ADA TINACeluliteCorpoPele

Graus da celulite: Como classificar o grau da minha celulite?

Rate this post

Como classificar o grau da minha celulite?

Quando falamos em celulite, geralmente a primeira coisa que se pensa é em como eliminá-la, diminuí-la, tratá-la e melhorar o aspecto de “casca de laranja” que ela deixa na pele.

Mas, você classifica o grau da sua celulite? Neste texto contamos tudo que você precisa saber sobre a celulite e seus graus, confira!

Primeiramente, o que é realmente a celulite?

Quando você digita a palavra “celulite” no seu navegador de busca, rapidamente as primeiras sugestões são de “como tratar ou reduzir”

A verdade é que a celulite é muito mais uma questão estética e por isso incomoda as mulheres. 

E por que falamos de mulheres? Porque é nelas que a celulite aparece, sendo assim uma condição muito rara em homens. Quase 100% das mulheres que já passaram da puberdade possuem celulite, independente da etnia. Ou seja, mais mulheres têm celulite do que não tem!

A celulite é o nome popularizado de Lipodistrofia Ginoide (nome científico). Ela é na verdade um acúmulo de gordura, água e toxinas que fica embaixo da pele, é uma inflamação do tecido celular que possui como característica aquele aspecto ondulado chamado de “casca de laranja”.

Apesar de a celulite ser uma condição que aparece em praticamente em todas as mulheres independente da etnia, logo após a puberdade, ela é mais comum em mulheres de pele branca. 

A celulite é incontestavelmente uma das características que mais desagrada as mulheres, o que faz com que muitas busquem tratamentos e dermocosméticos para reduzir a aparência de “casca de laranja” que se forma em regiões como coxas, quadris, bumbum, barriga e as vezes até nos braços.

E como classificar o grau da minha celulite?

Como classificar o grau da minha celulite?

A escala de Nürenberger e Müller é a escala de classificação da celulite mais usada até hoje. De acordo com ela, podemos classificar a celulite em quatro graus, sendo:

I: Aspecto casca de laranja visto após compressão local ou contração da musculatura;

II: Aspecto casca de laranja é evidente sem manipulação e surgem os primeiros nódulos;

III: Aspecto casca de laranja é evidente, há nódulos e há também a compressão de terminais nervosos com dor ao toque;

IV: Aspecto casca de laranja é evidente, há nódulos maiores, relevo cutâneo totalmente irregular, além do comprometimento da circulação profunda com equimoses e hematomas na região da celulite. Classificações recentes incluem algumas variáveis, como número de depressões, aspecto das áreas elevadas da celulite, profundidade de depressões,  presença de flacidez e graus da antiga classificação

Não se engane, celulite não é a mesma coisa que gordura localizada

A gordura subcutânea (gordura localizada) não é a mesma coisa que a celulite. 

A celulite é definida por mudanças estruturais na pele e tecido adiposo que formam um aspecto de casca de laranja. Já a gordura subcutânea localizada é um indicador da massa gordurosa periférica, que pode ser avaliada pela circunferência e medidas da dobra da pele, e sim, pode estar associada à celulite. 

Um dos parâmetros avaliados na pele com celulite é a presença de adiposidade, mas este não é um fator isolado que causa a celulite. A obesidade e o excesso de gordura localizada não são fatores determinantes para o surgimento da celulite, uma vez que mulheres consideradas magras também podem apresentar celulite.

E como tratar a celulite?

Primeiramente é preciso entender que um dos maiores aliados no combate à celulite são os bons hábitos.

É preciso ficar atento a algumas questões que são essenciais, não só para a saúde da pele, mas do corpo de um modo geral. Por isso é importante manter sempre:

  • Alimentação equilibrada

Mantenha em sua rotina alimentos que ajudam na limpeza frequente do organismo, frutas e verduras verde escuro, além de beber água constantemente. A diminuição no consumo de açúcares, gorduras e farinha branca é também muito importante. 

  • Exercícios físicos regularmente

É muito importante, além de manter uma alimentação equilibrada, manter também uma rotina de exercícios regularmente. Os exercícios, principalmente os aeróbicos, ajudam a  queimar calorias auxiliando assim na liberação de água e toxinas através do suor.

O aspecto da celulite sempre vai melhorar com os procedimentos e produtos corretos!

Uma opção são também os tratamentos estéticos, que podem ajudar na potencialização da perda de gordura e no restabelecimento da saúde e tonificação da pele. Você pode optar por tratamentos como drenagem linfática, massagens modeladoras, tratamentos à laser e tratamentos com cremes anticelulite.

Mas, aplicar cremes anticelulite funciona? Sim, se você tiver disciplina, escolher um bom produto e associá-lo a bons hábitos eles irão funcionar sim. Isso porque os cremes anticelulites aumentam a firmeza da pele melhorando a drenagem superficial de líquidos.

creme anti celulite

Qual o melhor creme anticelulite?

Um potente creme concentrado com textura gel, eficaz até na celulite resistente das áreas mais críticas, reduzindo medidas, melhorando a firmeza, combatendo a flacidez da pele, ativando a circulação e diminuindo o inchaço. 

CLAFFEISE ANTI-CELLULITE é tão eficaz contra a celulite resistente e flacidez que não precisa de massagem para agir, além de possuir toque refrescante e não pegajoso.

92% MENOS ASPECTO CASCA DE LARANJA

Claffeise Anti-Celulite diminui 92% o aspecto casca de laranja, proporcionando uma pele mais lisa e macia, uniformizando a textura corporal, redefinindo o contorno e agindo até mesmo na gordura localizada, graças a Tecnologia exclusiva Caffeine Concentrated que penetra profundamente na pele agindo nas áreas mais críticas e difíceis de tratar.

TECNOLOGIA CAFFEINE CONCENTRATED

A tecnologia Caffeine Concentrated atua diretamente no tratamento da celulite, gordura localizada e flacidez da pele, pois possui a exclusiva cafeína ativa ultra concentrada e ultra solúvel que penetra muito mais profundamente na pele atuando até na celulite mais profunda e resistente.

creme anti celulite
Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *