Melasma

MELASMA: O QUE É E COMO TRATAR?

melasma é uma alteração na pigmentação da pele, caracterizada pelo aparecimento de manchas marrons escuras e simétricas, acometendo principalmente a região da face, sendo notadas nas maçãs do rosto, testa, nariz e lábio superior.

Este problema de pele pode ser desencadeado por diversos fatores, sendo os principais a exposição aos raios ultravioleta emitidos pelo sol, e também os desequilíbrios hormonais que são mais comuns no corpo da mulher.

Melasma e a influência dos hormônios femininos

O uso de anticoncepcionais femininos sem a devida orientação médica e até mesmo o período de gestação são condições relacionadas ao aparecimento das manchas escuras na pele da mulher. Isso acontece devido ao efeito dos hormônios estrogênios sobre os melanócitos (as células produtoras de melanina). Desta forma, também problemas hormonais que são mais comuns no corpo da mulher do que no homem podem estar relacionados ao aparecimento do melasma.

O papel da radiação ultravioleta na formação do melasma

A radiação ultravioleta emitida pelo sol consegue estimular a produção de radicais livres e estimular direta e rapidamente a produção de melanina pelas células da pele. Além disso, os raios ultravioleta podem causar danos irreparáveis ao DNA das células da pele, que passam a produzir uma quantidade de melanina muito maior que o necessário.

Melasma: como tratar e como prevenir

As manchas de pele sempre devem ser tratadas com a orientação do médico dermatologista, que poderá indicar o melhor protetor solar para cada tipo de pele, além do tratamento conjunto com produtos clareadores de acordo com a necessidade de cada paciente. Em geral, os tratamentos para melasma chegam a durar até 2 anos, dada a complexidade deste problema que pode envolver também problemas hormonais no corpo da mulher.

O importante é que as pessoas se conscientizem da importância de utilizar diariamente o protetor solar com FPS igual ou maior que 30, e sempre aplicado na quantidade adequada, visto que o sol é uma das principais causas do melasma.

O médico poderá ainda optar pelos famosos peelings, já que o procedimento incentiva a renovação celular e a descamação da pele, auxiliando na diminuição das manchas eliminadas a medida que a pele descama.

Já em manchas mais profundas, os tratamentos envolvem abordagens mais enérgicas, envolvendo peelings mais profundos e até mesmo a utilização do laser, método disponível nos consultórios médicos dermatológicos e atualmente um método muito eficiente para se tratar o melasma especialmente quando combinado a dermocosméticos de alta eficácia.

Comentários

Tags: