Acne e Pele OleosaADA TINACâncer de Pele

RAIOS UVA E UVB PODEM CAUSAR CÂNCER DE PELE?

Rate this post

Ao contrário do que se imagina, tanto a radiação UVA quanto a radiação UVB emitidas pelo sol podem causar câncer de pele.

Essa informação é encontrada no conceituado Jornal Química Nova vol. 30, que disserta sobre a diferença de cada tipo de radiação e o papel dos protetores solares na prevenção do câncer de pele e dos demais malefícios causados pelo sol. Sabemos que 95% da radiação ultravioleta emitida pelo sol é do tipo UVA e somente 5% é do tipo UVB. Confira abaixo o estudo publicado sobre as categorias de radiação ultravioleta emitidas pelo sol:

Radiação UVA

A radiação UVA compreende a faixa entre 320 e 400nm e que, embora não cause eritema com frequência, causa danos ao sistema vascular periférico e induz o câncer de pele, dependendo do tipo de pele e do tempo, frequência e intensidade da exposição. Além disso, a radiação UVA pode proporcionar de maneira indireta a geração de radicais livres, que promovem o envelhecimento e estão relacionados com o aparecimento do câncer de pele.

Radiação UVB

A radiação UVB compreende a faixa entre 290 e 320nm e que, por possuir alta energia, causa eritema, queimaduras solares, induz o bronzeamento da pele e ocasiona o envelhecimento precoce das células. A exposição frequente e intensa à radiação UVB pode causar lesões no DNA, diminuindo a resposta imunológica da pele. Além de aumentar o risco de mutações fatais que levam ao câncer de pele, a radiação UVB ainda reduz a probabilidade de uma célula maligna ser reconhecida e destruída pelo sistema imunológico cutâneo.

Qual é a diferença entre FPS e FPUVA

Enquanto o Fator de Proteção Solar (FPS) é a medida que um determinado filtro solar protege contra a radiação UVB emitida pelo sol, o Fator de Proteção UVA (FPUVA), antigamente denominado “Persistant Pigment Darkening” (PPD), fornece a medida que um filtro solar protege a pele contra a radiação UVA. O importante é que o FPUVA seja sempre igual ou maior a um terço do valor do FPS, proporcionando a garantia de que o filtro solar está protegendo a pele adequadamente.

A Importância dos Protetores Solares

Protetores solares são, portanto, uma maneira segura e eficiente de proteger a pele contra os malefícios do sol, necessitando de aplicação diária sobre a pele de modo a absorver ou refletir as radiações UVA e UVB, promovendo a prevenção do câncer de pele e o envelhecimento precoce, como rugas, manchas, flacidez e marcas de expressão.
Os melhores protetores solares, ou filtros solares, são aqueles com FPS igual ou maior que 30, podendo ainda ser adaptados à pele de cada consumidor possuindo toque seco, ser formulados com cor e conter grandes quantidades de antioxidantes que protejam a pele dos radicais livres gerados pela radiação ultravioleta, em especial a radiação UVA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *