ADA TINACabeloQueda de Cabelo

6 doenças que causam queda de cabelo

4/5 - (1 vote)

Você sabe quais são as doenças que causam a queda de cabelo?

Perder aproximadamente 100 fios de cabelo diariamente é normal, mas quando essa quantidade considerada normal começa a crescer é o momento onde começamos a nos preocupar. Sabemos que muitas são as causas que levam à queda de cabelo, mas e quanto às doenças? Quais podem causar a queda capilar?

Vamos entender melhor sobre esse assunto no texto a seguir, confira!

Quando a queda de cabelo sai da normalidade?

É relativamente fácil notar quando a queda de cabelo está fora da normalidade. Ao notar muitos fios caídos no ralo na hora do banho, acúmulo de cabelo na escova ou quando for varrer a casa mais de uma vez ao dia encontrando muitos fios pelo chão é que você precisa começar a fortalecer e tratar a queda, pois ela saiu de sua normalidade.

A origem para este problema pode vir de diversas causas como: herança genética, alterações hormonais, falta de cuidado com a higiene, estresse, entre outras.

Além desses fatores citados acima, algumas doenças podem também causar a queda de cabelo fora da normalidade, veremos a seguir quais são essas doenças.

Confira!

1. Estresse crônico

Estamos em um mundo onde o dia a dia se tornou extremamente estressante para a grande maioria das pessoas. Somos atingidos constantemente por notícias ruins que mexem com nosso emocional, além das muitas obrigações diárias que muitas vezes não são nada divertidas e acabam nos desgastando além do que conseguimos lidar.

Visto esta realidade, é comum que o estresse seja algo constante em nossas vidas e que isso acabe repercutindo em nosso corpo, organismo e saúde. 

Em pessoas que são ansiosas e possuem uma personalidade mais calma, esse fator possivelmente não será uma indicação da queda de cabelo. 

Porém para quem acaba adquirindo o estresse crônico, ou seja, aquele que dura muito tempo, os hormônios podem ser afetados pelo cortisol liberado pelo estresse, resultando em uma maior perda dos fios. 

2. Diabetes, hipertensão e outras doenças silenciosas

Algumas doenças silenciosas podem causar o mesmo tipo de dano que cigarro, por exemplo, resultando na perda dos fios de cabelo, como é o caso da diabetes, hipertensão, taxa de triglicerídeos alta ou obesidade. 

Isso acontece, pois essas doenças causam lesões nos mesmos vasos que o cigarro causa, impedindo que os fios possam ser nutridos.

3. Complicações na tireoide

Para quem não sabe ou não lembra, a tireoide é uma glândula localizada no pescoço. O que muitos também não sabem é que a renovação dos fios e o crescimento capilar também passam por ela. 

A tireoide fabrica os hormônios T3 e T4, mas quando isso acontece de forma acelerada, o quadro de hipertireoidismo é desenvolvido. Assim como, quando acontece de forma mais lenta, chamamos de hipotireoidismo.

Em ambos os casos (hipertireoidismo ou hipotireoidismo) encontramos problemas, pois o ritmo acelerado de fabricação dos hormônios afeta a reposição do couro cabeludo deixando assim algumas áreas sem cabelo, e a lentidão não permite que os fios se desenvolvam como devem.

4. Ovário Policístico 

O ovário policístico é causado pelo excesso de hormônios masculino (testosterona) produzido pelas mulheres, o que desenvolve os chamados cistos nos ovários. E a queda de cabelo é um dos sintomas das mulheres que possuem esse diagnóstico, mas há, ainda, outros sintomas como: ciclo menstrual desregulado, crescimento de pelos por todo o corpo e acne.

5. Doença renal crônica 

Quando há mal funcionamento nos rins, isso também contribui para a queda de cabelo. 

Quando os rins param de filtrar o sangue de maneira eficiente, a relação do real problema com os sintomas podem não ser tão evidentes, pois são comuns: 

  • Dor de cabeça;
  • Câimbra;
  • Enjoo;
  • E a calvície. 

Alertamos que a calvície, isoladamente, não é um sintoma considerável de doença renal, para que o quadro seja comprovado é preciso se consultar com um médico especialista.

6. Anemia

A carência mais comum nas pessoas é a falta de ferro no corpo e a anemia está presente em cerca de 30% da população. 

Os sintomas mais conhecidos da anemia são: palidez e cansaço. Porém, a queda de cabelo também pode ser agravada com essa condição.

A falta de ferro no organismo altera o couro cabeludo, pois o transporte de oxigênio fica comprometido, este que é responsável, entre outras coisas, pela força dos fios. 

De qualquer forma, antes de tomar qualquer decisão, é sempre bom enfatizar que a consulta com médicos especialistas é muito importante para que medidas possam ser tomadas com cautela, eficácia e segurança. 

Fortalecer os fios vai ajudar!

Os cabelos mais frágeis e quebradiços tendem a demorar mais para crescer, e por isso necessita-se ter cuidados extras com a saúde desses fios em específico.

Mesmo que esses cuidados com a saúde dos fios não sejam para calvície, alguns dermocosméticos possuem a capacidade também de fortalecer e acelerar o crescimento dos fios de cabelos.

Um bom exemplo é o Amplexe Shampoo Antiqueda que trata a queda de cabelo. Seja ela hormonal ou por estresse, promovendo o crescimento de novos fios, deixando-os mais fortes, resistentes e inibindo a queda sem ressecar. Eleito 4x consecutivas como o melhor Shampoo Antiqueda do Brasil.

Para resultados ainda mais surpreendentes contra a queda de cabelo, nossa indicação fica também para o uso do Amplexe Loção Antiqueda. Uma potente loção capilar eficaz contra as principais causas da queda de cabelo masculina e feminina. Promove o fortalecimento da raiz dos cabelos e o crescimento de novos fios, deixando-os mais fortes.

amplexe
Tags:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *