Proteção SolarProtetor Solar

10 DÚVIDAS ESCLARECIDAS SOBRE PROTETOR SOLAR

Quando falamos de protetor solar, muitas dúvidas surgem em nossa mente, tais como: Qual FPS usar? Quando devo reaplicar? Será que posso usar em locais fechados? Para responder essa e outras perguntas, nós do blog Ada Tina criamos um post especial para te manter informado sobre tudo que envolve a proteção solar!

1. Para que serve o protetor?

O protetor solar é uma parte essencial do nosso dia-a-dia, pois nos protege dos raios emitidos pelo sol que nos atingem a todo momento por meio de radiações ultravioleta. A alta exposição solar sem proteção pode causar danos à saúde da nossa pele de diversas formas, como o fotoenvelhecimento, que gera rugas e linhas de expressão, manchas como melasma, lentigo solar e até doenças mais graves como queratose solar e cânceres de pele.

2. Qual fator de proteção usar?

Para cada tipo cutâneo existe um nível de FPS específico a esse tipo. A imagem a seguir elucida sobre quais fatores de proteção solar são ideais para cada fototipo cutâneo:

Tabela fototipos cutâneos

Contudo, segundo o farmacêutico especialista em cosmetologia Dr. Maurizio Pupo, todas as pessoas devem utilizar, no mínimo, um protetor solar com FPS 50: “O que acontece é que, uma pele clara possui maior sensibilidade à radiação solar, por conta da menor quantidade de melanina (que atua como uma proteção natural para a pele). Já as pessoas com tom de pele mais escuro possuem melanina em maior número, tornando-as mais resistentes à radiação solar, não se fazendo necessário o uso de fator de proteção tão alto quanto o utilizado por pessoas com tom de peles mais claros, ou seja, quanto mais clara a pele, maior deve ser o FPS”, afirma o Dr. Pupo.

3. É bom usar o protetor solar todos os dias?

O protetor solar deve ser usado diariamente para uma proteção completa da pele. Ao contrário do que muitos pensam, a proteção solar não se resume a dias de sol ou uma ida à praia, afinal, nossa pele é danificada pela radiação solar diariamente, pode causar danos à saúde da pele, como manchas, rugas e flacidez.

4. Qual protetor solar usar?

Existem protetores solares para cada tipo de pele, que por sua vez, possuem cuidados e ingredientes específicos. A Ada Tina conta com uma vasta gama de tipos de produtos para proteção solar, como o para pele oleosa e com acne que possui ação matificante, para pele seca e sensível que hidrata a pele profundamente, protetores clareadores de mancha e melasma, filtro solar mineral e entre muitos outros. Você confere toda nossa linha de proteção solar clicando aqui!

5. O que passar primeiro, hidratante ou protetor?

Seguindo as etapas de uma rotina skincare correta, o ideal é passar o hidratante antes. Confira o passo a passo para uma pele sublime e saudável:

1º Higienização

Uma limpeza profunda da pele é a primeira etapa do skincare. Sugerimos a água micelar Compative Hyalo Micellare, que limpa, purifica e tonifica, além de conter com 8 tipos de ácido hialurônico anti-idade. Para pele mista, acneica e oleosa, o gel de limpeza Depore Concentrate é o ideal, pois purifica profundamente sem ressecar a pele.

2º Tonificação

Apesar de muitos deixarem de lado, a tonificação é uma etapa de grande importância nos cuidados com a pele, porque além de contribuir com um pH dermatológico ideal, os tônicos faciais são responsáveis por revitalizar a pele, servindo como um pós-limpeza e evitando o ressecamento.

O Compative Hyalo Micellare possui função purificante e tonificante, limpando e equilibrando o pH da pele simultaneamente. Para pele mista, acneica e oleosa, a dica é o Depore Triple Acid, um tônico adstringente com textura extra leve e não oleosa, com tripla ação antioleosidade que limpa, desengordura, equilibra e purifica profundamente a pele.

3º Hidratação e tratamento

O terceiro passo do cronograma de saúde facial é o tratamento e a hidratação da pele, que impede o ressecamento da pele por conta dos hidratantes e trata os cuidados que sua pele necessita. Pessoas que possuem peles com envelhecimento precoce e com manchas devem dar importância em dobro nesta etapa, pois é nela que entram alguns produtos como séruns e mousses, sejam eles clareadores ou rejuvenescedores.

Em termos de hidratação, a Ada Tina lhe recomenda o Hyalo 90, um sérum de ácido hialurônico ultra preenchedor que hidrata profundamente a pele sem deixá-la oleosa, atuando com grande eficácia no tratamento anti-idade e preenchedor de rugas.

Para tratamentos clareadores de manchas sugerimos o sérum Clarivis TX, que contém tripla ação clareadora, indicado para clarear manchas escuras da pele, inclusive melasma grau 2 e grau 3, além de manchas de acne e manchas de sol.

4º Proteção Solar

O uso de protetores solares é o passo mais importante da rotina skincare. Como já foi dito, ele possui inúmeros benefícios para a pele, protegendo-a da radiação UV nociva à saúde. O Biosole Oxy FPS 50 é um protetor solar clareador e antioxidante com vitamina C, niacinamida e DIFENDIOX®, que combate 15 tipos de manchas e possui textura leve, toque seco, 12 horas de proteção solar e 24 horas de proteção anti-melasma.

5º Matificar (Para peles oleosas, acneicas e mistas)

A quinta etapa é essencial para peles com excesso de oleosidade, com acne e mista, pois reduz expressivamente a oleosidade, prevenindo a acne e os poros abertos. Para tal, indicamos o gel creme matificante Depore Mat Extreme, que reduz a oleosidade da pele em apenas 10 minutos com ação secativa imediata e controle dos poros abertos, deixando a pele do rosto preparada para a rotina do dia-a-dia.

6. Pode usar protetor solar vencido?

Não. Com o tempo, os conservantes perdem sua eficácia e o potencial de oxidação, fazendo com que o produto tenha pouca eficácia, deixando a pele exposta aos perigos da radiação UV emitida pelo sol, além de aumentar a contaminação dentro da embalagem. Por isso, o uso de um protetor solar vencido pode prejudicar nossa saúde como um todo, não apenas a da pele.

7. Protetor solar deixa a pele oleosa?

Os protetores da ada tina não deixam a pele oleosa, visto que controlam a oleosidade o dia todo e possuem toque extrasseco, que deixa a pele sequinha e com menos oleosidade e brilho

8. Como passar protetor no rosto?

Não existe uma forma correta universal de como aplicar o protetor solar no rosto, porém, é recomendado pelos especialistas da área os seguintes passos:

A quantidade ideal para se utilizar protetor solar é uma colher de chá para o rosto, aplicando na testa direita, testa esquerda, bochecha direita, bochecha esquerda, queixo e logo em seguida o pescoço, como mostra a imagem abaixo:

9. Qual a diferença entre filtro, protetor e bloqueador solar?

Apesar de parecerem sinônimos, estes termos não significam a mesma coisa, podendo gerar confusão em muita gente.

Filtro Solar

O filtro solar é a matéria-prima, ou seja, a substância química utilizada na proteção dos raios ultravioletas que define a capacidade fotoprotetora do produto final, o protetor solar.

Protetor Solar

Já os protetores solares são o produto final, que possuem diversos ingredientes e ativos, incluindo o filtro, que juntos compõem o protetor solar. O resultado do protetor depende da tecnologia, pesquisa e técnica da marca desenvolvedora do produto, por isso escolher uma marca de alta qualidade faz toda a diferença. 

Bloqueador Solar

O termo bloqueador solar era utilizado antigamente para se referir ao protetor solar. Com o passar do tempo essa expressão foi caindo em desuso, pelo fato de nunca conseguirmos bloquear 100% nossa pele dos raios solares, por mais forte que seja o protetor. Sendo assim, a palavra “protetor” se encaixa muito melhor na função do produto do que “bloqueador”.

10. Quando devo reaplicar o protetor solar?

Além da reaplicação por contato com a água, os protetores solares comuns necessitam de uma reaplicação a cada 2 horas, pois ao longo do tempo a radiação degrada os filtros, que perdem a eficácia. Os protetores solares da Ada Tina possuem 12 horas de alta proteção solar, graças à Tecnologia Solent que combina sinergicamente os filtros solares fotoestáveis  sem perda de eficácia ao longo do dia e sem necessidade de reaplicação ou retoques do protetor solar, tornando o dia-a-dia mais prático.

Mitos e verdades

Quando falamos sobre proteção solar, diversas dúvidas surgem a respeito do produto, e muitas delas acabam se tornando boatos com informações falsas. Confira alguns mitos e verdades que acercam os protetores solares.

Protetor solar bloqueia a vitamina D

Mito. A fotoproteção não causa deficiência nenhuma. É totalmente improvável que filtros solares afetem a produção nem a síntese de vitamina D no corpo, pois como dito anteriormente, nenhum protetor solar bloqueia 100% dos raios solares.

Pode usar o mesmo protetor no corpo e na face

Depende. Em questões de proteção solar, ambos os produtos irão garantir uma pele protegida dos malefícios da radiação solar. Porém, a maior diferença entre os dois produtos é a textura, em que geralmente os protetores corporais são mais oleosos, não se tornando um problema para a pele corporal, naturalmente mais ressecada. Ao aplicar este produto na pele do rosto, região com maior número de glândulas sebáceas, podemos sobrecarregá-la com brilho e oleosidade excessiva, podendo surgir acne e até dermatites em peles mais oleosas.

Devemos usar protetor solar em lugares fechados

Verdade, afinal não é apenas a luz direta do sol que danifica nossa pele. A luz azul, emitida pelas telas de aparelhos eletrônicos em geral e lâmpadas de led e incandescentes, também podem estimular a produção de melanina e agravar quadros de manchas e melasma na pele, pois tem características  muito parecidas com a radiação UVA, tendo um alto poder de penetração, atingindo até mesmo as camadas mais profundas da pele (derme). 

+ Você sabe quais são os melhores protetores solares para o rosto com manchas? Clique aqui e confira!

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.