SE VOCÊ TEM MELASMA, PRECISA SABER DISSO!

Se você sofre com melasma, provavelmente sabe o quanto é difícil lidar com as manchas escuras na pele, especialmente no rosto. A verdade é que, se você tem melasma, precisa sabem que sim, existem tratamentos e cuidados que podem livrar a sua pele destas tão indesejadas manchas. No post de hoje, iremos explorar algumas das principais estratégias para tratar o melasma e dar dicas valiosas para quem sofre com essa condição. Se você tem melasma, precisa saber disso!

 O que é o melasma?

O melasma é um problema dermatológico bastante comum, que afeta principalmente as mulheres. As manchas escuras que caracterizam o distúrbio costumam surgir no rosto, nas áreas mais expostas ao sol, como testa, bochechas e maçã do rosto. Além da exposição solar, a atividade hormonal também pode ser um fator desencadeante, o que explica por que o melasma é frequentemente associado à gravidez e ao uso de contraceptivos hormonais. A produção excessiva de melanina, o pigmento que dá cor à pele, é o que leva à formação das manchas, que podem variar de cor e intensidade de acordo com cada caso.

Quais os graus do melasma?

Compreender os diferentes graus do melasma é fundamental, já que cada grau requer um tipo específico de produto e tratamento. Por meio dessa classificação, é possível identificar precocemente a extensão do distúrbio e adotar medidas adequadas para reduzir e clarear as manchas. Essa abordagem precoce é crucial, pois quanto mais cedo iniciarmos os cuidados, maior será a efetividade do tratamento. Conforme a classificação do farmacêutico especialista em cosmetologia Dr. Maurizio Pupo, existem quatro graus de melasma, são eles:

Melasma Grau 1

É o melasma mais recente, com menos de 1 ano, com manchas ainda claras e menos profundas, que necessita de tratamento rápido para não evoluir para os graus mais graves. Também chamado de melasma epidérmico, pois as manchas estão localizadas nas camadas mais superficiais da pele.

Melasma Grau 2

É o tipo de melasma com mais de 1 ano, com manchas bem visíveis e mais escurecidas e que já não responde bem aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma misto, pois as manchas se localizam nas camadas superficial e médias da pele.

Melasma Grau 3

Esse grau de melasma possui mais de 5 anos, antigo, persistente e com manchas profundas e resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico, pois as manchas escuras já se localizam na camada mais profunda da pele.

Melasma Grau 4

É o tipo mais grave de melasma, com mais de 10 anos, muito antigo, muito persistente e com manchas muito profundas e muito resistentes aos tratamentos comuns. Também chamado de melasma dérmico grave, pois as manchas escuras já se encontram nas camadas mais profundas da pele com grandes depósitos de melanina.

Você sabia que é possível se livrar do melasma?

É possível, sim, clarear as manchas de melasma! E uma das formas mais eficazes desse tratamento é usando dermocosméticos clareadores. Um dos primeiros passos para esse tratamento é o uso diário de protetor solar, que ajudará a evitar que as manchas se agravem e se tornem mais escuras devido à exposição solar, além de também prevenir o surgimento de novas manchas.

Além disso, existem séruns clareadores que podem ajudar a reduzir a produção excessiva de melanina na pele e, consequentemente, a clarear as manchas. Esses produtos contêm ingredientes como ácido kójico, ácido tranexâmico, vitamina C, entre outros, que ajudam a inibir a produção de melanina e a uniformizar o tom da pele. Quando utilizados regularmente, os séruns clareadores podem ser muito eficazes na redução das manchas escuras causadas pelo melasma. Em muitos casos, é possível notar uma significativa redução na aparência das manchas após algumas semanas de uso.

Antes e depois dos tratamentos anti-melasma

Aqui estão alguns registros de antes e depois de manchas de melasma tratados com dermocosméticos clareadores da Ada Tina, mostrando a diferença que o produto pode fazer na pele. Essas imagens podem ser um incentivo para quem está em busca de uma solução eficaz para o melasma e pode ajudar a aumentar a confiança na eficácia dos produtos.

Tratamento de 2 meses com sérum Clarivis TX e protetor solar antioxidante Biosole Oxy FPS 50, aplicado pela manhã e a noite.

Tratamento de 4 meses com o sérum Clarivis TX e o protetor solar de vitamina C Pure C PFS 50, aplicado pela manhã e a noite.

Tratamento de 2 meses com o sérum Clarivis High Potency e o protetor solar antioxidante Biosole Oxy FPS 50, aplicado pela manhã e a noite.

+Clique aqui e conheça outros produtos clareadores de melasma no site da Ada Tina!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *