

A pergunta mais frequente é: “quando começar uma rotina de skincare anti-idade?”

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) diz que as funções fisiológicas da pele podem diminuir em até 50% na meia-idade, além dos fatores intrínsecos e extrínsecos que vão interferir diretamente no envelhecimento acelerando esse processo.

Com isso entendemos que, manter hábitos diários de cuidado com a pele como limpeza, hidratação, tonificação e proteção solar são processos básicos, importantes e simples que fazem parte de uma rotina de skincare e já podem ser considerados como o primeiro passo para um skincare anti-idade.

É preciso entender e aprender que, quanto antes for iniciada uma rotina de cuidados com a pele (skincare anti-idade), mais se retarda os sinais de envelhecimento na pele.

Confira nossas dicas de skincare anti-idade e mantenha uma rotina de qualidade

textura produto

Para manter uma rotina skincare de qualidade o primeiro passo será sempre a escolha de produtos adequados e de qualidade e principalmente que atendam as necessidades da pele no momento.

Já falamos aqui que cada pele é um mundo diferente, por isso é preciso conhecê-la, entender o que ela necessita e criar intimidade com ela, para que em caso de prevenção os cuidados ideais sejam os escolhidos.

A importância de proteger a pele contra os raios solares é o nosso primeiro conselho, não deixar de usar um bom protetor solar, de qualidade e que de preferência também trate a pele além de protegê-la é primordial.

Os cuidados com a pele são específicos para cada fase da vida, como já foi dito, quanto antes se der o início no tratamento anti-idade, melhor serão os resultados alcançados.

Confira nossas dicas de skincare anti-idade para peles jovens:

A pele mais jovem precisa de uma rotina de cuidados focada na prevenção dos danos causados por agentes externos que vão prejudicar a saúde dessa pele, como a exposição solar e poluição

Também é preciso se atentar ao aparecimento de acne e oleosidade nessa fase, pois essas são fortes características desse período.

Na fase jovem da pele o indicado é um tratamento preventivo de limpeza e cuidados com a acne e oleosidade caso a pele apresente esses sintomas.

As dicas para uma rotina skincare de sucesso nesse período são:

  • Limpeza com uma água micelar de qualidade para remover os resíduos da poluição e da maquiagem, tratar e purificar a pele;
  • O uso de sabonetes faciais e/ou esfoliantes pode ser indicado em caso de pele com oleosidade;
  • Proteção solar de qualidade que vai tratar e proteger com o produto adequado para cada tipo de pele. Para peles com acne e mais oleosas, o Sunsec Gel é o mais indicado, protetor solar que confere alta proteção anti melasma, com exclusiva textura gel fluida extra leve, indicado para todos os tipos pele, especialmente as peles mais oleosas, com acne e poros dilatados, além de 12 horas de proteção solar e 12 horas de fotoestabilidade.

Dicas de Skincare indicado para peles adultas:

A pele adulta pode apresentar os primeiros sinais do envelhecimento como flacidez e linhas finas de expressão.

Nessa fase da pele, o ideal são cuidados anti-idade que tenham ativos capazes de reverter os primeiros sinais de envelhecimento, além de repor a produção de colágeno que já terá uma queda significativa neste período.

As dicas para uma rotina skincare de sucesso nesse período são:

  • Limpeza com uma água micelar  de qualidade para remover os resíduos da poluição e da maquiagem, tratar e purificar a pele;
  • Sérum anti-idade, neste caso o Pure C 20 Sérum Clareador Anti-Idade Com Vitamina C é uma ótima opção, clareador anti-idade, formulado para o tratamento e clareamento de melasma grau 3, manchas escuras e manchas solares, além de tratar e reduzir as rugas profundas, rejuvenescer, aumentar a firmeza e a elasticidade da pele.
  • Proteção solar na fase adulta da pele é indispensável, e para complementar o tratamento com o Pure C o protetor perfeito é o Biosole Oxy clareador com 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

Dicas de Skincare para peles maduras:

Na fase madura da pele alguns sinais já estão em evidência como rugas mais profundas e flacidez.

Nessa fase da pele os dermocosméticos com ativos que vão restaurar os sinais da juventude e recuperar a elasticidade e firmeza da pele são os mais indicados

A dica de rotina skincare indicada para a fase madura da pele é:

  • Limpeza com uma água micelar  de qualidade para remover os resíduos da poluição e da maquiagem, tratar e purificar a pele;
  • Sérum rejuvenescedor que vai recuperar a juventude e viçosidade da pele. Neste caso o Liqui.Laser é uma ótima opção, laser líquido com potente ação renovadora e clareadora rico em Glycogen Hyaluronic Peptide que retexturiza, rejuvenesce e clareia a pele profundamente, deixando-a com aparência até 15 anos mais jovem, sem ardência;
  • Proteção solar na fase madura da pele é indispensável e fundamental, e para complementar o tratamento com o Liqui.Laser o protetor perfeito é o Biosole Oxy clareador com 12 horas de Proteção Solar, 12 horas de fotoestabilidade e 24 horas de Proteção Anti-Melasma.

Por que a proteção solar é tão importante na rotina skincare anti-idade?

É de extrema importância frisar que em qualquer rotina skincare, seja ela anti-idade ou não, a proteção solar é fundamental, é ela quem vai proteger a pele e potencializar o tratamento escolhido.

Melasma – Tire suas dúvidas!

Muitas são as dúvidas sobre o melasma, muitas pessoas não sabem quais são suas causas, se as manchas ocasionadas por ele amenizam ou desaparecem, quais produtos usar, se existe mais de um tipo de melasma. 

Aqui vamos esclarecer todas essas questões e indicar produtos Ada Tina que vão entregar ótimos resultados no seu processo de tratamento contra o melasma e na sua prevenção. Confira!

O que é melasma e o que pode causá-lo?

Como já vimos por aqui, e é bom relembrar, o melasma é uma condição comum que afeta principalmente mulheres. O melasma é a superprodução de melanina que ocorre devido a hipertrofia das células responsáveis por sua produção, o Dr. Maurizio Pupo acha importante frisar sempre que:

O melasma é majoritariamente causado pelas radiações UVA e UVB do sol.”

E por isso devemos sempre fazer uso de um bom protetor solar de qualidade e adequado.

Entretanto, apesar de o melasma ocorrer por conta da exposição às radiações ultravioletas, alguns outros fatores associados a essa exposição podem agravar a superprodução de melanina causando o melasma e suas manchas escuras que aparecem na pele.

Alguns desses fatores são:

  1. Uso de pílulas anticoncepcionais/condições hormonais/gravidez
  2. Predisposição genética
  3. Alimentação pobre em antioxidantes
  4. Doenças diagnosticadas da tireoide e do fígado

No caso específico das doenças da tireóide, elas contribuem com com o aparecimento do melasma por conta do desequilíbrio hormonal, já as doenças do fígado podem afetar a produção dos hormônios, o que influencia na formação das manchas do melasma.

Com essas informações então podemos compreender que o cuidado com nosso corpo e nossa saúde é tão importante quanto o uso de protetor solar para prevenção e ajuda no tratamento contra o esse problema.

O melasma pode desaparecer?

O melasma é uma condição crônica da pele causada pela exposição solar sem proteção e pode ser prevenido e controlado.

O tratamento irá controlar essa condição, controlar a hiperpigmentação da pele fazendo assim com que as manchas escuras causadas pelo melasma desapareçam e se mantenham ocultas desde que o tratamento seja seguido e a pele protegida.

Mantendo a prevenção anti melasma com o uso de proteção solar adequada associada ao uso constante de produtos anti melasma na rotina de skincare essas manchas não tornarão a aparecer e o melasma permanecerá controlado.

Classificação: os graus do melasma

Existem diferentes tipos de melasma, e esses são classificados por graus.

Através desta classificação é que se indica o tratamento adequado para cada caso. 

Quanto antes o grau do melasma for diagnosticado e os cuidados forem iniciados, os resultados alcançados pelo tratamento serão mais assertivos, rápidos e eficazes. 

Segundo o Dr. Maurizio Pupo, o melasma pode ser classificado através dos seguintes graus:

  • Melasma Grau 1 – considerado um melasma superficial e recente, ou seja, visível há menos de 1 ano, apresentando manchas pequenas, tonalidade média clara e que principalmente responde bem ao tratamento.
  • Melasma Grau 2 – caracterizado como um melasma profundo e antigo, o que quer dizer que é visível há mais de 1 ano, apresentando manchas grandes, tonalidade média escura e que consegue responder ao tratamento.
  • Melasma Grau 3 – tem como característica ser um melasma profundo e muito antigo, o que significa que ele é visível há mais de 5 anos, percebido por manchas de diversos tamanhos e muito escuras, e que fica fácil de ser identificado pois é resistente ao tratamento, ou seja, já tentou ser tratado mas não clareou ou retornou quando o tratamento foi finalizado.
  • Melasma Grau 4 – é o pior e mais grave grau de melasma, sendo caracterizado como um melasma muito antigo e muito profundo, existente há mais de 10 anos, que apresenta manchas muito escuras e muito profundas, além de ser altamente resistente ao tratamento.

Com o diagnóstico do grau especificado é possível dar início ao tratamento adequado.

Entenda mais sobre o assunto na sequência!

Qual o tratamento adequado para melasma?

O tratamento será indicado de acordo com o grau, com a pigmentação da mancha, com o quanto ela está intensa ou não, mas, falando de um modo geral, proteger-se dos raios solares e da luz visível é o primeiro passo para evitar o surgimento ou o aumento das manchas do melasma.

Falando em produtos, os clareadores são indicados para o tratamento. A Ada Tina possui diversas opções para a prevenção e tratamento contra todos os graus do melasma.

O protetor solar ideal para melasma é o com cor?

protetor solar com cor

Já falamos especificamente sobre esse assunto por aqui, mas é sempre muito importante enfatizar a necessidade do uso da proteção solar para peles com melasma ou para a prevenção do mesmo.

O protetor solar é o principal aliado contra as manchas do melasma, usá – lo é uma orientação que vem inclusive de médicos dermatologistas que recomendam o uso de fator de proteção com FPS 50 ou mais e, de preferência com cor, uma vez que, o pigmento oferece barreira física além da proteção.

O pigmento existente no protetor solar com cor irá criar uma barreira física contra a luz visível, ou seja, sua pele estará mais protegida com uma camada a mais além da proteção FPS. A indicação fica no Biosole BB Ada Tina, um protetor solar com cor que possui toque seco, alta cobertura, protege e disfarça as imperfeições da pele, além de combater manchas escuras e melasma, protegendo 155% mais contra a Luz Azul e Visível com 12 horas de proteção solar e 12 horas de fotoestabilidade.

Além de proteção, o protetor solar com cor traz o benefício da camuflagem da mancha de maneira suave. 

O  uso de maquiagem também é liberado por cima do protetor, tudo vai depender do resultado esperado, se a maquiagem tiver fator de proteção, esse se somará ainda mais e a pele estará mais vezes protegida da radiação solar.

Todos os tipos de pele precisam de cuidados, até mesmo as que aparentemente não apresentem nenhuma mancha visível, a prevenção é o grande segredo de uma pele bonita, rejuvenescida, livre de manchas e saudável.

Pode usar Vitamina C na pele com melasma?

Sim! Essa substância poderosa contra hiperpigmentação pode e deve ser usada no tratamento do melasma, ela ajuda a uniformizar o tom da pele e prevenir o surgimento de novas manchas escuras no rosto.

Quais os reais benefícios da Vitamina C para a pele do rosto?

A vitamina C possui vários benefícios para a pele do rosto, quando combinada ao protetor solar esses benefícios só se multiplicam. Entre esses benefícios podemos encontrar:

Ação antioxidante

bolhas

Vale sempre repetir que a ação antioxidante que a vitamina C tem sobre a pele é muito potente, ela colabora com a prevenção e tratamento de linhas finas de expressão, envelhecimento precoce e manchas escuras, inclusive as ocasionadas pelo melasma.

A pele do rosto diminui a produção de antioxidantes com o passar dos anos, e por isso é tão importante o uso da Vitamina C, aplicada através de produtos de qualidade, e/ou ingerida quando necessário através de prescrição médica.

Proporciona mais firmeza à pele

A Vitamina C também vai ajudar na síntese de colágeno, que é muito importante para a elasticidade da pele, além de contribuir para a formação de novas fibras de colágeno, prevenindo assim as temidas rugas.

Pele hidratada e iluminada

Para uma pele sem manchas, o uso ativo da Vitamina C vai auxiliar na aparência, que ficará com aspecto claro e iluminado.

A Vitamina C também vai hidratar a derme criando uma barreira natural e evitando assim a perda de água da pele.

Aplicada sempre primeiro, a Vitamina C pode ser usada aliada ao protetor solar, isso irá manter a pele saudável e protegida dos raios UV.

Impede a hiperpigmentação

A Vitamina C é uma grande aliada no tratamento e prevenção de manchas da pele, e por isso é muito usada para o tratamento contra as manchas do melasma, que é uma condição de hiperpigmentação. 

Isso se dá, pois, a Vitamina C vai inibir drasticamente a ação dos radicais livres, prevenindo e protegendo a pele do rosto até dos efeitos causados pela exposição excessiva e inadequada ao sol, que têm por consequência as manchas do melasma.

Produtos Ada Tina com Vitamina C para o seu tratamento

Entre os diversos produtos Ada Tina que irão trazer inúmeros benefícios para o seu tratamento contra as manchas na pele, inclusive as causadas pelo melasma, temos algumas indicações quando se fala de Vitamina C.

Produtos poderosos e de qualidade que trazem para a pele todos os benefícios que vimos até aqui, como clarear, rejuvenescer, proteger e tratar.

Começando pelo PURE C 20 esse poderoso sérum clareador anti-idade, formulado para o tratamento e clareamento de melasma grau 3, manchas escuras e manchas solares que  além de tratar e reduzir as rugas mais profundas, vai rejuvenescer, aumenta a firmeza e a elasticidade da pele.

Falando de proteção solar com tratamento, o Pure C Fps 50 é uma excelente opção, um produto de altíssima qualidade, anti-idade que vai rejuvenescer e clarear a pele além de protegê-la. É indicado também para peles com melasma Grau 2 e Grau 3, melasma grave e resistente.

Em geral, proteger e tratar a pele sempre será o segredo para uma aparência saudável e sem manchas e o tratamento pode e deve ser preventivo.

Maquiagem e protetor solar – Qual aplicar primeiro na rotina de skincare?

Várias são as dúvidas que surgem sobre o uso da maquiagem e do protetor solar em conjunto na nossa rotina de skincare, vamos então esclarecer todas as questões que envolvem esse assunto para que você possa fazer o uso adequado desses produtos e implementar outros trazendo todo o cuidado que a pele precisa e merece.

O que aplicar primeiro, protetor ou maquiagem, e na reaplicação?

Pensando no skincare diurno, o protetor solar sempre será a última etapa do processo, é ele quem vai proteger a pele e auxiliar os outros produtos aplicados de acordo com o que você escolheu.

Assim, entendemos que, se o protetor solar será o último a ser aplicado, a maquiagem virá por cima dele, auxiliando na proteção contra os raios solares, principalmente se essa maquiagem também tiver fator de proteção (FPS).

É preciso se atentar apenas, em utilizar a maquiagem correta para cada tipo de pele, como por exemplo, para peles mais oleosas, o indicado é uma maquiagem mais mate com toque seco ou o uso de um creme matizante que vai auxiliar no controle da oleosidade da pele.

Falando em reaplicação, essa dúvida é ainda mais latente, pode aplicar o protetor solar por cima da maquiagem?

A resposta é sim, o protetor solar pode ser aplicado por cima da maquiagem, geralmente eles possuem textura fina, e desde que aplicado da maneira correta isso não prejudicará sua maquiagem, porém, um protetor solar com proteção duradoura de 12hs não exigirá um reaplique durante o dia, por isso, nossa indicação será o Biosole Oxy Fps 50 que não só vai proteger a sua pele contra a radiação solar, como também tratá-la, agindo como clareador das manchas derivadas do melasma por 24hs.

Misturar os produtos, pode?

A indicação sempre será aplicar o protetor e em seguida a base ou maquiagem da sua preferência. A escolha de uma base com proteção FPS trará ainda mais proteção a pele associada ao protetor.

Existem ainda protetores solares com cor que facilitam mais o dia a dia caso o resultado desejado seja uma pele suave e levemente pigmentada.

Para os casos de pele com manchas de melasma, mesmo as mais escuras, o uso do

Biosole Bb um BBcream com cor que uniformiza o tom da pele associado à base Bio.Identique Fps 75 é o mais indicado, pois, além de uma cobertura precisa, esses dois produtos irão agir diretamente no clareamento das manchas da pele, tratando contra o melasma.

Qual o protocolo ideal de skincare+maquiagem?

O protocolo ideal sempre terá início com uma boa água micelar, ela sempre será a base de qualquer protocolo, até mesmo os noturnos, pensando assim, ela também será o último produto a ser utilizado nesse processo de skincare+make, já que também age como demaquilante, limpando até mesmo os resíduos da poluição.

Como já vimos, a aplicação do protetor solar será a última etapa desse processo, vindo logo após a água micelar ou após o sérum de tratamento utilizado em cada caso.

Em seguida, a maquiagem pode ser aplicada com a segurança de que a pele além de linda estará também tratada e protegida.

Pele: Afinal, o que é Peeling Químico e quais os benefícios desse tratamento?

Esse procedimento muito conhecido e bastante procurado é utilizado principalmente para clarear manchas da pele, inclusive as derivadas da acne e melasma, além de também atuar no tratamento das linhas finas, envelhecimento precoce e rugas de expressão. Aqui vamos tirar todas as dúvidas sobre o peeling facial e mostrar alguns tipos de tratamento Ada Tina que podem auxiliar no seu tratamento, vamos lá?

O que exatamente é um Peeling?

A palavra peeling é derivada do inglês “to peel” que significa descamar ou descascar.

O objetivo deste tratamento extremamente seguro, eficaz, não invasivo e um dos mais procurados no Brasil é agir diretamente na estimulação das células, promovendo a renovação da pele por meio de uma descamação controlada como o próprio nome insinua, agindo através do uso de substâncias químicas ou métodos físicos.

Esse tratamento pode ainda reverter quadros como perda de elasticidade da pele e envelhecimento precoce.

Quais os benefícios desse tratamento e como o peeling químico age na pele?

Um tratamento com peeling bom e bem executado dentro de um protocolo correto e diário, é capaz de reduzir manchas (inclusive as causadas pelo melasma), rugas e linhas de expressão, envelhecimento precoce, sinais e lesões causadas por acne melhorando assim a aparência da pele.

O peeling pode agir na pele em diferentes classificações: superficial, média ou profunda, e tudo dependerá de cada caso em específico, por isso sempre indicamos para casos severos e alarmantes a procura de um bom profissional que fará a indicação do tratamento correto e de produtos bons e adequados.

No caso do peeling superficial ele vai atingir a epiderme superficial e será indicado para o tratamento de manchas na pele (inclusive manchas causadas pelo melasma), além de agir na prevenção de cravos e espinhas.

Já o peeling médio atinge camadas mais profundas da epiderme e será indicado para amenizar os sinais de envelhecimento precoce, peles maduras,  marcas mais profundas como rugas e sinais da acne.

E por último o peeling profundo que atinge ambas as camadas da derme e só será executado em clínicas médicas, em sua maioria com uso de anestesia e acompanhamento necessário que garanta ao paciente um procedimento indolor e sem riscos de que a química utilizada caia na corrente sanguínea.

Mitos e verdades sobre o Peeling, no que acreditar?

imagem ilustrativa peeling químico

Com certeza você já ouviu falar que o peeling pode ser feito apenas no inverno, pois, assim como outros procedimentos, ele está cercado de mitos, mas, essa não é uma regra, e sim uma forte recomendação devido à menor exposição solar da época, uma vez que no verão estamos mais expostos ao sol em praias e piscinas por exemplo.

A proteção contra a radiação solar é extremamente recomendada neste tipo de tratamento e nada impede que você opte por fazê-lo em qualquer época do ano, apenas é preciso ter muita atenção à exposição ao sol.

Outra pergunta frequente sobre o tratamento com peeling é se ele pode ser executado apenas na pele do rosto, e isso realmente não é verdade, qualquer local do seu corpo que possua manchas, marcas de envelhecimento ou da acne pode receber esse tratamento, desde que seja o adequado para cada área, porém é um tratamento mais procurado e utilizado para a pele do rosto por proporcionar rejuvenescimento facial.

Peeling Químico com produtos Ada Tina, conheça!

Agora que nos informamos sobre o que é e quais os benefícios do peeling químico, vamos conhecer alguns produtos Ada Tina que vão auxiliar o tratamento de cada caso em específico.

O envelhecimento precoce é indesejado por todos, e muitas vezes ocorre por falta de cuidados como por exemplo a proteção contra a radiação solar.

A consequência da falta de cuidados adequados com a nossa pele causa o aparecimento de linhas finas de expressão, as tais rugas indesejadas, ou manchas severas como a do melasma. Para esse caso em questão ou até mesmo para peles maduras que desejam uma aparência mais rejuvenescida, indicamos o Sérum Anti-Idade X-Peel Glycolic Ultra Peeling, um sérum anti-idade e clareador, formulado com Tecnologia Duplo Peeling que renova, rejuvenesce intensamente além de clarear manchas escuras, inclusive o melasma, proporcionando uma pele muito mais jovem, mais bonita e uniforme.

Para as peles com acne ou com marcas de lesões causadas por ela, a indicação será do Peeling Clareador Antiacne X-Peel Acne Pore Peeling, que é um peeling clareador antiacne em sérum, formulado com uma combinação sinérgica de AHA e BHA, que reduz e previne a acne, cravos, poros dilatados e imperfeições, clareando as manchas e deixando a pele mais iluminada.

Quais cuidados ter antes e depois da aplicação do Peeling Químico?

Toda pele precisa dos cuidados ideais e necessários para que o tratamento traga bons resultados.

Pensando em pré aplicação do peeling o uso de uma água micelar de qualidade é mais do que necessário, ela vai agir como um purificante na pele, e a Acqua Micellare é a mais indicada por não ser oleosa, remover os resíduos da poluição sendo capaz de limpar, purificar e reequilibrar a pele com suavidade e sem irritar os olhos, indicada também como demaquilante agindo na remoção completa até das maquiagens mais resistentes.

A proteção solar já é indispensável no nosso dia a dia e quando o assunto é tratamento com peeling ela é primordial como já foi dito aqui. O uso do Biosole Oxy Fps 50 Vitamina C E Niacinamida é indicado após a aplicação do peeling nos casos de tratamento para rejuvenescimento e clareamento da pele ou manchas do melasma.

produtos

Para os casos de tratamento de acne ou manchas derivadas dela a indicação é do Biosole Mat Fps 50, um protetor solar matificante e antioleosidade, voltado para peles muito oleosas e mistas.

produtos

Qual protocolo mais indicado para cada caso?

Visto tudo até aqui a indicação do protocolo ideal para ambos os casos será sempre ÁGUA MICELAR + SÉRUM INDICADO + PROTETOR SOLAR INDICADO, dessa maneira com persistência no protocolo os resultados positivos serão visíveis e seu tratamento alcançará o sucesso.

Proteção solar – Luz azul e luz visível prejudicam a pele?

Com o aumento do uso de dispositivos eletrônicos em nossas vidas cotidianas, a exposição à luz azul e à luz visível tem se tornado cada vez mais comum. Muitas pessoas ainda não sabem que essa exposição pode ter efeitos negativos na pele.

Por isso, é importante entender o motivo pelo qual devemos proteger a pele dessas luzes e como fazemos isso de maneira eficaz.

Afinal, o que é luz visível e luz azul?

Luz visível é a parte da radiação eletromagnética percebida pelos nossos olhos, ela abrange todas as cores que conseguimos ver, do vermelho ao violeta, e é produzida tanto por fontes naturais como a luz do sol por exemplo, quanto por fontes artificiais.

A luz visível é extremamente importante para a nossa percepção visual do mundo, mas também pode ter efeitos negativos se a exposição for excessiva.

E a luz azul?

A luz azul é uma parte do espectro de luz visível que possui um comprimento de onda menor e uma energia maior do que outras cores visíveis, como o vermelho e o amarelo. 

Ela é encontrada em todas as fontes de luz visível, incluindo dispositivos eletrônicos como smartphones, tablets, computadores e televisores, bem como em lâmpadas de LED e incandescentes.

E essas luzes prejudicam mesmo a pele?

Além dos fatores mais conhecidos, como a exposição ao sol e a poluição, a luz azul emitida pelos celulares e computadores também pode danificar a pele. A exposição prolongada a essa luz pode levar ao aumento da produção de radicais livres, que são moléculas instáveis que podem danificar as células da pele e contribuir para o envelhecimento precoce, agravando as rugas e manchas na pele, como o melasma por exemplo.

Além disso, a exposição à luz azul antes de dormir pode prejudicar o sono, o que também pode afetar a qualidade da pele a longo prazo, para minimizar esses riscos, é importante reduzir o tempo de exposição à luz azul, especialmente antes de dormir.

Fazer uso de produtos FPS pode me auxiliar nessa exposição à luz visível e luz azul?

textura protetor solar

Não só a resposta para essa pergunta é sim, como nós devemos!

Fazer o uso de um produto bom e de qualidade como o Biosole Oxy FPS 50 por exemplo, é fundamental para a prevenção dos danos que a luz visível e a luz azul podem causar na pele.

Vale frisar aqui que o Biosole Oxy FPS 50 além de nos proteger contra essas luzes também protege a nossa pele contra os malefícios causados pelos efeitos nocivos da poluição e do ozônio e também da radiação infravermelha.

E por que devemos proteger a pele dessas luzes?

A exposição a essas luzes causa envelhecimento precoce, manchas e outros danos, e esses danos nem sempre se relacionam somente à pele.

Por isso, é importante entender que devemos proteger a pele sempre, e principalmente que devemos fazer isso de maneira correta e eficaz, além disso fazer uso de forma consciente e moderada dos dispositivos eletrônicos é fundamental para na saúde de forma geral.

Melasma – Bronzeamento artificial causa melasma?

O bronzeamento artificial é uma prática bastante conhecida para quem busca um tom de pele mais bronzeado sem ficar se expondo por horas ao sol.

A grande questão é, o bronzeamento artificial pode causar o melasma na pele? Aqui vamos tirar essa dúvida com clareza explorando a relação entre o bronzeamento artificial e o melasma, para que você possa entender os riscos dessa prática e tomar decisões mais conscientes em relação à saúde da sua pele.

Reforçando, o que é melasma?

O melasma é uma condição comum que causa manchas escuras na pele especificamente do rosto, geralmente atinge a área das bochechas e testa, afetando principalmente as mulheres essa condição ocorre pela exposição solar prolongada sem proteção adequada.

Segundo o farmacêutico e especialista em cosmetologia, Dr. Maurizio Pupo: “O Brasil é um país tropical. Ele recebe uma quantidade de sol muitas vezes maior do que os países de clima temperado, é o chamado índice ultravioleta. Quem vive no Brasil é diariamente exposto a essa grande quantidade de radiação, causando danos acumulativos na pele. Esses problemas cutâneos são causados, ou pela falta de uso do protetor solar, ou porque usam produtos de má qualidade.”

Outros fatores podem contribuir para o aparecimento do melasma além da exposição à luz do sol, como a alteração nos níveis hormonais na gravidez por exemplo. A prevenção e controle do melasma deve ser feita através do uso de um bom protetor solar e até mesmo séruns clareadores de alta qualidade.

Como funciona o bronzeamento artificial?

Como foi dito no início, o bronzeamento artificial é um processo que permite obter um tom de pele mais bronzeado sem a exposição prolongada ao sol. Geralmente, é feito em salões especificados, que utilizam lâmpadas UVA próprias que estimulam a produção de melanina na pele (responsável pelo processo de bronzeamento natural quando exposto ao sol).

No bronzeamento artificial, a pele é exposta a uma quantidade controlada de luz UV que estimula a produção de melanina sem causar danos à pele. Existem diferentes tipos de bronzeamento artificial, incluindo spray tan, que utiliza uma solução com corantes alimentares para tingir a pele, e o uso de cremes ou loções autobronzeadoras, que contêm dihidroxiacetona (DHA), um composto que reage com a camada externa da pele e produz uma tonalidade bronzeada.

Embora o bronzeamento artificial seja uma opção conveniente para quem deseja uma pele mais bronzeada, é importante tomar precauções e entender os possíveis riscos associados a essa prática.

E então, causa melasma ou não?

pele com manchas

Muitas dúvidas surgem em relação aos efeitos do bronzeamento artificial na pele, inclusive se ele pode causar melasma ou não. De acordo com o Dr. Pupo: “A radiação UVA é uma radiação de comprimento longo, com alto poder de penetração na pele, que provoca muito dano ao DNA das células cutâneas. Além disso, ela estimula muito a formação de pigmento melânico, auxiliando no aparecimento de manchas escuras, inclusive o melasma. Portanto, o bronzeamento artificial é a receita perfeita para você ter um melasma grave ou resistente.

Além disso, é importante lembrar que o bronzeamento artificial pode causar outros problemas de pele, como envelhecimento precoce e aumento do risco de câncer de pele. 

Assim, é sempre recomendado tomar precauções ao se expor ao sol ou ao utilizar o bronzeamento artificial, utilizar produtos de proteção solar de qualidade para proteger a sua pele dos danos causados pela radiação UV.