MelasmaProteção SolarProtetor Solar

Qual o melhor protetor solar clareador de manchas e melasma?

De acordo com informações recentes da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), estima-se que entre 15% a 35% das mulheres no Brasil sejam afetadas por melasma. Diversos elementos estão relacionados à ocorrência do melasma, incluindo predisposição genética, hormônios femininos e a exposição ao sol. Segundo o Dr. Maurizio Pupo, farmacêutico especialista, “O aparecimento do melasma é, majoritariamente, pela absorção dos raios UVB e UVA” . À medida que nos aproximamos da temporada de verão no Brasil, as inquietações sobre como se prevenir contra o surgimento das manchas aumentam e o uso de proteção solar em todo o corpo principalmente no rosto se torna crucial.

O Que São Melasmas?

Os melasmas são distúrbios pigmentares que se manifestam na pele, caracterizados pelo surgimento de manchas escuras, geralmente em áreas mais expostas ao sol. Essas manchas resultam de um aumento na produção de melanina, um tipo de proteína que garante a coloração da pele e evita naturalmente os danos da radiação UV no DNA. Em peles claras, os melasmas tendem a aparecer como manchas acastanhadas, enquanto em peles negras, podem assumir uma coloração mais intensa, variando do marrom escuro a tons profundos. As áreas mais comumente afetadas incluem o rosto, especialmente testa, bochechas, lábio superior e queixo .

A exposição solar desprotegida é um fator nocivo à pele, destacando a importância do uso regular de protetor solar para prevenir o aparecimento dessas manchas indesejadas.

Causas e Consequências dos Melasmas:

As causas dos melasmas são diversas, incluindo predisposição genética, alterações hormonais, gravidez e exposição solar excessiva. A influência hormonal é particularmente relevante, sendo comum o surgimento de melasmas durante a gestação, sendo conhecidos como “máscara da gravidez”. Além disso, o uso de contraceptivos orais também pode contribuir para o desenvolvimento dessas manchas.

Classificação: os graus do melasma

Existem diferentes tipos de melasma, e esses são classificados por graus.

Através desta classificação é que se indica o tratamento adequado para cada caso.

Quanto antes o grau do melasma for diagnosticado e os cuidados forem iniciados, os resultados alcançados pelo tratamento serão mais assertivos, rápidos e eficazes.

Segundo o Dr. Maurizio Pupo, o melasma pode ser classificado através dos seguintes graus:

  • Melasma Grau 1 – considerado um melasma superficial e recente, ou seja, visível há menos de 1 ano, apresentando manchas pequenas, tonalidade média clara e que principalmente responde bem ao tratamento.
  • Melasma Grau 2 – caracterizado como um melasma profundo e antigo, o que quer dizer que é visível há mais de 1 ano, apresentando manchas grandes, tonalidade média escura e que consegue responder ao tratamento.
  • Melasma Grau 3 – tem como característica ser um melasma profundo e muito antigo, o que significa que ele é visível há mais de 5 anos, percebido por manchas de diversos tamanhos e muito escuras, e que fica fácil de ser identificado pois é resistente ao tratamento, ou seja, já tentou ser tratado mas não clareou ou retornou quando o tratamento foi finalizado.
  • Melasma Grau 4 – É o pior e mais grave grau de melasma, sendo caracterizado como um melasma muito antigo e muito profundo, existente há mais de 10 anos, que apresenta manchas muito escuras e muito profundas, além de ser altamente resistente ao tratamento.

Com o diagnóstico do grau especificado é possível dar início ao tratamento adequado.

Existe tratamento para o melasma?

O tratamento será indicado de acordo com o grau, com a pigmentação da mancha,  e com o quanto ela está intensa ou não. Mas, proteger-se dos raios solares e da luz visível é o primeiro passo para evitar o surgimento ou o aumento das manchas do melasma. A Ada Tina aposta na inovação de produtos para peles com melasma em todos os graus .

O BIOSOLE OXY FPS 85 é indicado para tratamentos de manchas escuras ou melasmas de grau 1, 2, 3 e 4, sendo um protetor solar clareador de manchas com Vitamina C, Niacinamida e DIFENDIOX®, atuando no combate à 15 tipos de manchas, com eficácia anti sinais e anti rugas, deixando a pele mais clara e rejuvenescida, com os primeiros resultados logo na primeira semana e contando com 12 horas de proteção solar e 12 horas de fotoestabilidade, não precisando de tantas reaplicações.

Biosole Oxy FPS 85

LUZ AZUL E LUZ VISÍVEL

Biosole Oxy FPS 85 também protege a pele contra os malefícios da luz azul e luz visível, contra os efeitos nocivos da poluição e do ozônio, além da radiação infravermelha, protegendo a pele da principal causa das manchas e seus fatores agravantes.

DIFENDIOX® ANTI-MELASMA

DIFENDIOX® é um antioxidante de altíssima potência, ingrediente exclusivo da ADA TINA desenvolvido em parceria com a Università di Pisa, na Itália, composto por 14 polifenóis da oliva, concentrado em Oleuropeína e Hidroxitirosol, poderosos antioxidantes para pele que ajudam a prevenir e tratar as manchas, inclusive as manchas de melasma grave e resistente, preservando também o colágeno, prevenindo o envelhecimento causado pela radiação solar UVA e UVB e defendendo a pele dos malefícios causados pela luz azul e visível.

COMBATE 15 TIPOS DE MANCHAS

1. Manchas de melasma;

2. Manchas causadas pela poluição;

3. Manchas causadas pelo ozônio;

4. Manchas causadas pela radiação infravermelha;

5. Manchas de calor;

6. Manchas por danos solares ao DNA;

7. Lentigo solar;

8. Lentigo senil;

9. Manchas da idade;

10. Manchas causadas pelos raios UVA.

11. Manchas causadas pelos raios UVB;

12. Manchas causadas pelos radicais livres;

13. Manchas escurecidas;

14. Manchas avermelhadas;

15. Manchas pós-inflamatórias.

Comentários

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *