ADA TINACeluliteCorpoPele

Celulite inflamatória ou infecciosa

Rate this post

Celulite inflamatória ou infecciosa

Apesar do nome, a doença não tem nenhuma relação com a celulite comum, aquela que deixa os furinhos na pele com aspecto “casca de laranja” .

Uma condição não causa a outra, vamos entender melhor sobre esse assunto e a diferença da celulite infecciosa e da celulite comum.

Confira no texto a seguir!

Celulite é uma inflamação?

A celulite pode causar uma inflamação, mas ela não é uma.

Essas inflamações localizadas em algumas situações, como no caso de infecções secundárias ou complicações, mas a celulite em si não configura algum tipo de inflamação. 

A celulite é uma condição benigna que tem tratamento e não está associada a problemas de saúde graves, mas pode ser uma preocupação estética, circulatória e até mesmo gerar algum desconforto ou dor como vimos acima no caso da celulite fibrosa.

Existem alguns tipos de celulite como o facial e ocular que estão associados à inflamação, porém não muito comuns, além de consideradas doenças que precisam de cuidados médicos específicos e urgentes em alguns casos.

E então o que é celulite infecciosa?

A celulite infecciosa é uma doença que atinge camadas bem mais profundas da derme e da hipoderme. 

Diferente da celulite comum, uma condição que acontece de forma natural na mulher, como vimos acima, a inflamatória ou infecciosa acontece por bactérias que moram na superfície da pele e penetram no organismo por meio de machucados e cortes expostos. O principal gênero de bactérias associado à celulite infecciosa é o estafilococos, principalmente da espécie Staphylococcus aureus.

As áreas mais afetadas pela celulite infecciosa são os membros inferiores do corpo. Outra porta de entrada comum para a celulite infecciosa é a remoção da cutícula, tanto dos dedos dos pés como também os das mãos.

Como é diagnosticada e tratada a celulite infecciosa?

O diagnóstico é clínico, feito por profissionais da saúde (médicos dermatologistas e infectologistas), a partir da observação de sintomas como vermelhidão, inchaço, dor e calor no local onde a  lesão se apresenta.

Há ainda algumas doenças de pele que predispõem a formação da celulite infecciosa. Elas são mais passíveis em pacientes com uma alteração de barreira cutânea, como idosos e aqueles com dermatite atópica ou um distúrbio de queratinização.

A celulite infecciosa pode ainda ser mais grave em pessoas com deficiência no sistema de defesa do corpo, por exemplo, em pacientes diabéticos.

Diferente da celulite comum, o tratamento da celulite infecciosa é medicamentoso, via antibióticos orais, nos casos leves, e injetáveis, nos casos que apresentam mais gravidade.

E como tratar a celulite comum?

creme para celulite

 A celulite comum pode ser tratada com o uso diário de um creme anticelulite, como o Claffeise Anti-cellulite da Ada Tina.

O melhor creme para tratamento de celulite, com tecnologia exclusiva Caffeine Concentrated, Claffeise Anti-cellulite é um potente creme concentrado com textura gel, eficaz até na celulite resistente das áreas mais críticas, reduzindo medidas, melhorando a firmeza, combatendo a flacidez da pele, ativando a circulação e diminuindo o inchaço. 

Eficaz contra a celulite resistente e flacidez que não precisa de massagem para agir, além de possuir toque refrescante e não pegajoso.

92% Menos aspecto casca de laranja

Claffeise Anti-Celulite diminui 92% o aspecto casca de laranja, proporcionando uma pele mais lisa e macia, uniformizando a textura corporal, redefinindo o contorno e agindo até mesmo na gordura localizada, graças a Tecnologia exclusiva Caffeine Concentrated que penetra profundamente na pele agindo nas áreas mais críticas e difíceis de tratar.

Tecnologia Caffeine Concentrated

A tecnologia Caffeine Concentrated atua diretamente no tratamento da celulite, gordura localizada e flacidez da pele, pois possui a exclusiva cafeína ativa ultra concentrada e ultra solúvel que penetra muito mais profundamente na pele atuando até na celulite mais profunda e resistente.

Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *